Herói

all-new-x-men

Os Fabulosos X-Men

“Os Filhos do Átomo”

A ideia de criar uma nova equipe foi do editor Martin Goodman e coube a Stan Lee o trabalho de realizar este intento.

Dizem as lendas que o primeiro nome da equipe que o Excelsior imaginou seria Os Mutantes, mas Goodman não gostou. Ele achava que ninguém saberia o que é um mutante.

Então Lee teve a brilhante ideia de usar o X tanto no Professor quanto pra sua equipe e assim surgiram Os X-Men. A arte é claro ficou nas mãos do mestre Jack Kirby e a equipe estreou em The X-Men #1, de 1963.

Os X-Men surgiram como uma metáfora bastante polêmica para o racismo, pois na época os conflitos raciais (estavam no auge). No gibi o Homo Superior é uma prova contundente da evolução humana e o ser humano comum por medo e desconfiança trata a todos de maneira hedionda.

Outro aspecto interessante é que os mutantes despertam seus poderes na adolescência, porque é na puberdade que nosso corpo sofre transformações.

E ainda temos o inesquecível bordão que os heróis são destinados a salvar um mundo que os odeia que define como é ser um X-Man.  Esse altruísmo idílico veio a partir da mente do Professor Charles Xavier que deseja a convivência pacífica entre humanos e mutantes.

O Professor X comanda secretamente em sua mansão em Nova York, o Instituto Xavier para Jovens Superdotados, no qual os mutantes aprendem a usar seus dons para que o sonho de Charles se concretize.

Só que a convivência é ameaçada por outro mutante muito poderoso Magneto (Erik Lehnsherr) que deseja com sua Irmandade de Mutantes provar que o Homo Superior deve subjugar a raça humana.

A primeira formação da equipe era composta por: Anjo (Warren Worthington III), Ciclope (Scott Summers), Garota Marvel (Jean Grey), Fera (Hank McCoy) e Homem de Gelo (Bob Drake). Um detalhe engraçado é que no início Bob usava botas parecendo um boneco de gelo como víamos nos desenhos animados antigos.

Por mais incrível que possa parecer as revistas dos X-Men não vendiam muito lá no inicio, pois os outros heróis tipo: Homem-Aranha, Hulk e Quarteto Fantástico. Tinham uma repercussão maior que a equipe mutante. O negócio ia tão mal que a editora estava parando de publicar histórias novas (e só republicava material antigo).

Durante este hiato a equipe recebeu dois novos integrantes: Destrutor (Alex Summers) irmão do Ciclope e Polaris (Lorna Dane). Esse período é marcado pela presença de Roy Thomas e Neal Adams que ajudaram a modificar o design dos personagens.

Somente nos anos 70 com a entrada de artistas como Len Wein e Dave Cockrum que o assunto estava começando a mudar de figura, mas mesmo assim a distribuição ainda era bimestral (eles trabalharam na clássica Giant-Size X-Men # 1, de 1975).

Esta fase é marcada pela estreia dos Novos X-Men, uma equipe mista com mutantes de vários países. Na história quando a equipe estava numa missão em Krakoa, a ilha viva alguns integrantes da formação original ficaram desaparecidos (então Charles convoca uma nova equipe para resgata-los).

A grande diferença é que todos os integrantes já eram adultos e não se davam bem de jeito nenhum (Scott teve problemas para comanda-los). Nesta formação dos Novos X-Men tinha: Tempestade (Ororo Munroe), Wolverine (Logan), Solaris (Shiro Yashida), Colossus (Piotr Rasputin), Pássaro Trovejante (John Proudstar), Noturno (Kurt Wagner) e Banshee (Sean Cassidy).

Nos anos 80 quando os artistas Chris Claremont e John Byrne assumiram os personagens tivemos uma das melhores fases dos X-Men de todos os tempos (como êxito a revista passou a ser vendida todo mês).

