Monthly Archives: Du 2014

Cosplay Girl

z

Cassie Sandsmark

Ela é a terceira heroína a usar o nome de Moça Maravilha. Podemos notar que Cassie possui uma característica muito interessante, pois ela adora uma briga.

As vezes Cassie fica tão empolgada que até se esquece do perigo iminente que está ao seu redor, mas fora isso mesmo com seu temperamento enérgico ela ainda é incrível.

Confira na galeria abaixo Aigue Marine,  Alisa Kiss, Fae La Blanche, Katy Mor de Cassie Sandsmark e ainda outras modelos que homenageiam a nossa heroína.

Além dela você irá encontrar também outras versões femininas de heróis como: Superboy, Naruto, Shotaro Kaneda, Arqueiro Verde, Gladiador Dourado, Charada entre vários outros

SONY DSC

young_justice__wonder_girl_v_by_aigue_marine

1 2 4 5 6

7-Alisa Kiss-Cassie Sandsmark 8-wonder_girl_by_alisa-kiss 9-alisa kiss 10-alisa kiss

fae-la-blanche (1) fae-la-blanche (2) fae-la-blanche (3) fae-la-blanche (4)

11.1-wonder-girl-by-katy-mor 11.2 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 26 27 29 30 31 32-jessica-nigri 33-joker-by-jessica-nigri 34 35-terry bogart by nadya sonika 36 37 38 39 40 41 ajax aquawoman arqueira-verde asa-noturna-Eve-Beauregard martha mcfly naruto

r2-kitty-honey 1 r2-kitty-honey 2 riddler Rorschach shotaro kaneda by akira snake-eyes-miracole-burns star wars star-trek white_rabbit

Advertisements

Ober un evezhiadenn

Filed under Cosplay Girl

Musas de Tinta

z

Moça-Maravilha 3

Cassandra Sandsmark foi criada por John Byrne e surgiu pela primeira vez no gibi Wonder Woman # 105, de 1996. Há vários relatos na mitologia grega de Zeus deitando-se com alguma mortal e Cassie é uma semideusa filha da arqueóloga Helena Sandsmark com o Senhor do Olimpo.

Dizem as lendas que Cassie é a terceira heroína a usar o nome de Moça Maravilha. A primeira foi Diana e a segunda foi Donna Troy.

Cassie foi criada pela mãe, a Dra. Helena Sandsmark que estava trabalhando com Diana (se não me falha a memória em Gateway City). Só que durante uma batalha contra um clone do monstro Apocalypse, Cassie cria um uniforme usando alguns equipamentos mágicos.

A sandália de Hermes e a manopla de Atlas e saiu pra batalha auxiliando a Mulher-Maravilha. Algum tempo depois ela pediu a benção de Zeus para que lhe concedesse a dádiva de ter superpoderes ganhando super-força e poder de voo. E também conseguiu o auxílio de Ares, o Deus da Guerra que a presenteou com um laço dourado (que causa choque a quem ficar preso nele).

Em contrapartida Zeus havia também havia concedido ao seu pai, o Dr. Sandsmark que podia retirar seus poderes simplesmente tocando nela. Mais ele aceitou o pedido de Cassie para se tornar uma heroína e não usa esta dádiva.

Nossa musa foi treinada por Ártemis e curtia uma grande idolatria por Donna e quando assumia sua identidade heroica usava uma peruca preta (para esconder seu cabelo loiro).

A Moça Maravilha entrou pra Justiça Jovem e depois de algum tempo tornou-se líder da equipe ficando no lugar do Robin. Nesta época curtia secretamente uma paixão pelo Superboy.

Na HQ Dia de Formatura na qual infelizmente tivemos a morte de Donna Troy e Lilith. Superboy, Impulso, Robin e Cassie formam um novo grupo dos Novos Titãs. A equipe fica sob a observação do Mutano, Estelar e Cyborg.

Enquanto esteve nos Titãs, a Moça Maravilha teve um relacionamento com o Superboy, pois já gostava dele há muito tempo.

Durante a saga Crise Infinita, Cassie estava perdendo seus poderes, porque Zeus havia deixado o plano terrestre. Então Ares queria que a ela o reconhecesse como seu irmão e lhe concedeu uma fração do seu poder (fato que a deixou mais poderosa).

Infelizmente Conner Kent foi morto pelo Superboy Primordial numa batalha épica que envolveu todos os membros que já foram Titãs e também a Sociedade da Justiça.

Em 2005 tivemos uma aventura com os Titãs do Amanhã, um grupo de supervilões que comanda a Terra com mãos de ferro. No passado, os Titãs se desfizeram, porque durante uma Crise alguns dos seus mentores morreram (deixando-os desamparados).

A fatalidade fez com que os Titãs do Amanhã perdessem seu altruísmo diante de um mundo cínico e cruel e sofreram influencia do careca Lex Luthor.

Quando se tornaram adultos resolveram assumir o legado de seus mentores e se juntaram seis anos depois para prevenir que futuras tragédias não aconteçam. Els conseguiram livrar o país do crime e das doenças, mas as pessoas também perderam sua liberdade.

A equipe é formada por Superman (Conner Kent), Homem-Animal (Gar Logan), Ravena Sombria, Flash (Bart Allen), Aquawoman (Lorena) e Mulher-Maravilha (Cassie Sandsmark).

Os Titãs do presente acabam viajando pra esse mundo paralelo e enfrentam sua versão distorcida. Neste futuro Cassie assumiu o manto de Mulher-Maravilha após a morte de Diana durante a crise (ela e Conner estão casados).

A heroína demorou pra surgir em alguma série animada, mas temos sua presença em  na segunda temporada de Justiça Jovem (Young Justice: Invasion). Sua aparência é uma mistura da roupa original com uma mais atualizada.

Desta vez a equipe precisa enfrentar uma invasão alienígena e a história acontece cinco anos depois do término da primeira temporada.

As aventuras da equipe acontecem na Terra-16, um dos mundos alternativos do Multiverso que surgiram após a Crise Infinita.

Pra ser sincero o que despertou minha atenção na Cassie é que ela pensa bem rápido. No entanto possuiu uma personalidade enérgica com um comportamento bastante difícil. A parte interessante é que gosta das missões em que terão combates físicos, pois adora uma boa briga.

Confira na galeria abaixo algumas imagens de Cassie Sandsmark e também de outras musas da DC que garimpei na web

0 1.2 1.3 1 2 3 4 5.1-helena-sandsmark 5 6 7 8 9 10 11 12

adam hughes

wonder_girl_by_rodel_martin__06062014_a_by_rodelsm21

13 14 15 26 27 28 29 30 31 33 34 35 36 37 38-young justice 39-justiça-jovem 40-elias_chatzoudis 41-teen-titans 42-titans_tomorrow

dave-hoover

43-Ed Benes 44-francis-manapul 45-pin-up 46-mitch-foust 47-seabra 48-sexy 49-thony silas 50-tony daniel 51 ametista aquagirl Black_Canary_Caity_Lotz_and_Huntress_Jessica_De_Gouw dawnstar doutora-luz fogo goldstar paulo-siqueira precursora super-mulher

travis-charestcatherine-cobert

robin

Talia_al_Ghul tony-matta tsunami vigilante-III-patricia wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper-by-mike-packer

wallpaper-21

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

Superboy-Young-Justice

Superboy

Surgiu como uma versão adolescente de Kal-El, mas com o tempo ganhou importância e virou motivo de uma ferrenha luta judicial entre a DC Comics e a família Shuster.

