Category Archives: Musas de Tinta

Musas de Tinta

z-raf marinetti

Sonja, a Guerreira

A heroína surgiu inicialmente como uma versão feminina do Cimério, mas com o passar dos anos ganhou aventuras fantásticas e mitologia própria.

Red Sonja foi inspirada num livro de Robert E. Howard, mesmo criador de Conan, O Bárbaro. A história “Red Sonya de Rogatino“, contida no conto “The Shadow of Vulture” (1934).

Um aspecto interessante é que a Red Sonya do conto viveu no séc. XVI enquanto nossa musa tinha suas aventuras há 10.000 anos A.C.

Red Sonja surgiu na Marvel pelas mãos do roteirista Roy Thomas e do artista Barry Windsor-Smith surgindo na edição Conan the Barbarian #23, em 1973.

A heroína é famosa por seus cabelos ruivos e seu provocante biquíni-armadura prateado, de argolas reluzentes. Como curiosidade na primeira história seu traje é uma blusa de malha e calças curtas de seda vermelhas. Porém o biquíni é o seu “uniforme” mais reconhecido e preferido entre os fãs.

Assim como o Cimério, Sonja também viveu na famosa Era Hiboriana e nasceu na Hirkânia. Seus pais moravam numa fazenda e sua família era bastante simples, mas seu pai já foi um mercenário.

Ele fazia questão de ensinar aos filhos homens como manejar uma espada, porém Sonja como menina podia apenas assistir aos ensinamentos. Ela ficava com raiva por não poder participar e durante a noite treinava escondida tudo que o pai ensinava aos irmãos.

Até que num dia, um grupo de mercenários veio convidar seu pai para uma missão, em Khitai. Ao recusar o convite foi assassinado pelos ex-companheiros e também por crueldade mataram sua esposa e filhos.

Nesta tragédia, infelizmente, Sonja foi violentada pelo líder do grupo e sua casa foi incendiada. Ela conseguiu se salvar de ser queimada enrolando-se num cobertor molhado. Quando saiu em disparada quase desmaiou e teve a visão de uma deusa que ao ouvir seu sofrimento apiedou-se dela e veio ao seu auxílio.

A deusa contou que lhe ofereceria força e coragem para tornar-se uma guerreira, mas teria que jurar não permitir que nenhum homem lhe tocasse. A menos que perdesse num combate, Soja aceitou a condição sendo tocada pela espada da deusa transformando-se em outra pessoa.

Caminhando pelo mundo, Sonja oferecia seus serviços como mercenária a quem lhe pagasse melhor.

Nos gibis antigos Conan e Sonja tiveram várias aventuras juntos. Sempre rolava um clima entre eles, mas Conan nunca chegou a derrota-la de verdade. Sonja demonstrava ter um interesse muito grande no Cimério.

A primeira atriz a interpretar Red Sonja foi Brigitte Nielsen, em Guerreiros de Fogo (1985).

Na história que segue “quase” fielmente a origem dos quadrinhos. A família de Sonja é praticamente exterminada a mando da rainha Gedren (Sandahl Bergman). A rainha deseja conseguir um talismã que lhe concederá poderes inimagináveis.

Em sua busca por vingança, Sonja encontra Kalidor que a ajuda e por quem acaba se apaixonando. O filme mostra estranhamente Swarza como Kalidor ao invés de Conan (eu nunca entendi a mudança drástica).

Guerreiros de Fogo é considerado um dos piores filmes já feitos servindo apenas pra assisti-lo como curiosidade, pois chega a ser bem inferior as antigas produções do Cimério.

Anos depois no seriado televisivo, Conan: O Aventureiro, estrelado por Ralf Moeller, a segunda atriz a interpretar Sonja foi Angelica Bridges.

Em 2009, estava rolando na web um boato que a atriz Rose McGowan iria interpretar nossa musa. Tivemos diversas imagens promocionais sendo mostradas, no entanto a produção não deu em nada.

Também tivemos outro boato de uma adaptação que iria pra telona em 2012, a atriz Amber Heard é quem interpretaria a heroína, porém a produção novamente naufragou.

Nos quadrinhos, Sonja esteve em parceira com o Homem-Aranha duas vezes. O primeiro crossover foi publicado em Marvel Team-Up 79, em 1979. Nesta aventura Mary Jane ao empunhar uma espada mágica transforma-se em Sonja que luta ao lado do Aracnídeo contra o feiticeiro Kulan Gath.

Após vários anos sendo publicada pela Casa de Ideias, Sonja mudou pra Dynamite Entertainment, aonde temos o segundo encontro com o Cabeça de Teia que foi publicado em duas partes com a dupla enfrentando mais uma vez Kulan Gath e Venom, em 2007.