E foi com a dupla que lemos: A Saga da Fênix, Dias de Um Futuro Esquecido, a sinistra saga da Ninhada, na qual surgiu os Novos Mutantes e a contundente Deus Ama, O Homem Mata.

Chris Claremont conseguiu elevar a venda das edições mutantes que estavam para serem canceladas. Sua contribuição é tão marcante, porque ainda criou alguns dos personagens mais importantes da mitologia dos X-Men (como: Vampira, Psylocke, Os Novos Mutantes, Emma Frost, Lince Negra, Mística, Excalibur entre outros).

A parceria de Byrne e Claremont foi a que melhor contribuiu para a mítica dos X-Men, mas havia um enorme conflito de ideias deles que divergiam sobre quase tudo. No final quem ganhou fomos nós leitores com histórias surpreendentes que ficaram para sempre com nossos heróis.

Ainda nos anos 80 foram acrescentadas sagas muito impactantes ao Universo X: Massacre de Mutantes, na qual os Morlocks estavam sendo exterminados e Queda de Mutantes, aonde Forge foi acusado de matar os X-Men.

E Inferno, na qual Madelyne Pryor vira vilã. Ela havia sido casada com Scott que a deixou assim que Jean voltou da morte (após a saga da Fênix). Madelyne descobriu ser um clone de Jean (criada pelo Sr. Sinistro a fim de criar o mutante perfeito).

Na década seguinte tivemos a era do artista Jim Lee (amado por uns e odiado por outros).

Lee é considerado um dos maiores desenhistas do mundo, pois tratou de redefinir o estilo dos X-Men na década de 1990.

Na época seu estilo bastante detalhado tornou-se referência obrigatória pra qualquer pessoa que sonhava ingressar nesse meio. E como não deveria deixar de ser sua arte foi copiada a exaustão em tudo quanto é canto. A passagem do artista pela equipe mutante é marcada pelas capas com vários efeitos especiais.

Mais há também aqueles que criticam que naquele período a arte era mais valorizada do que o argumento em si. Porém a parte que realmente vale a pena lembrar foi a inclusão da moleca Jubileu e do ladrão Gambit.

Se não me falha a memória ainda tivemos a descoberta do passado de Logan (atuando ao lado do Capitão América).

Estas histórias aconteceram quando o veterano Chris Claremont voltou pra editora após um tempo afastado. Tivemos as sagas Atos de Vingança e Programa de Extermínio, mas depois de 15 anos trabalhando nos títulos mutantes Claremont sai da em empresa (e depois Leem também junto com outros artistas fundaram a Image Comics).

Outro ponto de destaque é que os X-Men se dividiram em duas equipes Azul e Dourada.

Na equipe Azul estavam: Ciclope, Jubileu, Wolverine, Fera, Gambit Vampira e Psylocke e na Dourada haviam: Tempestade, Forge, Banshee, Jean, Arcanjo, Colossus e Homem de Gelo.

Nos anos 90 tivemos uma explosão de diversas sagas que ajudaram a dar uma popularidade incrível pro Universo Mutante. Foram elas: A Saga da Ilha Muir, A Canção do Carrasco, Atração Fatal, Aliança Falange, A Era do Apocalipse, Massacre, Os Doze e Operação: Tolerância Zero.

Foi nesta época que tivemos Cable, Gambit, Deadpool, X-Man (Nate Grey), X-Factor (numa nova formação), X-Force e ainda a grande sensação Geração X.

No final da década surgiu a revista Mutant X, na qual Destrutor vivia algumas aventuras numa realidade alternativa.

Além de criação de heróis, diversas sagas, revistas com crossovers contendo vários desdobramentos (um dos seus títulos vendeu oito milhões de cópias). Os anos 90 ficaram marcados pra sempre como a época em que o Universo mutante virou uma incrível X-mania.

No início dos anos 2000, Chris Claremont retornou pra Casa de Ideias e trabalhou em X-Treme X-men. Nesta formação havia: Tempestade, Fera, Pássaro Trovejante III, Sábia, Bishop, Psylocke e Vampira.