Dizem as lendas que em 1938, Jerry Siegel havia proposto uma versão jovem do Superman pra DC Comics, mas a editora não havia aceitado. Porém com o sucesso de Robin e dos ajudantes o herói foi aprovado e surgiu na edição de More Fun Comics # 101, de 1944.

A arte era de Joe Shuster, pois Siegel estava servindo na Segunda Guerra Mundial e devido a falta de sua aprovação pro surgimento do personagem anos depois surgiu o famoso processo judicial.

Essa pendenga é muito chata e durou anos, mas se eu não estiver enganado recentemente a família Shuster teve causa ganha na justiça.

O Rapaz de Aço vivia suas aventuras em Smallville, era apaixonado pela ruivinha Lana Lang e tinha como amigo e confidente Pete Ross (que sabia de sua identidade secreta).

Devido ao enorme sucesso do personagem ele acabou ganhando uma outra edição somente com suas histórias Adventure Comics (1946) que acabou originando um título próprio do Garoto de Aço que durou anos.

Durante as aventuras que aconteceram nestas edições surgiu um famoso supergrupo da editora. A Legião dos Super-Heróis que também virou um grande sucesso a equipe do século XXX surgiu na edição Adventures Comics #247, de 1958. O grupo inicialmente formado pelos adolescentes Satúrnia, Relâmpago e Cósmico se uniram tendo como inspiração os feitos heroicos do Superboy.

Depois com a criação do Multiverso a editora se viu com o problema de explicar as aventuras desta época na cronologia do Homem de Aço e também de vários outros personagens. A solução foi criar a devastadora Crise nas Infinitas Terras que reformulou todos os heróis da Distinta Concorrente.

Pra piorar o problema não havia sido resolvido, pois com a afirmação que Superman nunca foi Superboy suas aventuras em conjunto com a LSH nunca existiram. Então John Byrne explicou que havia o Mundo Compacto que havia sido criado pelo Senhor do Tempo (o maior arqui-inimigo do grupo).

Então ele criou um universo inteiro pra enganar a Legião e toda vez que eles pensavam estar viajando pelo passado do nosso mundo. Na verdade estavam realmente indo pro mundo que inventou, porém o Superman acabou descobrindo tudo.

Havia uma máquina também criada pelo Senhor do Tempo que protegia o Universo Compacto da onda destruidora de antimatéria. O Superboy foi obrigado a confrontar o Azulão, mas usava apenas metade de sua força no combate (esse SB foi feito inspirado na versão da Era de Prata que era muito mais forte que sua versão adulta de 1986). O Superman entendeu o que estava acontecendo e logo a LSH levou o herói para ajuda-lo a enfrentar o Senhor do Tempo

Durante o combate entre eles a máquina que protegia da onda de antimatéria foi destruída e o Superboy sacrificou sua vida pra salvar seu mundo (morrendo como um verdadeiro herói).

Também durante os eventos da Crise ficamos conhecendo a Terra Primordial da qual surgiu o Superboy Primordial. Criado pelo escritor Elliot S! Maggin e pelo consagrado artista Curt Swan surgiu na edição DC Comics Presents #87, em 1986.

Neste universo os heróis da DC existem apenas nos gibis e ele no “mundo real” era seu único herói. Quando o foguete de Kal-El chegou na Terra foi encontrado por Jerry e Naomi Kent que o batizaram de Clark Kent (teve até uma discussão por causa deste nome). Clark cresceu como um menino normal e estava apaixonado por sua vizinha Laurie.

Algum tempo depois numa festa, Clark estava fantasiado de Superboy e a passagem do Cometa Halley fizeram seus poderes despertarem. Isto coincidiu com a presença do Superman na Terra Primordial e logo a onda de antimatéria chegou naquele universo destruindo-o totalmente.

O Superboy Primordial mesmo abatido por sua perda agiu como herói e lutou ao lado dos heróis remanescentes para destruir o Antimonitor na Aurora dos Tempos. No final como recompensa Kal-L e Lois Lane, da Terra-2, Alexander Luthor, da Terra-3 e o Superboy Primordial vão descansar num local paradisíaco (na verdade estavam jogados no limbo).

Só que durante a saga Crise Infinita que serviu como continuação e também pra homenagear a Crise de 1986. Tivemos o retorno dos personagens citados acima e uma nova crise no Multiverso. Mais podemos notar principalmente a mudança radical na personalidade do Primordial que tornou-se um louco, tirano e obsessivo para encontrar Terra perfeita e transforma-se num herói (pra mim ele é um dos maiores e também um melhores vilões da editora atualmente).

Durante as edições de O Retorno do Super-Homem tivemos o surgimento de quatro heróis usando o símbolo de diamante (e entre eles havia um novo Superboy).

Conner Kent foi criado por Karl Kesel e Tom Grummett ele havia sido criado pelo Projeto Cadmus como um clone do Azulão.  Esse herói metido a engraçadinho tem poderes de telecinésia tátil (podendo mover grandes quantidades de matéria, mas precisa encostar para agir) fato que faz para simular alguns dos poderes do Super como: voo e super-força.

Superboy vestia-se como um motoqueiro de jaqueta e óculos escuros e participou da primeira versão Justiça Jovem equipe na qual também participava Robin (Tim Drake) e Impulso (Bart Allen) as histórias eram muito divertidas. Logo alguns heróis deste grupo foram incorporados aos Novos Titãs e o resto faz parte da história…

Depois o Superboy teve revista própria com arte de Tom Grummet aonde era um namorador e mulherengo destaca-se sua namorada a repórter Tana Moon. Ele e a repórter brigavam bastante a coisa só piorou quando ele se envolveu com a vilã Nocaute (essas histórias aconteceram no Havaí).

Na verdade descobrimos que SB era um clone com metade do DNA do Super e a outra metade de Paul Westfield que era o diretor do Projeto Cadmus (depois mudaram pra Lex Luthor).  O vilão careca sempre quis ter um meta-humano que pudesse controlar e acabou conseguindo fazer uma lavagem cerebral em Kon-El nome kriptoniano do herói.

Infelizmente Conner Kent morreu durante a Crise Infinita enfrentando o terrível Superboy Primordial. O herói retornou no gibi A Legião de Três Mundos para enfrentar novamente o Primordial no séc. XXXI.