A novidade é que recentemente suas aventuras são como rainha da Hirkhânia (Queen Sonja).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da  Sonja que garimpei na web

 0.1-red-sonja 0 1.0 1.1 1.2-red-sonja-brigitte-nielsen 1.3-red-sonja 1.4-red-sonja-brigitte-nielsen 2.1-red-sonja_angelica-bridges 2.2 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 15 17 18 19 20-red_sonja_by_agr1on 21 22 23 24 25 26 27-alex-ross 28 29 30-ed benes 31-arthur-adams 32-red_sonja_by_buchemi 33-ebas 34-marcio abreu 35-Red_Sonja_39_page_22_by_wgpencil 36-belit 37-elias_chatzoudis

elias-chatzoudis

38-J-Scott-Campbell 39-marcio-abreu 40 41 QueenSonja01:Layout 1 43Conan_RedSonja_2

esad-ribic

44 angela Aurora betty-swanson black-cat-by-j.-scott-campbell blackwidow_by_artgerm BURGOS___HAWKEYE_female_by_DeadDog2007  deathcry pepper-potts polaris red_she_hulk_by_genzoman Rikki_Barnes_by_rafaelalbuquerqueart sage

500

serpente-da-lua sharon-carter sheena-joseph michael lisner she-hulk-ed-benes silk Silverfox storm-by-dash-martin wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper by alex ross wallpaper by j. scott campbell wallpaper-red_sonja_by_felipemassafera

Advertisements

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

bruce-timm

Batgirl

Se engana quem pensava que nossa musa Barbara Gordon foi a única heroína a usar este codinome.

A primeira foi Betty Kane, sobrinha de Kathy Kane (a Batwoman, da Era de Prata). Betty decidiu virar combatente do crime após descobrir a identidade secreta da tia. E, porque também estava perdidamente apaixonada pelo Robin (Dick Grayson).

A primeira atriz a interpretar Batgirl na telinha foi Yvone Craig no seriado televisivo do Morcegão, nos anos 60. Na série Bárbara Gordon é uma bibliotecária, filha do comissário Gordon.

Somente Alfred sabia de sua identidade secreta, algo que nem Batman e Robin conheciam. Mais também acontecia o contrário, pois Babs também desconhecia a identidade dos heróis.

Os produtores decidiram incluir nossa heroína na segunda temporada do programa para alavancar sua audiência. Mais mesmo com sua bela presença depois de algum tempo a série foi cancelada.

Devido ao enorme sucesso da heroína televisiva, Barbara migrou pros gibis surgindo em Detective Comics # 359, de 1967. Babs foi criada por Gardner Fox e Carmine Infantino (nesta versão ainda era bibliotecária e também continuava como filha do Gordon).

Inicialmente, Batgirl era apenas uma versão feminina do Homem-Morcego, mas com o passar dos anos foi evoluindo para uma heroína consagrada no mundo nerd.

Nos anos 80, nossa musa era conhecida como Bat-Moça e se eu não me engano havia uma parceria com a Super-Moça (elas eram amigas próximas).

Após a Crise nas Infinitas Terras mudaram a origem de Bárbara, pois ela havia se tornado sobrinha de Gordon (sendo adotada por Jim quando seus pais morreram).

A história mais famosa sobre Babs foi na clássica A Piada Mortal que mostra a origem do psicopata Coringa. O Palhaço do Crime havia atirado em Barbara deixando-a paraplégica e pra piorar a história insinua que tenha estuprado nossa heroína. Como se apenas essa violência hedionda ainda não tenha sido o bastante.

O Sr. C também havia sequestrado o Comissário Gordon com a intenção de deixa-lo perturbado mostra as fotos de Barbara. A edição é densa e pesadíssima sendo sem sombra de dúvidas considerada uma das melhores de todos os tempos na mitologia do Batman.

Barbara deixou o combate ao crime, mas assumiu o codinome de Oráculo, uma hacker expert em computação (auxiliando com informações tanto o Batman quanto diversos heróis quando necessário).

Então, Barbara formou a Aves de Rapina, um grupo de super-heroínas que age sob sua supervisão. A  Poderosa foi sua primeira agente que deixou a equipe devido a um caso em que várias pessoas morreram. Quando a Canário Negro entrou pro grupo a situação melhorou, logo depois tivemos a Caçadora e também Lady Falcão Negro.

