Herói

z

O Incrível Hulk

O Gigante Esmeralda foi criado pela genialidade da dupla Stan Lee e Jack Kirby. A clássica The Incredible Hulk #1 marca a estreia do Grandão nos quadrinhos, em 1962.

O Golias Esmeralda é um dos membros fundadores da famosa equipe dos Vingadores que se uniram graças a intervenção do chato de galocha do Loki.

O Hulk é um dos personagens mais trágicos da Marvel (devido aos problemas que causa). Eu nunca gostei do Rick Jones, o parceiro-mirim de alguns heróis da Marvel, mas sem ele não teríamos o Grandão. Porque foi justamente para salvar o jovem que Banner foi exposto a bomba gama. Acarretando para si a sina de se transformar no monstro mais temido da Terra.

O grande rastro de destruição causado por sua passagem em determinado local é comparada a uma força da natureza. “Hulk”, em inglês, significa coisa ou pessoa pesada, desajeitada, informe ou maciça.

Quanto a cor do herói dizem as lendas que Stan Lee escolheu o cinza pro Hulk a fim de torna-lo bastante assustador, mas por causa de um erro gráfico foi substituído pelo verde. Então como a cor lhe agradou decidiu a partir da segunda edição adota-la como oficial.

Em “Mitos Marvel” (2006), o roteirista Paul Jenkins e o artista Paolo Rivera recontaram os fatos e acontecimentos sobre as origens de alguns personagens mais importantes da Marvel sob uma ótica mais atual. Uma linda HQ com uma arte impressionante sem ser um reboot.

Transformando-a numa leitura obrigatória pra quem gosta do Hulk, Homem-Aranha, X-Men entre outros.

O que desperta minha atenção no Hulk é seu aspecto psicológico, pois Banner sofre desde criança por causa dos abusos de seu pai. Um homem bastante violento que batia tanto na mãe quanto nele (transformando-o num adolescente reprimido e também num adulto totalmente instável).

E mesmo assim apesar dos contras Bruce encontrou o amor ao lado de Betty Ross. E também é considerado um dos cientistas mais inteligentes do Universo Marvel sendo bastante respeitado por seu trabalho.

É normal mostra-lo com uma dupla personalidade conflitante, mas será que Banner é mesmo bipolar?

Sinceramente eu acho que não, pois pra mim  o Hulk é todo sentimento reprimido  que Banner interioriza ou guarda em silencio no seu subconsciente. Não podemos esquecer que a ira é um dos grandes males do mundo moderno. E mesmo apesar do seu incrível intelecto ele não consegue lhe dar com certos aspectos dos relacionamentos. Então juntamos os abusos, as constantes brigas dos pais tudo isso minando sua autoconfiança.

O amargurado Bruce Banner ao interiorizar seus maiores temores liberta toda sua fúria e frustração quando se transforma no Hulk.  Temos todas aquelas magoas e ressentimentos misturados com uma raiva pura e destrutiva.

Isto dá pra ver claramente no filme Hulk, de Ang Lee, em 2003. Quando ele salta pela primeira vez e há um sentimento de êxtase e liberdade no rosto do Verdão.

Alguns críticos falam mal desta adaptação, mas eu acho muito fiel aos quadrinhos (sendo um filme forte, denso e psicológico).

Outro fato interessante é que tanto  Hulk quanto Banner lutam pra ser a personalidade dominante do Grandão.  Desde a versão original que era um pouco menor, tinha pouca inteligência e um comportamento bem instável.

Quando John Byrne esteve trabalhando com o herói decidiu separar Banner do Hulk e isto deixou Bruce muito feliz, porque até se casou com Betty (só que durou pouco, pois como consequência estava morrendo).

Enquanto isso o grandão tornou-se uma fera mais irracional e destrutiva do que nunca havíamos visto antes. Com muito custo o Dr. Samson reuniu os dois novamente. E essa versão voltou a ser cinza quando terminou a fase em  que o artista canadense desenhou suas aventuras, um clássico!

Essa outra versão cinza também foi bastante marcante pra mim com o Senhor Tira-Teima. Nesta fase de Peter David ele se transformava somente a noite e trabalhou como guarda-costas num cassino em Las Vegas ao lado de belas mulheres.

O famoso seriado televisivo foi inesquecível pra todos que tiveram a oportunidade de vê-lo. Os efeitos especiais da transformação de Banner (Bill Bixby) para Hulk (Lou Ferrigno) foi adotado na maioria das adaptações posteriores tornando-se a forma oficial de vermos algo tão impactante.

Na saga Planeta Hulk os Illuminatti iludiram o verdão, mas o melhor nisso tudo fi vê-lo como um gladiador espacial detonando tudo em Sakaar. Após derrotar o Rei Vermelho e se casar com Caiera parecia que tudo estava tranquilo, mas anve queo levou até ao planeta explodiu matando a todos. E o Golias volta enfurecido de ódio e buscando vingança causando uma confusão fenomenal.