Como curiosidade durante Zero Hora, Conner Kent enfrentou um Superboy de outra realidade e se não me falha memória era sua versão Pré-Crise (que depois sumiu tão de repente como apareceu).

Em 2011, na excelente série animada Justiça Jovem, Superboy é salvo por Aqualad, Robin e Kid Flash da instalação secreta do Projeto Cadmus e formam uma equipe. Inicialmente o SB mostra-se arredio, muito arrogante e com problemas pra interagir com as pessoas, mas aos poucos vai mudando (durante os episódios ele e a simpática Miss Marte tornam-se namorados).

Algo totalmente diferente do que havia nos quadrinhos, pois ele namorava a Moça-Maravilha (Cassie Sandsmark).

Outra curiosidade em 1961 o seriado The Adventures of Superboy foi filmado, mas nunca teve exibição na telinha. Dizem as lendas que o ator John Rockwell que na época tinha apenas 23 anos. Aparentava ser velho demais pra interpretar o herói adolescente, vai entender?

O desenho As Aventuras do Superboy (1966–1969) que foi produzido pela Filmation teve apenas 34 episódios com duração de seis minutos cada. O herói adolescente tinha aventuras na companhia do fiel Krypto.

Em Superamigos tivemos duas aparições do herói. A primeira foi no epsódio “History of Doom”,  que mostra a origem de Lex Luthor.  E a segunda vez foi no episódio “Return of the Phantoms”, aonde três criminosos fogem da Zona Fantasma e voltam no tempo pra combater o jovem herói, mas Superman e o Lanterna Verde chegam pra ajuda-lo.

Durante a fraquíssima série televisiva The Adventures of Superboy que acontecia na faculdade durou de 1988 a 1992. Tivemos dois atores interpretando o personagem  John Haymes Newton e Gerard Christopher como SB e Lana Lang (Stacy Haiduk).

Smallville é uma homenagem direta as aventuras do herói da Era de Prata tanto que foi nomeado por aqui de As Aventuras do Superboy. É claro que o universo do Homem de Aço também foi homenageado diversas vezes, mas houve um episódio no qual tivemos a aparição do Superboy.

Ele era um clone de Lex Luthor (Michael Rosenbaum) que também tinha metade do DNA de Clark (Tom Welling) seu nome era Conner Kent e estava com a mesma roupa dos gibis.

Por último a série animada Superman e a Legião dos Super-Heróis mostra as aventuras do personagem no séc. XXXI.  Podemos notar claramente que o personagem é o Superboy, mas o processo judicial envolvendo os direitos dele ainda estava acontecendo (por isso mudaram o nome).

Nos episódios a LSH viaja no tempo para recrutar o Super pra lutar contra o crime, porém o herói ainda não desenvolveu direito seus poderes. E precisa da ajuda da Legião para aprender como se tornar um grande herói.

Nesta versão dos Novos 52 a origem do SB ficou bastante modificada, pois foi criado pela organização Momentum (e não há nenhuma ligação com o Cadmus). Por enquanto tudo sobre sua origem ainda é um mistério.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do Superboy que garimpei na web

0-more-fun-comics-101

superboy

1.1 1 2 3 4 5-jim-lee

babs tarr

6 7-jim-lee 8-phil noto 9.1-curt-swan 9-superboy 10-gary-frank 11 12-alan-davis 13-DC_Comics_Presents_87 14 15 16-Tana_Moon 17-francis manapul 18-Young-Justice 19-young justice 20-Superboy-Prime

babs-tarr

21-gary-frank 22 23-superboy-john-rockwell 24-superboy-1966 25-superboy-john-haymes-and-stacey-haiduk 26-superboy-Gerard-Christopher 27-smallville alex-ross batman-yale stewart bizarro bruce timm cameron-stewart Combatentes da Liberdade condor-negro crime-syndicate dc75th doom-patrol easycompany Elektron-alex-ross Etrigan firestorm jakeem-thunder lja-howard potter lja-international metamorpho-graham-nolan mister_miracle monstro-do-pântano-bruce timm rapina-e-columba Ray renegados sir-justin sja sjainfinita wallpaper 1 wallpaper-jla-x-avengers wallpaper-jsa

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

As Várias Mortes do Superman – Parte 3

A Morte do Super-Homem

A Morte do Superman – 1993

O kriptoniano já partiu desta pra melhor algumas vezes nos gibis, mas nenhuma delas foi tão emblemática e teve tanta repercussão quanto essa dos anos 90. Este é sem sombra de dúvidas um dos gibis mais importante de todos os tempos.

Se não me falha a memória a mídia tanto da TV quanto dos jornais caiu matando na notícia fato que chamou a atenção dos fãs e também de outras pessoas que não eram assíduas na leitura dos gibis.

A capa era bastante impactante, pois mostrava somente um fundo escuro e o símbolo do herói escorrendo sangue. Pra falar a verdade o Azulão não estava vendendo lá essas coisas então decidiram fazer isto pra bota-lo no topo novamente (e conseguiram).

A Morte do Super-Homem (The Death of Superman) teve participação de vários artistas como: Jon Bogdanove, Dan Jurgens, Tom Grummet, Jerry Ordway entre outros escritores.

A história já começa sinistra com o monstro abrindo caminho com murros de dentro da terra (depois esmaga um pobre pássaro e fica sorrindo, foi cruel!).

Por todo percurso que Apocalypse faz causa uma destruição avassaladora até que um caminhoneiro dá um aviso pelo rádio e Oberon escuta acionando a Liga da Justiça.

Nesta época a equipe era formada por Máxima, Gladiador Dourado, Fogo, Gelo, Guy Gardner, Besouro Azul e Bloodwynd (que depois descobrimos ser o Caçador de Marte).

O grupo parte no encalço do monstro enquanto o Azulão estava dando uma entrevista na telinha pra Cat Grant. Cat fala da Liga como Os Justiceiros e se não me engano foi o primeiro nome que a equipe teve aqui no Brasil. Enquanto isso o grupo segue o rastro de destruição causado pela criatura.

Apocalypse joga um servo morto na nave do Besouro causando enormes danos a aeronave. O primeiro a enfrenta-lo foi Guy sendo facilmente derrotado, Bloodwynd também tenta mais seu ataque não surte efeito nenhum.

No talk show o Super declara que não gosta de violência, mas é preciso utiliza-la para poder salvar os inocentes, ainda diz que tem medo de falhar e de morrer também. Durante a espantosa batalha Ted Kord é mortalmente ferido e o Gladiador Dourado é arremessado a quilômetros dali (é ele quem batiza o monstro com o nome de Apocalypse).

Enquanto, Máxima leva Ted pro hospital, Gelo tenta fazer algo contra a criatura, mas seus esforços são todos em vão. Num bairro residencial se dá o primeiro embate do Azulão contra o monstro. A destruição causada por ele é tão impactante e pra piorar ainda fez tudo isso com um braço preso, putz!