A piloto Zinda Blake fez parte do grupo “Falcões Negros” durante a Segunda Guerra Mundial, em 1959. Mais por algum motivo misterioso ela viajou pro presente depois da confusa saga Zero Hora (e passou um tempinho atendendo no bar Warrior’s, de Guy Gardner).

Bom, o sucesso da equipe nos gibis fez surgir um seriado homônimo na telinha, em 2003. A atriz Dina Meyer, interpretou nossa heroína. A Batgirl surge apenas em flashback, pois atua somente como Oráculo.

Outra atriz que interpretou a Batgirl foi  Alicia Silverstone, no infame Batman & Robin, de 1997.  A grande diferença é que mudaram seu nome pra Barbara Wilson, sobrinha de Alfred. Outras mudanças foram em seu uniforme e atitudes inspirados na Caçadora dos gibis.

A primeira aparição da heroína numa série animada foi na produção da Filmation, em 1968. Depois voltou em The New Adventures of Batman, no qual dividia aparições com o chato do Bat-Mirim, em 1977.

Na série animada do Homem-Morcego dos anos 90, Babs atuava como Batgirl e havia suspenso no ar que tinha algo a mais entre Dick e ela.

Em Batman do Futuro, Babs também envelheceu e se tornou a Comissária de Polícia.

Só pra fechar temos outra aparição na excelente Justiça Jovem, Barbara atua na equipe.

Além de Barbara, Cassandra Cain, Stephanie Brown e Helena Bertinelli também assumiram o manto de Batgirl.

Só pra fechar podemos comemorar atualmente, porque depois da reformulação dos Novos 52 (Babs está andando novamente e voltou a agir como nossa heroína preferida).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da  Batgirl que garimpei na web

0

0.1  1.0 1.1 1.2 1.3 1.4-batgirl-birds-of-prey-dina-meyer 1.5-oráculo-dina-meyer-birds of prey 1 2 3 5 6 7 8 9 DC05 11 12 13 14 15 16 18 20 21 23-sheldon-moldoff 24-batgirl_young-justice 25-batgirl-cassandra 26-batgirl-steph 39-huntress-batgirl27-dc_animated 28-batgirls 29-birds-of-prey 30 31

batgirl_by_brianskipper batgirl_by_yamaorce

32 33 35-black-canary-bruce timm 36-paulo-siqueira 37-lady blackhawk-ed benes 38  alex-ross artgerm aves-de-rapina bat-family Birds_of_Prey bruce-timm dave hoover 1 dave hoover 2 ebas ed-benes

1314 15-des-taylor 16-jose-luiz-garcia-lopez

elias_chatzoudis j. scott campbell jeremy dale kit kit kit

17-marcio-takaramarcio takara mike-deodato-jr. phill noto raf marinetti 1 raf marinetti 2

lorena_carvalhosexy

 wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper-batgirl-the-huntress wallpaper-batwomen_by_windriderx23 wallpaper-birds-of-prey wallpaper-by-jose-luis-garcia-lopez

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

 z-malin-akerman

Espectral II

Silk Espectre foi criada como uma versão da Sombra da Noite (Nightshade, Eve Eden ), e também da Lady Fantasma ambas heroínas da Charlton Comics.

A grande diferença é que há também uma homenagem a Canário Negro, pois temos a mãe e filha como heroínas.

A primeira Espectral foi Sally Juspeczyk, uma garçonete e dançarina que decidiu mudar seu nome para Jupiter a fim de esconder sua ascendência polonesa.

Sally Jupiter começou a combater o crime ainda cedo, pois tinha apenas 18 anos de idade. Em 1938, foi considerada uma sex symbol. Devido a isso tanto vilões quanto criminosos não se importavam em serem presos por ela.

Espectral foi convidada pelo Capitão Metrópolis para se juntar aos Minutemen, em  1940.

Sally é protagonista de uma das cenas mais marcantes e impactantes da história dos quadrinhos, pois o Comediante abusou dela sexualmente. Ela foi salva graças a intervenção do Justiça Encapuzada que chegou até a posar de seu namorado para ninguém mais incomoda-la.

No ano de 1947, Sally pendurou seu uniforme casando-se com seu agente, Laurence Schexnayder. Dois anos depois sua filha nasceu (Laurie também é filha do Comediante).

No filme de 2009, Sally Jupiter foi interpretada pela atriz Carla Gugino. Sua imagem de pin-up ficou famosa na web e rodou pelo mudo todo.

A segunda Espectral é Jane Laurel, porém ficou conhecida mesmo como Laurie Juspeczyk. Espectral participou da equipe popularmente chamada de Watchmen e sua principal característica é detestar a vida de heroína. Só entrou nessa por causa da insistência de sua mãe (temendo desaponta-la).