Lembro que o Fera sofreu uma mutação secundária parecendo um felino (ficou muito estranho).

Depois vieram fases marcantes com Grant Morrison e Frank Quitely quando o título mudou para New X-Men.  Na equipe tinhamos: Charles, Scott, Logan, Jean e Emma. O detalhe curisoso era que os uniformes negros tiveram influência do filme de Brian Singer (enquanto Jean e Scott viveram uma crise conjugal).

Aonde tivemos E de Extinção e o surgimento da pior vilã que já vi Cassandra Nova (que exterminou a população de Genosha usando Sentinelas). Em Planeta X achávamos que Xorn era Magneto disfarçado e novamente há outra morte da Jean.

Em 2004 com a saida de Morrison para a Distinta Concorrente vieram John Cassaday e Joss Wedon (atual diretor dos Vingadores). Surpreendentes X-Men tinham em sua formação: Armadura, Ciclope, Emma Frost, Lince Negra, Wolverine e Fera (nesta época temos a volta de Colossus que todos imaginavam estar morto).

O destaque foi pro retorno dos uniformes tradicionais e também Ciclope estava querendo que a equipe fosse vista como heróis (diante da população).

Bem diferente da década anterior nos anos 2000 as sagas deram uma caída brusca, mas em contrapartida o roteiro ficou bastante consistente.

E então veio Dinastia M, saga que mudou tudo, pois ela reduziu drasticamente a população de mutantes e tornou minha querida Wanda numa maluca total.

Depois Complexo de Messias, aonde todos acreditavam que Hope salvaria o futuro dos mutantes. A minissérie cisma veio com a mesma intenção de Guerra Civil, pois assim como Steve e Tony dividiram os Vingadores em duas facções.

Aconteceu a mesma coisa entre Scott e Logan com ideias divergentes quanto ao rsto dos mutantes. A divisão culminou na saga Vingadores versus X-Men, tendo a Força Fênix em destaque (nunca vi nada render tanto assim).

Como trágica consequência Ciclope mata Charles numa cena que despertou a ira de muitos fãs do herói. No reboot da editora conhecido como Marvel Now, os X-Men agem em conjunto com outros heróis da editora.

E como fato inédito temos uma viagem no tempo aonde o X-Men originais viajam pra atualidade (os adolescentes precisam encarar fatos de sua vida que pra eles ainda irão acontecer).

É inegável que os X-Men são uma fonte inesgotável de histórias que nos estarrecem e agora com a franquia mutante bombando nas telonas o futuro nos reservará grandes novas histórias.

Confira na galeria abaixo algumas imagens dos X-Men que garimpei na web

 

 0 1 2 3 4 5 7 8-mike-deodato 9-moira-mactargget 10 11 12 13 14 15-Sentinels 16-morlocks 17-apocalypse 18-Sr_Sinistro_por_Robert_Atkins 19-clube-do-inferno 20-Cassandra_Nova 21-carrascos 22-rei-das-sombras 23-Carniceiros 24-X-Treme_X-Men 25-New-Mutants 26 27 28 29 30 alex ross 0 alex ross 1 alex-ross Artgerm arthur-adams 1 arthur-adams 2 bruce timm 0 cliff chiang dave-cockrum jim lee jim-lee Joe_Jusko john byrne julian-totino-tedesco marco-djurdjevic marvel-anime-x-men marvel-heroes paolo rivera ultimate-x-men wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 wallpaper-astonishing-x-men wallpaper-x-men

wallpaper-phoenix-five

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Lezel ur respont

Fill in your details below or click an icon to log in:

Logo WordPress.com

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont WordPress.com Log Out /  Kemmañ )

Google photo

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Google Log Out /  Kemmañ )

Skeudenn Twitter

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Twitter Log Out /  Kemmañ )

Luc'hskeudenn Facebook

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Facebook Log Out /  Kemmañ )

War gevreañ ouzh %s