De todos os integrantes da LJA somente a Máxima “quase” conseguiu lutar em pé de igualdade contra Apocalypse e mesmo assim ela ainda tombou. O que se pode realmente notar é que toda a Liga em peso não conseguiu detê-lo e apenas o Super fica no seu encalço (lutando pelo caminho).

O monstro segue diretamente pra Metrópolis e o rastro de destruição causado por ele parece até ter sido feito por uma fúria da natureza de tão grande.

Mesmo com a ajuda da Supergirl (Matriz) e também da Maggie Sawyer e do Dan Turpin que pertencem a Unidade de Crimes Especiais (ou UCE) não deram conta da criatura.

A batalha entre ambos foi colossal com direito a vários murros e muitos socos potentes. O Azulão estava exausto mais prosseguia defendendo seu grande amor, seus amigos e também sua cidade.

No final com seu último suspiro o Homem de Aço pergunta se conseguiu deter o monstro implacável e Lois aos prantos diz que sim. Podemos notar que a narrativa é bem simples mostrando apenas o embate entre eles. E a comoção do final entre amigos e fãs do herói.

A Morte do Super-Homem é uma HQ importante, pois o maior de todos tombou contra um inimigo que parecia uma máquina de demolição. Mais pra ser sincero a mudança de artistas estragou um pouco do seu brilho.

Depois no período que o Homem do Amanhã estava “morto” tivemos quatro heróis substitutos que estavam usando sua insígnia: Aço (John Henry Irons), O Erradicador que se autoproclamava o “O Último Filho de Krypton”. Superboy, um clone do herói que havia fugido antes de atingir a idade adulta e o Superciborgue (Henry “Hank” Henshaw), uma versão ciborgue do Super que depois descobrimos estava aliado a Mongul e destruiu Coast City (a cidade de Hal Jordan).

Durante a destruição da cidade do Lanterna Verde tivemos o Retorno do Superman e depois infelizmente transformaram Hall em Parallax.

A morte de Kal foi um sucesso tremendo então virou mania termos vários outros heróis comendo capim pela raiz  e abrindo um filão que se tornou chatíssimo pra mim.

 death_dvd

O DVD

Em 2007 a DC Comics resolveu lançar uma versão animada para A Morte do Superman e podemos notar que ficou bastante diferente do que estava no gibi.

A aventura já começa com Lex enaltecendo as qualidades de Kal, mas destilando seu veneno por causa da benevolência dele. Simplesmente porque as pessoas adoram o herói e isto deixa o careca irritado.

Quando uma escavação comandada pela Lexcorp a procura de energia limpa encontra a nave onde Apocalypse estava enclausurado liberta acidentalmente a criatura que causa uma destruição assustadora.

O monstro mata tudo que está no seu caminho e segue direto pra Metrópolis. Só pra constar o nível de violência é um dos maiores que eu já vi em todas as animações da editora.

Aqui temos a versão do Super da Era de Prata com direito a robôs, ele demonstra ser muito inteligente e está tentando encontrar a cura do câncer. Um detalhe interessante é que Lois e Clark fazem uma DR (discutem a relação) na Fortaleza da Solidão.

A luta do Super contra Apocalypse é monumental, pois mesmo com o Azulão desferindo seus golpes mais poderosos. A luta é muito desgastante chegando a exaustão. Como última alternativa Kal leva o monstro até o espaço e retorna ambos numa bola de fogo flamejante causando um enorme impacto na cidade (finalmente o monstro tomba).

Então Kal dá seu último suspiro nos braços da Lois (mesmo tendo lido a HQ esta cena é muito triste). No funeral temos a presença do pessoal do Planeta Diário e também de diversos cidadãos. Até Lex Luthor a sua maneira sente a falta do seu arqui-inimigo.

A situação começa a mudar quando o Homem Brinquedo mantém crianças refém no alto do prédio. Lois tenta salva-las, mas no último momento o Super ressurge pra ajudar.

Claro que todos ficam eufóricos, porém Lex aproveitou pra criar um clone do herói e a situação começa a piorar quando após o assassinato de uma criança. Só pra constar, Lex também cria um clone do herói na fase de John Byrne (tornando-se a nova versão do Bizarro).

Voltando, o clone mata friamente o Homem Brinquedo tornando-se um fascínora ditador e maníaco por controle.

O verdadeiro Superman retorna graças a ajuda de um robô que recarregou sua bateria solar e a luta entre os dois pra descobrir quem merece ser o verdadeiro guardião de Metrópolis é fantástica.

Pra ser sincero eu estranhei o design do herói, porque está bastante modificado mostrando seu rosto mais magro e até o careca ficou diferente (da versão animada de Bruce Timm) .

Esta adaptação de A Morte do Superman deixou de fora várias coisas que aconteceram nos quadrinhos, mas mesmo assim as cenas de ação que apresentaram estavam ótimas (vale a pena assistir).

Relembre da segunda parte aqui.

Ober un evezhiadenn

Filed under As Várias Mortes do Superman – Parte 3

Imagens

z-disney-princess

Princesas de Lingerie

É interessante notar como as princesas da Disney vem ganhando o imaginário popular há décadas, mas alguns artistas exploraram nossas musas de uma maneira sensual e sexy.

Na galeria abaixo você irá encontrar pin-ups de: Elsa, Tiana, Branca de Neve, Merida, Esmeralda, Mulan, Aurora, Rapunzel, Tinker Bell entre outras totalmente mais calientes.

Camus Altamirano

camus-altamirano (1) camus-altamirano (2) camus-altamirano (3) camus-altamirano (4) camus-altamirano (5) camus-altamirano (6) camus-altamirano (7) camus-altamirano (8) camus-altamirano (9) camus-altamirano (10) camus-altamirano (11) camus-altamirano (12) camus-altamirano (13) camus-altamirano (14) camus-altamirano (15) camus-altamirano (16) camus-altamirano (17) camus-altamirano (18) camus-altamirano (19)

Biaani

biaani (1) biaani (2) biaani (3) biaani (4) biaani (5) biaani (6) biaani (7) biaani (8) biaani (9) biaani (10) biaani (11) biaani (12) biaani (13)

2-disney_princess_pin_up_by_blithegirl 3 4 5 6 7 8 9 malévola tinkerbell_final__by_t0gt0g

 

Ober un evezhiadenn

Filed under Imagens

Artista

wonder_woman_2013_by_iurypadilha

Misturados

Como sempre fico surfando pela web encontro diversos trabalhos espetaculares.

E escolho os artistas que demonstram pin-ups com um ótimo nível de qualidade.

Contemple na galeria abaixo a arte impressionante que encontrei de: Franchesco, Goodgirlart, J-Estacado, Mike Mahle, Serge Birault e Iury Padilha .