Mesmo assumindo legado de sua mãe, Laurie não queria essa vida pra si sendo algo que a deixava bastante amargurada. Agindo como heroína virou parceira do Dr. Manhattan com quem teve uma relação confusa. Principalmente quando,

Osterman passou a ter conflitos com sua humanidade e sentido de sua existência, pois estava perdendo o senso do que é ser como nós.

Laurie tinha constantes desavenças com sua mãe, pois a imagem dela de sex symbol foi usada pra diversos artigos pornográficos (revistas e filmes). Já que a idade estava chegando ela só tinha estas lembranças de seu passado glamoroso.

A Espectral II só passa realmente a ter uma vida “normal” quando rompe com Osterman. Laurie vai morar com Dreiberg e começa a viver um relacionamento com o Coruja II.

Ambos retiram a poeira de seus uniformes salvando os moradores de um edifício em chamas. A adrenalina do momento fez eles terem sua primeira noite de sexo e algum tempo depois a dupla invade um presídio para libertar, Rorschach. A intenção é deter Ozymandias que se tornou uma ameaça global.

Como curiosidade assim como a primeira Canário Negro não tinha super poderes e sua filha tem. A mesma coisa acontece com a segunda Espectral, Laurie possuiu força de nível atlético e uma grande habilidade de combate.

Na telona, Espectral II foi interpretada pela atriz Malin Akerman.

A edição Antes de Watchmen: Espectral conta com arte de Darwyn Cooke e roteiro de Amanda Conner.

Durante os anos 60, Laurie precisa conviver com o fardo que sua mãe foi uma grande heroína. Sally deseja que sua filha siga pelo mesmo caminho, mas Laurie foge pra San Francisco em busca de liberdade para conhecer a si mesma.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Espectral que garimpei na web. E também de outras musas dos desenhos animados como: Wanda, Carmen SandiegoKim Possible, Ariel, Leela, Senhorita Belo, Judy Jetson, Ginórmica, Mavis entre  várias outras

 Watchmen 1 2 3 4 5 6 7-carla-gugino untitled 9-silk-spectre 10 11.1 11-The_Minutemen_1940 12 13 14 15 16-bruce-timm 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27-velma 28 29 30-wanda_by_twisted_persona 31-mandie__s_moonlit_moon_by_coonfoot 32 33 34 adventure-time atom-eve Atomic_Betty_by_pungang babydoll bad_girls_by_prdart betty-and-wilma Carmen_Sandiego_by_CallMePo daphne dexter_s_mom_by_phillip_the_2 dra.-manhattan fionna_and_cake_by_irogh frankie_by_erohd frozen_by_kr0npr1nz gadget_commission_by_erohd ginórmica herculese_by_camusaltamirano hotel_transylvania__halloween_mavis_by_grimphantom Jessie_Sketches_by_dreamwatcher7 judy_jetson_by_papawaff -kim_is_possible_by_callmepo lisa-simpson-by-strike-force majin-boo merry_milf_mas_by_dzappa7778 minerva_mink_by_darthblinx mrs_bellum_by_papawaff paulina_by_julbrossi princess-ariel ready_for_school_by_dzappa7778 Sam_Phantom_by_JaviDLuffy tinker-bell total_drama_dating_sim_by_cobraseal UltraGirl_by_suppa_rider Watchmen - Die Wächter - Szenenbild Wallpaper 2-watchmen__Silk_Spectre_by_Pechan wallpaper 3-Silk-Spectre-II wallpaper-leela

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Mary Jane Watson

“Encare isso, Tigrão… você tirou a sorte grande!”

Frase icônica e clássica dita pela ruiva mais sensual dos gibis, MJ surgiu como coadjuvante do Cabeça de Teia em Amazing Spiderman # 25 (1965). E para segurar o interesse dos leitores nas primeiras cenas o rosto de MJ não aparecia.

A estratégia de Steve Ditko era mostrar somente parte de seu corpo e o rosto ficava encoberto pelo cenário (então na edição 42 tivemos o vislumbre de seu belo rosto).

Dizem as lendas que o relacionamento com Betty Brant não estava legal, pois ela culpava o Homem-Aranha pela morte de seu irmão. E os artistas da época decidiram criar um novo par romântico pro herói, mas havia um impasse entre Stan Lee e Steve Ditko quanto a aparência da personagem.

Enquanto Lee queria que fosse bonita, Ditko pensava numa versão mais real e que seria melhor que fosse feia (esta pendenga durou alguns meses). Foi apenas por isso que MJ aparecia sempre com seu rosto encoberto.