Eu me lembrei que lá nos anos 80 o Dr. Estranho havia feito algo semelhante. Se não me engano ele mandou o Hulk pro limbo. Numa encruzilhada, porém quando a Tropa Alfa estava tentando resgatar seu integrante Sasquatch. O Hulk volta pra nossa realidade e como gratidão baixa a porrada em todos eles.

Bom, ao longo das décadas o Grandão teve alguns desenhos para brilhar sozinho e participou de outros.

O programa Marvel Super Hero Show foi feito pelo estúdio Grantray-Laurence Animation que produziu além do Incrível Hulk outros conhecidos nossos como: Thor, Capitão América e Namor, em 1966.

O famoso desenho desanimado foi a primeira versão pra telinha feita com o herói. E reproduzia de maneira fiel as aventuras do Gigante Esmeralda feitas por seus criadores. Há alguns anos atrás estes desenhos eram criticados demais pela sua total falta de animação, mas atualmente são cultuados como clássicos (que eu gostaria de ter todos).

A segunda versão que é a minha preferida também tinha o nome de Incrível Hulk e foi transmitida pela rede americana NBC, em 1982 (por aqui nós assistimos pela Rede Globo).  A parte legal é que os episódios eram narrados pelo Stan Lee e como curiosidade a música de abertura é a mesma de outro clássico da época a Caverna do Dragão.

As aventuras giravam em torno do Dr. Banner que procurava uma cura pra suas transformações enquanto era perseguido pelo exército e pelo caminho combatia alguns inimigos.

Nesta terceira versão a dublagem do Grandão ficou com o ator Lou Ferrigno que novamente tinha o nome de Incrível Hulk esteve na telinha, em 1996.

Aqui mais uma vez temos Banner tentando se livrar de sua fera interior. Eu gosto muito da abertura que ficou mais sinistra do que a anterior já mostrando o Grandão em fuga e destruindo tudo. É interessante notar que Betty Ross está loira e também a presença da linda Mulher-Hulk que já havia aparecido no desenho de 1982.

O herói ainda conta com Rick Jones e o Dr. Samson, mas a melhor parte é que viaja pelos Estados Unidos perseguido de maneira inclemente pelo General Ross.

No desenho dos Vingadores a personalidade de Banner é suprimida e vemos o Hulk constantemente atuando na equipe.  Há momentos antológicos com o Verdão quando luta contra Graviton, pois durante a batalha por mais que o Hulk caia ainda continua se levantando para desespero do vilão que controla a gravidade. E depois de vencer o Golias Esmeralda pergunta: “- Quem é o mais forte?”

Temos um momento engraçadíssimo aonde Gavião Arqueiro diz: “E aí Grandão, tudo bem?” E o Golias furioso responde: “-Você deixou Hulk na piscina ela congelou.” A Vespa participando da conversa: “- Ah! É esqueci que estava lá.” E  O Gavião ri da cara do Hulk.

E o melhor de todos quando o Capitão América diz: “- Eu tenho te observado Hulk não importa o quanto as pessoas tenham medo de você. Não importa o quanto o persigam você sempre faz a coisa certa. E isto faz de você um herói pra mim.”

Estas palavras foram simplesmente inacreditáveis. Steve prestou atenção nas atitudes do Verdão e o respeita por causa disso. É Uma das melhores atitudes que já vi em relação ao Hulk, pois na maioria das vezes ele é apenas perseguido pelo exército americano, diga-se “General Ross”.

Os Vingadores: Os Super-Heróis Mais Poderosos da Terra foi a melhor versão dos heróis que a Marvel já fez pra telinha, pois há muitos anos vinha perdendo terreno amargamente pra DC neste quesito.

Pena que cancelaram um desenho que conseguiu adaptar tão bem diversos arcos de histórias dos personagens para lançar Avengers Assemble uma versão conectada com o filme de 2012.

Bom, não vou comentar sobre os filmes do Gigante Esmeralda, pois já fiz uma postagem aqui.

O Hulk é um dos personagens mais fascinantes da Marvel, porque a história trágica de Banner nos envolve. E mesmo procurando uma cura pro seu mal, sendo um monstro perseguido pelo General Ross e incompreendido pela população segue fazendo o bem.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do Incrível Hulk

0 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

z

19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 alamoscout6 alex ross arthur adams bruce timm 0 bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm 3 bruce timm 4 frank cho hulk smash loki Hulk_vs_Thing-simon-williams joe jusko 0 joe jusko 1 joe_jusko MARVELCoverTemp copy.indt romita jr simon-williams wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 wallpaper 7 The Hulk wallpaper 9 wallpaper 10 wallpaper 11 wallpaper 12 wallpaper 13 wallpaper 14 wallpaper 15 wallpaper 16 wallpaper 17 wallpaper 18 wallpaper 19 wallpaper 20 wallpaper 21 wallpaper 22 wallpaper by alex ross

Advertisements

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Lezel ur respont

Fill in your details below or click an icon to log in:

Logo WordPress.com

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont WordPress.com Log Out / Kemmañ )

Skeudenn Twitter

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Twitter Log Out / Kemmañ )

Luc'hskeudenn Facebook

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Facebook Log Out / Kemmañ )

Google+ photo

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Google+ Log Out / Kemmañ )

War gevreañ ouzh %s