É só clicar no nome que você poderá conferir o trabalho deles

Franchesco

goddess_by_franchesco

francesco (1) francesco (2) francesco (3) francesco (4) francesco (5) francesco (6) francesco (7) francesco (8) francesco (9) francesco (10) francesco (11)

GoodGirlArt

good-girlart (1) good-girlart (2) good-girlart (3) good-girlart (4) good-girlart (5) good-girlart (6) good-girlart (7) good-girlart (8) good-girlart (9) good-girlart (10)

J-Estacado

christie_monteiro2_by_j_estacado

j-estacado (1) j-estacado (2) j-estacado (3) j-estacado (4) j-estacado (5) j-estacado (6) j-estacado (7) j-estacado (8) j-estacado (9) jungle_girl_by_j_estacado

Mike Mahle

mike-mahle (1) mike-mahle (2) mike-mahle (3) mike-mahle (4) mike-mahle (5) mike-mahle (6) mike-mahle (7) mike-mahle (8) mike-mahle (9) mike-mahle (10) mike-mahle (11) mike-mahle (12) mike-mahle (13) mike-mahle (14) mike-mahle (15)

Serge Birault

serge-birault (1) serge-birault (2) serge-birault (3) serge-birault (4) serge-birault (5) serge-birault (6) serge-birault (7) serge-birault (8) serge-birault (9) serge-birault (10) serge-birault (11)

Iury Padilha

wonder_woman_2013_by_iurypadilha

gotham_girls__zatanna_by_iurypadilha

yuri-padilha (1) yuri-padilha (2) yuri-padilha (3) yuri-padilha (4) yuri-padilha (5) yuri-padilha (6) yuri-padilha (7) yuri-padilha (8)

gotham_girls__huntress_by_iurypadilha-d7g4m37 gotham_girls__white_rabbit_by_iurypadilha

yuri-padilha (9)

Ober un evezhiadenn

Filed under Artista

Cosplay Girl

z-carrie-fischer

Princesa Leia

Ela é a maior musa nerd de todos os tempos. A princesa Leia Organa pertence a franquia cinematográfica mais famosa do universo.

Star Wars é simplesmente uma epopeia espacial que conquistou milhares, milhões, bilhões e trilhões de fãs ao longo das décadas.

Há dezenas de modelos que homenageiam a Princesa Leia confira nas imagens abaixo algumas que encontrei na web.

Mas você também irá encontrar outras famosas modelos como: Jessica Nigri, de Chapeuzinho Vermelho, Yaya Han, de Jessica Rabbit, MoonFoxUltima, de Kasumi, Bianca Beauchamp, de Silk Spectre entre outras

0-carrie-fischer 1.1-carrie_fisher

princess

1.2-carrie-fischer 1 2 3

4 5

6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37

foto

38 39 40-Olivia Munn

41-Alessandra-Torresani 42-Alessandra-Torresani 43-Liz-Katz 44-liz-katz 45 46 47-jessica-nigri

48-jessica-yaya-han 49-terry_by_nuna_aka_chris hinata-naruto  jaina solo jill valentine kasumi by moon fox ultima korra-avatar lara-croft-by-indhira-nunez mara-jade

Jade-MKIIImileena-mortal-kombat

the_18th_android

 misty-pokemon morrigan princess_daphne_by_alisa-kiss Princess_Knight_by_petraleao

star trek 1

star trek star_trek

princess-peach ramona-flowers rei-ayanami sailor silk-espectre-by-bianca-beauchamp

Ober un evezhiadenn

Filed under Cosplay Girl

Musas deTinta

z

Princesa Leia

“Há muito tempo atrás, numa galáxia muito muito distante”

A musa está eternamente guardada em nossos corações e na memória afetiva mundial pela presença marcante da atriz Carrie Fischer.

Leia tem uma personalidade bastante intransigente, mas seu forte senso de honra e sua coragem a tornam uma das personagens mais importantes da mitologia de Star Wars.

Ela é filha de Anakin Skywalker e Padmé Amidala e também irmã gêmea de Luke Skywalker. Leia foi adotado por Bail Organa que pertence a família real de Alderaan a fim de que fosse protegida das forças do Império Sith.

Quando ficou adulta, Leia uniu-se á Aliança Rebelde para lutar contra o Império Galáctico, mas em uma de suas missões foi capturada e levada pra estação espacial da Estrela da Morte.

Foi lá que teve a ideia de enviar uma mensagem de socorro pra Obi-Wan Kenobi através de R2-D2. O simpático robozinho cruzou o espaço ao lado do atrapalhado C-3P0 para encontrar Obi-Wan, em Tatooine.

Então Luke Skywalker os leva até seu velho amigo e partem numa viajem ao lado de Han Solo e Chewbacca abordo da nave Millenium Falcon, “a nave mais veloz da galáxia”, rumo ao planeta Alderaan. Depois de entrar na Estrela da Morte e conseguir salvar a princesa, Kenobi é morto na luta contra Vader. E surge como fantasma sempre aconselhando, Luke (alô, Jaga, do Thundercats cópia deslavada!).

Luke une-se a Aliança Rebelde e consegue usando a Força e também com o auxílio de Kenobi destruir a Estrela da Morte. Há uma confusão de sentimentos, pois Leia demonstra uma certa afeição por Luke beijando-o. Só que secretamente também se afeição por Han Solo (e o sentimento é mútuo).

A princesa esteve na batalha de Hoth e na batalha de Endor, porém quando tentavam se esconder em Bespin, a fim de encontrar Lando Calrissian. Solo foi capturado e congelado em carbonita (indo parar com Boba Fett, um caçador de recompensas).

Boba foi contratado por Jabba, the Hutt, pois Han devia dinheiro pra asquerosa lesma alienígena.

Luke retorna pra Tatooine a fim de resgatar seu amigo e Leia também tenta fazer alguma coisa, mas foi capturada. Sua bela aparição de biquíni é algo que ficou marcado no imaginário popular mundial pra sempre (se não me falha a memória a própria Leia acaba com a vida de Jabba).

Então algum tempo depois ela descobre que é irmã de Luke e conta que lá no fundo já sabia. No Universo Expandido após a batalha de Endor, Leia se casa com Han Solo, passando a se chamar Leia Organa Solo. Ela tornou-se uma importante diplomata que ajudou a implantar a Nova República e entrou pra Academia sendo treinada por seu irmão para tornar-se uma Jedi.

Han Solo e a Princesa Leia tiveram três filhos os gêmeos Jacen e Jaina e o caçula Anakin Solo. Jaina ao crescer virou uma ótima pilto de combate enquanto seu irmão Jacen caiu no Lado Sombrio da Força (e infelizmente Anakin morreu durante uma guerra).

A transformação de Jace levou a uma guerra civil que acabou obrigando seus pais a se voltarem contra ele.