Mary Jane é a filha mais nova de Philip e Madeline Watson que tinham um relacionamento conturbado com várias brigas (e sua irmã mais nova é Gayle).

As culpadas para que houvesse algo entre MJ e PP foram Tia May e Anna Watson que viviam sempre arranjando encontro entre seus sobrinhos, mas geralmente havia algum contratempo para que isto não acontecesse.

Quando PP entrou para o círculo pessoal de amigos de Harry Osborn no qual já estavam Gwen Stacy e Flash Thompson. Peter ficou apaixonado por Gwen e MJ ficou apenas como sua amiga.

A grande diferença estava no ponto de vista delas, pois MJ sempre via Peter  apenas como um “nerd” e Gwen gostava dele do jeito que era.

Mary Jane ascendeu realmente ao posto de maior par romântico do herói após a morte de Gwen Stacy.

Ela é o tipo de mulher que deixa qualquer homem de queixo caído com sua presença, pois além de ser uma modelo famosa e bem sucedida. Esbanja simpatia com seu jeito espontâneo de ser (o que despertou minha atenção nela é que gosta de curtir a vida e se divertir).

A Editora Abril lançou O Casamento do Homem-Aranha na edição de número 100, em 1987. Durante a trama havia um clima de dúvida e também incerteza entre ambos para saber se realmente queriam ficar juntos.

Afinal de contas as histórias do Cabeça de Teia tentam se aproximar o máximo possível do cotidiano comum. Lembrando que MJ estava afastada há algum tempo da vida de Peter e quando voltou soltou a bomba que sabia de sua identidade secreta.

Na época a Marvel tratou como se fosse realmente um casório de verdade. Houve uma cerimônia que aconteceu no estádio Shea, Nova York (durante um jogo de beisebol).

O próprio Stan Lee casou Mary Jane a modelo Tara Shannon com um ator vestido de Homem-Aranha usando terno e gravata diante de várias pessoas.

Bom, fora isso foi realmente um marco histórico ver Peter e Mary Jane juntando as escovas.

E desta união surgiu a pequena May Parker (Garota-Aranha). Mais eu não sei por qual motivo na época puseram a menina numa Terra Paralela.

O Escalador de Paredes ao longo das décadas teve diversas séries animadas e em algumas delas tivemos a presença da ruiva. A primeira aparição de Mary Jane foi no desenho dos anos 60. No episódio “The Big Brainwasher”, ela surgiu como sobrinha do Capitão Stacy.

Já a segunda foi em Homem-Aranha: A Série Animada, nos anos 90. Produzido pela Marvel Productions e também contando com Stan Lee como produtor executivo.

É uma das séries mais fiéis ao universo do herói nos gibis. Aqui, Peter tinha um relacionamento com Felícia Hardy (Gata Negra), porém eles terminam. A grande diferença está na adaptação da clássica edição A Morte de Gwen Stacy que foi trocada por MJ. Não decretaram sua morte, mas a jogaram em outra dimensão (loucura purinha!).

Depois no péssimo e horrível Homem-Aranha, Ação Sem Limites (1999), MJ está casada com Peter, mas aparece somente uma única vez.

Também tivemos a participação da ruiva na estranhíssima Homem-Aranha, a nova série lançada em 2003. É claro que acompanhou o enorme sucesso do primeiro filme de Sam Raimi, mas a produção da empresa Mainframe Entertainment usou somente computação gráfica.

Na época gostei dos movimentos do Teioso que ficaram muito legais, no entanto hoje examinando com calma. Deu pra notar que a animação ficou diferente demais simplificando totalmente sem graça.

Sua aparência foi bastante modificada, pois ela estava com os cabelos curtos. E seu relacionamento com Parker ficava num chove não molha (até realmente acontecer).

Em 2008, tivemos O Espetacular Homem-Aranha, na qual o herói está realmente com 16 anos (sua idade no gibi original). MJ é retratada como adolescente e o namoro dela com PP não aconteceu.

Por último temos o divertidíssimo Ultimate Homem-Aranha (2012). MJ é uma amiga de infância de Peter que trabalha como jornalista no Clarim Diário. Sua intenção é conseguir uma entrevista exclusiva com o Amigão da Vizinhança.

Na telona a atriz Kirsten Dunst interpretou Mary Jane na franquia de Sam Raimi. O relacionamento deles era cheio de altos e baixos. Fato que nos levava a torcer que desse certo.

Durante O Espetacular Homem-Aranha 2 disseram que Shailene Woodley iria nos presentear interpretando nossa musa, mas infelizmente suas cenas foram cortadas. Surgiram diversos boatos na época, mas o filme se concentra no relacionamento entre Gwen e Peter. Podemos acompanhar o trabalho dela na cinessérie “Divergente”, como a heroína Beatrice Prior.

Como curiosidade no Universo Amálgama nossa musa apareceu como a Rainha Inseto no final da aventura do Spider-Boy.

E também na realidade alternativa do Marvel Mangaverso, MJ torna-se a Mulher-Aranha pertencente ao ninja do Clã do Aranha.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da belíssima Mary Jane que garimpei na web

0-alex-ross

1-mary-jane-kirsten-dunst 2-mary-jane-shaylene-woodley

3-Mary_Jane_anos-90 4-mary-jane-2003 5-Mary-Jane-espetacular-2008 6-mary-jane-ultimate-spider-man 7-Mary_Jane_Amalgam_Universe 8-spider-woman-mangaverse 9 10 11

Mary Jane

12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28spider_girls_by_jmascia

29 30 adam hughes OLYMPUS DIGITAL CAMERA brian fajardo bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm 3 cris delara 1 cris delara 2 des taylor 1 des taylor 2 des taylor 3 des taylor 4 des taylor 5 ebas ed-benes elias chatzoudis j. scott campbell 0 j. scott campbell 1 j.broomall jamie tyndall 1 jamie tyndall 2 john romita joseph michael linsner 1 joseph michael linsner 2 joseph michael linsner 3 marcio-abreu Mary-Jane-2 mathieu-reynes mike debalfo paolo-rivera paulo-siqueira steve rude 1 steve rude 2 steve rude 3 steve rude steve-rude tim sale todd-mcfarlane wallpaper 1 wallpaper 2-by-des-taylor wallpaper 3-by-des-taylor wallpaper 4-by-j. scott-campbell wallpaper 5

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

2.4

Satúrnia

Seu nome verdadeiro é Imra Ardeen, antigamente a heroína era chamada de Moça de Saturno (Saturn Girl, no original).  Ela é membro fundadora da equipe Legião dos Super-Heróis e também surgiu no gibi Adventure Comics # 247, em 1958.

Satúrnia foi criada por Otto Binder e Al Plastino sendo uma poderosa telepata alienígena vinda de Titã, uma lua de Saturno (na qual seu nome foi baseado).

Inicialmente a Moça de Saturno possuia incríveis poderes mentais que eram ilimitados. Imra podia controlar pessoas á distância, sondar mentes, forçar a mente de outras pessoas, controlar sentimentos e emoções (entre várias outras coisas).

Mais infelizmente com o passar dos anos diminuíram e muito suas capacidades restringindo sua telepatia apenas pra comunicação.

Como curiosidade, Imra foi a primeira líder feminina da Legião.

Só pra constar Satúrnia possui três versões. A original da Era de Prata, a segunda após Zero Hora e a terceira depois de Crise Infinita.

No inicio a Legião era pra ter feito apenas uma participação especial nas aventuras do Superboy, mas a equipe futurista caiu no gosto da garotada. E a editora resolveu dar uma oportunidade pra eles explicando sua origem (e ganhando sua própria série).

Ao viajar pra Terra: Moça de Saturno, Rapaz Cósmico e Rapaz Relâmpago tiveram que salvar a vida do bilionário R. J. Brand, pois Satúrnia havia lido a mente dos assassinos evitando a tragédia.

Brand agradecido pelo que os adolescentes fizeram resolve ajuda-los, pois unindo-se sob sua guarda eles iriam perpetuar o legado do Superboy e da Supergirl, do séc. XX.

Depois ficamos sabendo que Brand é um durlaniano (pertencente a uma raça alienígena transmorfa).

Satúrnia é uma legionária que tem a reputação de estar sempre pronta pro autossacrifício, pois durante uma disputa pra liderança da equipe em 2975. Ela descobriu uma profecia na qual um legionário iria se sacrificar para deter um ataque ao nosso planeta.

A heroína decidiu assumir esse lugar, obrigando ao resto da LSH que votassem nela. Porém o Rapaz Relâmpago desobedeceu tal ordem e sacrificou-se em seu lugar (e acabou morrendo).

Imra tentou reviver seu amigo, mas quem se sacrificou novamente em seu lugar foi Proty, o bichinho de estimação do Rapaz Camaleão (que gostava muito dela). E por causa disto, Relâmpago ressuscitou.

A heroína é casada com Rapaz Relâmpago, mas antes de surgir o relacionamento eles penaram bastante para que tal fato acontecesse.