Só pra fechar como curiosidade no episódio de Friends chamado de “The One with the Princess Leia Fantasy”, Rachel a personagem da belíssima Jennifer Aniston se fantasia de Princesa Leia para realizar a fantasia sexual do chato do seu namorado, Ross.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Princesa Leia que garimpei na web

princess-leia

princess-leiaprincess

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 15 16 17-steampunk 18

princess-leia

19 20 21 22 23 24 25 adam hughes 0 adam hughes 1 adam hughes 2 alan-gutierrez (1) alan-gutierrez (2) alan-gutierrez (3) arthur-adams bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm clemence-perrault ebas elias chatzoudis j scott campbell 0 j. scott campbell 1 j. scott campbell 2 j. scott campbell 3 jedi_slave_leia_by_otisframpton-d30nidl joe jusko joel-de-souza josh howard josh-howard kit_kit_kit 1 kit_kit_kit 2 marcio takara Otis_Frampton_Leia_Defends_Her_Boys rafael-albuquerque slave leia-by-blithegirl stephane roux torque-art-studio wallpaper 1-carrie-fischer wallpaper 2-carrie-fischer wallpaper-by-armando-huerta wallpaper-by-darwyn cooke wallpaper-by-j-scott-campbell wallpaper-by-mad-smile

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

z-luke-skywalker-mark-hamill

Luke Skywalker

“Que a Força esteja com Você”

George Lucas criou um universo incrível de ficção científica misturando cavalheiros medievais (com todo aquele conceito de ética, honra e dignidade) e naves espaciais futurísticas.

E nos presenteando com algo marcante e inesquecível. Como explicar a Força que torna um Cavaleiro Jedi um ser com habilidades muito superiores a de qualquer outro? Pra mim a força nada mais é do que fé, pois você precisa realmente acreditar para conseguir usa-la. E claro ser um escolhido para ter o treinamento especial para saber controlar este poder.

O sabre de luz é somente capaz de funcionar através da força utilizada por seu usuário e ve-los lutando parece uma dança mortal, mas bela e hipnótica que faz nosso coração acelerar quando vemos.

Dizem as lendas que Terence Stamp, o eterno General Zod que participou de Star Wars a 2° trilogia. Reclamou do diretor George Lucas, porque ele estava muito preocupado com os efeitos especiais e não em dirigir os atores.

É complicado julgar alguém apenas por isso, pois Star Wars é a maior franquia cinematográfica já feita gerando um universo expandido que continua a contar as histórias que vimos na telona. Ele é um visionário e talvez até um gênio, pois criar tanta coisa assim quase do nada não é tarefa simplesmente tão fácil.

Posso supor que sua mente está num processo a anos-luz de distância do que nosso General Zod possa pensar em cogitar.  E recriar algo tão importante assim não é para qualquer um.

Não é pra menos que Star Wars é a maior franquia cinematográfica da história com personagens que se tornaram mitos da cultura pop e com milhares de fãs ao redor do mundo (um fenômeno comparável somente a Star Trek).

Bom, eu prefiro a trilogia clássica que começa com o episódio VI ao invés da nova trilogia que conseguiu mostrar a trajetória trágica de Anakin Skylwalker (Hayden Christensen) tornando-se um dos vilões mais adorados da telona o terrível Darth Vader.

Li boatos que George Lucas já havia pensado nisso desde o início, mas pra ser bem sincero eu duvido. Essa mania de retcon existe nos quadrinhos há décadas e depois que Lucas fez isso tivemos diversos filmes que mostraram como tudo começou.

O Hobbit é um ótimo exemplo disso funcionando como prequel do Senhor dos Anéis, mas confesso que Smaug é fascinante e espetacular. Eu nunca iria imaginar que Peter Jackson conseguiria trazer algo relevante sobre uma franquia que já se tornou clássica.

Star Wars ou simplesmente Guerra nas Estrelas pros mais antigos é a epopeia espacial mais aclamada na cultura pop mundial.

Adorada e incensada por nerds de vários lugares é praticamente impossível não encontrar referência sobre a saga em algum site, desenho, série ou filme. Luke, Leia, Han Solo, Chewie, Darth Vader entre tantos outros estão marcados não apenas na cultura pop, mas em nossas vidas pra sempre.

A saga de Star Wars não foi fácil para ser levada pra telona, pois na época o projeto era grandioso demais e a tecnologia de efeitos especiais ainda estava engatinhando a passos lentos. Mesmo com os produtores da Fox reticentes Uma Nova Esperança, de 1977 alastrou-se como um vírus pirando a imaginação de todos (confesso que eu também fiquei quando assisti).

Na Trilogia Clássica acompanhamos as aventuras do jovem Luke Skywalker (Mark Hammil),  filho da Senadora Padmé Amidala e também de Anakin Skywalker. Infelizmente o Jedi, Anakin sucumbiu pro lado sombrio da força transformando-se no assustador Darth Vader, o maior inimigo do próprio filho (enquanto Amidala morre no parto dos gêmeos).

Luke é irmão da princesa Leia Organa e foi criado as escondidas por seus tios Beru e Owen Lars, em Tatooine. A vida do nosso herói começou a mudar radicalmente a partir do momento que seu tio Owen comprou os engraçadíssimos, R2-D2 e C-3P0.

Dentro do R2-D2 havia uma mensagem holográfica da Princesa Leia destinada para Obi-Wan Kenobi (Sir Alec Guinness). Ele acaba se apaixonado pela princesa, porém se lembra de seu amigo, Ben Kenobi por causa da similiradidade do nome. Quando levou a mensagem ele lhe contou que seu pai, Anakin Skywalker foi um importantíssimo Cavaleiro Jedi, mas que foi morto por Darth Vader (Luke recebe o sabre de luz do seu pai e ainda fica sabendo alguns detalhes sobre a Força).

O herói estava relutante para se juntar a Obi-Wan, mas quando seus tios foram mortos por soldados imperiais (decidiu entrar na missão e também treinar para tornar-se um cavaleiro).

Para resgatar Leia precisam de uma nave e contratam Han Solo (Harrison Ford), dono da Millennium Falco e seu copiloto o wookie, Chewbacca. Após destruir a Estrela da Morte, Luke se juntou a Aliança Rebelde.

Então, em 1980 tivemos O Império Contra-Ataca que conseguiu misturar de uma maneira única drama, comédia e aventura em sua trama. A situação estava ruim para as Forças Rebeldes, porque estavam sendo perseguidos por toda a galáxia pela Tropas Imperiais.

O filme apresenta momentos memoraveis como os enormes walkers imperiais e também o complicado treinamento de Luke em Dagobah pelo Mestre Yoda (lembro que gostei do seu modo de falar bastante enrolado). A presença do caçador de recompensas Boba Fett que captura Han Solo para Jabba que congela o piloto em carbonita.

O ápice do Império é a luta entre Vader e Skywalker na qual o vilão revela: Luke, eu sou seu pai!” É uma das cenas mais clássicas e reprisadas de todos os tempos (já vi diversas camisas com a inscrição).