O relacionamento rendeu a eles os filhos: Graym (Válidus), Dacey, e Dorritt.

Depois da saga Zero Hora houve uma grande reformulação na editora. Fato que também aconteceu com a LSH. A maioria dos uniformes da equipe foram alterados e com Satúrnia não haveria de ser diferente. Trocaram o vermelho pelo rosa em sua roupa, mas mantiveram o símbolo de Saturno.

Outra mudança radical foi seu interesse amoroso que oscilava entre Cósmico e Relâmpago. Nessa época, Imra ficou catatônica após se desligar da mente do Superman Composto (depois sua mente foi recuperada pelo seu mentor Aven).

Em 2005 durante a terceira reformulação da equipe, a personalidade da heroína manteve-se a mesma. Só que seus poderes e sua origem foram alterados de forma grosseira. Satúrnia só “conversa” mentalmente com seus colegas de equipe, pois seu povo pode apenas se comunicar por telepatia (porque havia perdido as cordas vocais ao evoluir).

Na série animada do Superman dos anos 90, Satúrnia aparece numa aventura com o Camaleão e também com o Cósmico.

No seriado Smallville, episódio “Legion” da oitava temporada, Satúrnia foi interpretada pela atriz Alexz Johnson.

Por último no desenho Superman e a Legião dos Super-Heróis, Imra ficou mais parecida com sua versão dos gibis, mas numa aparência mais alienígena.

A LSH tem outras integrante clássicas como: Tríade ou Dama Dupla que pode se dividir em três, Sonhadora que pode prever o futuro, Penumbra que possuiu o poder de projetar escuridão.

Violeta capaz de reduzir seu tamanho, Etérea que tem poderes de intangibilidade e Moça-Relâmpago ou Pluma que tinha poderes elétricos e depois passou a transmutar tudo (pessoas e coisas).

Outra integrante famosa é a Supergirl que teve um romance famoso com Brainiac 5 e temos  Lana Lang, a Rainha Inseto que usava um anel biogenético conferindo-lhe as habilidades de insetos.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Satúrnia e também de outras legionárias que garimpei na web

0 1 2.0

2.1-Saturn_Girl_Smallville 2.2 2.3-Legion-of-Super-Heroes-smallville  2 3 4-gary-frank 5-Saturn_Girl_by_TULIO19mx 6 7 8

z-saturn-girl_mitch-foust9

10-Saturn_Girl_5_by_Garrett_Blair_by_Mythical_Mommy 11 12-michael-dooney 13.1-saturn_girl_by_cinar 14-bruce-timm 15-XS 16 17 18 19 20 ADVCS_Cv522_ds.indd 21 22-gary frank 23-LSH-gary-frank 24-alan davis 25 26 27 Andromeda comet-queen feiticeira-branca-george-pérez george pérez imperatriz esmeralda Infectious_Lass insect-queen-lana-lang kid-quantum Kinetix kono laurel-gand lori-morning LSH (2) neon-celeste night-girl Nightwind phantom-gil princess_projectra Rainbow_Girl Sensor_Girl shrinking_violet_jf_by_thumbfunk sonhadora Spider-Girl trovão veilmist vésper wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3-dreamgirl_by_michaeldooney wallpaper-legion girls-by-alex-garcia

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

z-athena

Saori Kido

Ela é a principal musa do clássico anime Os Cavaleiros do Zodíaco.

Eu sinceramente não gostava muito da Saori, pois na maioria das vezes era raptada ou acontecia algo com ela durante os episódios. Só que ela sempre usava sua Cosmo Energia para ajudar nossos heróis.

Dizem as lendas que a deusa grega Atena reencarna a cada 250 anos para evitar que o mundo seja dominado pelo mal. Atena é a deusa da Sabedoria, uma grande guerreira estrategista, da esperança e também da justiça. Sua última encarnação chama-se Saori Kido.

A deusa nasce surgindo aos pés de sua estátua no Santuário. Nesta reencarnação, Atena quase foi morta ainda bebê pelo Cavaleiro de Ouro de Gêmeos. Ele havia se disfarçado de mestre do santuário, Shion de Áries (matando-o pra ficar em seu lugar).

Atena foi salva no último momento por Aiolos de Sagitário que havia lutado contra Shura de Capicrórnio e depois fugiu . Deixando-a sob a tutela de Mitsumasa Kido que criou a menina como se fosse sua neta dando-lhe até seu sobrenome.

Depois da morte de Mitsumasa, Saori passa a comandar todos os negócios de sua empresa. Principalmente a Fundação Graad. Quando estava no comando Mitsumasa havia enviado diversos órfãos japoneses pelo mundo para que futuramente se tornassem cavaleiros e assim participar do torneio.