Luke tem seu braço decepado e tenta até cometer suicídio. Ir pro fundo do poço é algo que lhe ajudaria depois a ter motivação para se tornar um grande herói. Mais realmente o que impressiona nesta produção são os efeitos especiais demonstrando vastas paisagens e cenários belíssimos, principalmente no planeta Bespin (Cidade das Nuvens).

O Imperio Contra-Ataca é um daqueles filmes que você viaja enquanto está assistindo e depois nunca mais consegue esquecer. Por último foi a vez de O Retorno de Jedi (1983) que fechou a famosa trilogia.

Luke retorna para Tatooine para resgatar Han Solo que está sob o domínio de Jabba, o Hutt (e encontra Leia que também foi capturada).

Só que pra piorar a situação o Império Galáctico está construindo uma nova Estrela da Morte muito mais poderosa que sua versão anterior.

Nesta aventura temos a bombástica revelação de Yoda que Luke e Leia são irmãos. Porém o clima fica tenso quando, Luke e Vader precisam se confrontar novamente (diante do Imperador Palpatine).

Além destes acontecimentos eu sinceramente lembro que adorei as cenas velozes de perseguição dos speeders na lua de Endor. No entanto outra coisa que se destaca é a presença dos encantadores Ewoks que são uma tribo de ursos inteligentes que também moram na lua da floresta de Endor.

É por causa da ajuda deles que a Aliança Rebelde consegue derrota o Império Galáctico e consegue destruir o gerador de escudo da segunda Estrela da Morte.

A popularidade dos bichinhos foi tão grande que acabou rendendo uma série animada que foi transmitida pela Rede Globo (no antigo programa Xou da Xuxa, em 1985).

O Retorno de Jedi mostra reconciliação entre pai e filho, pois Vader salva seu filho de ser assassinado por Palpatine. A melhor parte é que consolida e também consagra a transformação definitiva de Skywalker num importante Cavavaleiro Jedi, pois ao lutar contra a tentação do Lado Sombrio da Força consegue afirmar seu caminho.

A saga de Star Wars rendeu diversos livros e gibis que ajudaram a contar outras histórias dos personagens após a Trilogia Clássica algo que ficou conhecido como Universo Expandido.

No UE após O Retorno de Jedi, Luke ajudou a reestruturar a Nova República e também criou a Academia Jedi (procurando novos discípulos pra ensinar os caminhos da Força).

Sua academia funcionava em Yavin-4 e ele tornou-se o Grande Mestre da Ordem Jedi, lugar que pertenceu ao Mestre Yoda. A parte interessante é que nosso herói se casou com Mara Jade, ela era uma assassina de elite contratada telepaticamente para matar Luke.

Só que ao longo do tempo e das batalhas o ódio de Mara passou para admiração e ambos se apaixonaram. Como Jade também era uma sensitiva da Força foi treinada para se tornar uma Jedi e quando se casaram tiveram um filho conhecido como Ben Skylwalker (uma homenagem ao Obi-Wan).

Como curiosidade o nome “Annikkin Starkiller” tinha sido cogitado para ser do nosso herói.  Após a consagradíssima saga de Guerra nas Estrelar o ator, Mark Hammil nunca viu sua carreira decolar em Hollywood, mas trabalhou no seriado do Flash dos anos 90. Interpretando o vilão Trapaceiro e também é lembrado por sua dublagem do Coringa na série animada do Batman (1992).

E só pra fechar a música tema de Star Wars composta pelo consagrado John Williams é simplesmente fantástica.

Confira na galeria abaixo algumas imagens de Luke Skywalker e Star Wars que garimpei na web

0 1 2 3 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Anakin_Skywalker_by_verucasalt82 arthur-adams han solo-by-alexandre salles Han_Solo_by_verucasalt82 Imperador-Palpatine lando-calrissian luke- skywalker-paul harper Mara_Jade_by_ldylore naves Obi_Wan_by_verucasalt82 Obi-Wan obi-wan_kenobi padme-amidala-by-john-tyler-christopher STJ€RNORNAS KRIG robert-hendrickson Star Wars 1 Star Wars 2 Star Wars 3 Star Wars 4 Star Wars 6 star wars Star_Wars_adam-hughes

darth-vader-by-greg-horn

star_wars_episode_three star-wars-sith-lord-by-florent-belonte wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 6 wallpaper 9 wallpaper 10 wallpaper 11 wallpaper darth vader 1 wallpaper darth vader 2 wallpaper-adam-hughes wallpaper-by-joe-corroney wallpaper-mestre-yoda wallpaper-star-wars

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

As Várias Mortes do Superman – Parte 2

superman

O Que Aconteceu com o Homem de Aço? – 1986

 É um dos maiores clássicos do herói de todos os tempos que homenageia e também decreta o fim da Era de Prata do personagem (no original em inglês Whatever Happened to the Man of Tomorrow?). Nesta HQ vemos todos os personagens que passearam por suas páginas durante aquele período.

Logo depois no pós-Crise, John Byrne veio com a reformulação do Azulão na minissérie Super-Homem: O Homem de Aço.

A ideia de fazer algo deste tipo foi do editor Julius Schwartz que desejava definir todos os acontecimentos e pontas soltas nas histórias do herói.

Schwartz decidiu convocar Alan Moore que interpretou a história como se fossem as últimas edições de Superman e Action Comics do personagem (por isso temos a presença de todos os coadjuvantes do kriptoniano na HQ).

Pra desenhar não poderia ser ninguém menos que Curt Swan, pois o artista ajudou a criar a forma definitiva de apresentar o Superman como nós conhecemos (além de ter trabalhado por mais de 30 anos com o herói). E ainda temos como arte-finalista George Pérez e Kurt Schaffenberger.

A história começa após dez anos da “morte” do Superman com Lois sendo entrevistada pro Planeta Diário pelo repórter Tim Crane (ela está casada com Jordan Elliot e também tem um bebê).

Um detalhe interessante é que a narrativa acontece no ano de 1997 e a partir de então ficamos sabendo o que aconteceu nos “Últimos Dias do Superman” (é uma óbvia homenagem a edição dos anos 60).

O Azulão estava voltando do espaço e se deparou com uma enorme destruição causada pelo Bizarro n° 1. Ele com sua forma invertida de falar dizia que falhou em ser uma cópia do herói.

Bizarro destruiu todo seu planeta e ainda de quebra usou a kriptonita azul para se matar (a situação era estranha mais ainda iria piorar).

No estúdio da GBS TV, Clark recebeu uma caixa com action figures do Superman. De repente eles ganharam vida e atingiram , Clark em cheio revelando sua identidade secreta pra Lana e todos que estavam lá.

1

O Mestre dos Brinquedos e o Galhofeiro haviam conseguido arrancar de Pete Ross. Lembrando que na adolescência Pete era o melhor amigo de Clark, em Smallville (e diante da confissão mataram o rapaz).

A trama de Alan Moore mostra alguns dos vilões mais idiotas da mitologia do herói tendo ações mortíferas e assustadoras.

Curt Swan consegue demonstrar o ódio de Brainiac e LL para realmente derrotar o Azulão .

Com a revelação o Superman não poderia mais usar seu disfarce abandonando-o pra sempre. O Homem de Aço demonstrou uma aflição crescente ao perceber o que fariam seus piores inimigos daquele momento em diante.

Então vemos Lex Luthor encontrar a cabeça desaparecida de Brainiac que se apossou do corpo do careca (pra concluir um plano diabólico).

Dias depois uma multidão de Metallos invade o prédio do Planeta Diário, Jimmy convoca o herói através do relógio sinalizador (e temos a clássica cena do Superman salvando Lois da morte certa).

O globo do Planeta é magnetizado para atrair os Metallos. Então notando que as coisas só iriam piorar. O Super decide levar todos os seus amigos pra Fortaleza da Solidão querendo deixa-los em segurança.

A parte interessante é notar como Perry, Lois, Lana e os outros reagem ao fim praticamente inevitável. Lana e Lois que durante a Era de Prata nunca foram amigas. Acabam repetindo também o feito de os “Últimos Dias do Superman”, pois deixam as diferenças de lado para se reconciliarem.

Brainiac manipulando LL, convoca o Homem de Kriptonita levando-o para a Fortaleza e nela Kal continua apreensivo desabafando com Kripto. Até que uma bolha temporal surge com a Supergirl e a Legião dos Super-Heróis e Brainiac 5 dá um presente pro herói.

supergirl

A Supergirl estava toda feliz pensando que iria encontrar a sua versão daquela época, mas ela havia morrido durante a catastrófica Crise, de 1985. A LSH se despede toda triste, pois sabiam da verdade de que algo ruim iria acontecer ao Superman naquele dia (ao final da primeira parte vemos o herói sentado chorando).

Na segunda parte, Lois continua a dar entrevista pra Tim Crane. Até que de repente entra na sala Jordan Elliot, o marido de Lois, mas na verdade essa é a nova identidade secreta de Kal.

Jordan cumprimenta o repórter enquanto, Lois relata o que aconteceu. Ela, Lana, Jimmy, Perry e Alice assistem ao Super derreter a enorme chave dourada que abre a Fortaleza. Assim que a nave de Brainiac aterriza surge uma outra bolha do tempo mais desta vez com a Legião dos Supervilões.

Eles vieram do futuro pra assistir a derrota do Azulão e contam que todos os heróis da Terra viriam acudi-lo. Então Brainiac projeta um campo de força impenetrável ao redor da Fortaleza.

Os heróis tentam ajudar, mas a iniciativa não dá em nada. Enquanto isso Superman e Kripto se esforçavam pra destruir o campo de força (sem êxito também).

Kal assustado foi desabafar com Perry e conta sobre sua falta de atitude ao explicar seus sentimentos para Lois e Lana. Em outra parte da Fortaleza Jimmy e Lana procuravam alguma forma de conseguir superpoderes par ajudar na batalha crucial que logo estaria pra acontecer.

Jimmy tomou o soro do Rapaz Elástico enquanto Lana se banhou num tanque que lhe conferiu os mesmos poderes do Azulão. Então ela ouve a confissão de Kal que afirma ser Lois o grande amor de sua vida (enquanto ela foi sua paixão adolescente).

Enfurecida Lana ataca o Homem de Kriptonita e Jimmy tenta desligar a máquina de campo de força. Num ato de desespero total, Lex pede a Lana que o mate. Mesmo ressabiada ela quebra o pescoço do careca, porém o Rei Cósmico retira os poderes dela (e o Lorde Saturno a mata eletrocutada).

Jimmy também é morto por Brainiac, porque foi só a mente de Luthor que se perdeu. A parte estranha é que mesmo com a máquina destruída o campo de força ainda se mantinha firme. Uma explosão abre um rombo na parede da Fortaleza e o Homem de Kriptonita enfrenta Kripto.

O Super Cão se sacrifica matando o vilão, porém também tomba devido a radiação mortal (é uma cena muito triste!).  A Legião dos Supervilões revela pro Super que Lana está morta e assim que notam que ele estava revoltado tratam rapidamente de fugir e retornar pro seu próprio tempo.

superman-happy-ending

Kal segue eles pra fora e se depara com uma cena dantesca. O corpo de LL sofrendo de Rigor Mortis e tombando sem vida (com a cabeça de Brainiac sobre seu crânio).

A cabeça do robô ainda tenta algo contra Kal mais também cai sem vida. Superman se questiona que de todos os vilões somente um não havia aparecido chamando seu nome.

Por mais incrível que possa parecer o mestre desta façanha macabra toda tinha sido aquele anãozinho da Quinta Dimensão. Antigamente ele só pegava peças no herói perdendo sempre pra sua inteligência. MXY se alterou pra uma forma aterradora querendo destruir seu arqui-inimigo. Kal e Lois fugiram pra dentro da Fortaleza (então ele se lembrou do presente da LSH).

Kal usou o Projetor da Zona Fantasma atingindo-o em cheio. Em seu desespero MXY disse seu nome ao contrário só que o raio unido a magia destruíram-no pra sempre.

Depois Superman estava pesaroso e desabafou pra Lois dizendo que ninguém nem mesmo ele tinha o direito de matar. Pra quem reclamou que o herói não mata eis aqui mais uma prova que isso acontece nos gibis.

Voltando, logo Kal entra numa sala com kriptonita dourada, o efeito desta pedra se não me engano retira pra sempre os poderes de um kriptoniano (após isso Lois afirmou que nunca mais viu o Super). Ela termina sua história relatando a tristeza dos heróis ao encontrarem o estrago devido a muitas morte e destruição na Fortaleza.

No final da entrevista Crane pergunta se Lois acredita que o herói esteja vivo. Ela afirma com convicção que o viu morrer (e na verdade ela viu Kal atravessar a porta só isso).

Ao levar o repórter pra porta de casa Lois está na companhia de Thomas que segura seu filho Jonathan no colo. Então, Lois pergunta pro herói se ele se habituou mesmo com uma vida normal (já que desdenhou do seu “eu” passado com o jornalista).

A piscada quando fecha a porta pra mim sugere que o Superman as escondidas ainda continua salvando o mundo. E vemos que Jonathan possui os mesmos poderes que o herói ao transformar uma pedra de carvão num diamante.

O Que Aconteceu ao Homem de Aço? É uma história sensacional que mexe com o nosso psicológico, principalmente, porque a morte de vários coadjuvantes dele acaba tornando-a muito marcante.

A arte detalhada de Curt Swan ajuda nessa viagem ao mostrar as reações dos personagens com a iminente morte do herói. É uma edição obrigatória na estante não só pros fãs do Azulão, mas pra qualquer leitor de gibis.

Relembre a primeira parte aqui.

Ober un evezhiadenn

Filed under As Várias Mortes do Superman – Parte 2