O cosmo de Atena é capaz de curar qualquer cavaleiro que esteja á beira da morte e o seu sangue pode revelar o poder que está escondido nas armaduras. Devido a isso ela torna-se alvo de seus inimigos, porém mantém sua maior qualidade a piedade que há em seu coração.

Durante a saga do Santuário, é Saori quem organiza a Guerra Galáctica, um torneio em que os Cavaleiros de Bronze disputam a Armadura de Ouro de Sagitário.

Saori havia feito um trato com Seya de Pégaso, pois se ele vencesse o torneio. Ela ajudaria a encontrar sua irmã, Seika.

É nesta fase que Saori conhece todo seu passado descobrindo ser a reencarnação da Deusa Atena.

E também descobre que há uma conspiração acontecendo no Santuário da Grécia liderada pelo Grande Mestre de Ares. Saori se une a Seya e cia para tomar seu lugar de direito. O Grande Mestre envia diversos assassinos para mata-la, porém somente no Santuário é que Saori fica ferida por uma flecha de ouro.

Os Cavaleiros de Bronze terão o espaço de 12 horas pra salva-la enfrentando os poderosos Cavaleiros de Ouro. Quando a verdadeira identidade do falso Grande Mestre é revelada, Saori assume o Santuário como Deusa Atena passando a comanda-lo.

Durante a Saga de Asgard, Atena deixa Dohko de Libra como Grande Mestre do Santuário. Só que surge uma nova ameaça de Hilda de Polaris que lidera, os guerreiros Deuses de Asgard. Ela deseja matar, Saori para poder dominar todo o Santuário.

Logo depois temos a Saga de Poseidon, o deus do mar aprisiona Saori, no seu Santuário submarino. Sua intenção era usar um dilúvio pra exterminar toda raça humana para depois governa-la, repovoar e ser adorado como único deus, muito entediante!

Na versão mais recente da Deusa Atena a vemos na animação Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário. Sendo que desta a vez foi feita totalmente em CGI e surgiu como uma homenagem aos 40 anos de carreira de Masami Kurumada.

Sem sombra de dúvidas o que me deixou muitíssimo chateado foi a enorme descaracterização dos heróis. Deu pra notar que realmente eles se comportam como adolescentes, mas seus rostos estão diferentes pra caramba do anime original (e pra ser sincero os efeitos especiais estão fantásticos).

Infelizmente esta é uma versão compacta e adaptada dos acontecimentos da inesquecível Saga do Santuário.

A aventura começa com Aiorios de Sagitário sendo perseguido, pois tenta salvar o bebê Atena de ser assassinada pelo Grande Mestre (ele é acusado de traição e também é condenado a morrer).

O senhor Mitsumasa Kido encontra a pequena deusa dando-lhe o nome de Saori Kido. Após 16 anos, Saori é acusada de ser uma rebelde pelo Grande Mestre (sendo que lá tem uma falsa deusa para enganar os Cavaleiros de Ouro).

O que deixa a desejar nesta animação são algumas gracinhas inexplicáveis como a cantoria do Máscara da Morte (na Casa de Câncer). Fora isso ficou confuso por não ter definido as situações que oscilam entre aventura, drama e comédia retirando todo peso que há no fato de Saori estar morrendo com aquela flecha.

Aqueles que como eu assistiram ao anime original esta versão ficou fraquíssima e até insuportável. Talvez pra essa nova geração seja até interessante, justamente, pelo fato  dos efeitos especiais estarem arrebentando.

Temos um desenvolvimento bem feito na personalidade de Seya e cia. que demonstram suas características pessoais bem definidas. Confesso que fiquei bastante chateado pela pouquíssima participação do Ikki de Fênix nas cenas de ação.

Inicialmente, Saori fica perdida ao descobrir a verdade sobre si mesma, porém depois sua convicção em descobrir tudo a tornou mais confiante (em seu papel diante dos acontecimentos).

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário quando chega ao final parece que vimos tudo rápido demais (as batalhas então é melhor eu nem comentar). Como bom e nostálgico saudosista eu ainda prefiro a velha série clássica.

Confira na galeria abaixo algumas imagens de Saori Kido e também de outras musas nipônicas que garimpei na web

 1.0

0 1.1 1 2.0 2.1 2-saint_seiya___under_her_protection___final_by_iso_pi 3.1-]saori_kido_by_niiii_link-d81qhrx 4.1 4.2 4.2-saori_kido_as_athena_by_locofuria 4.3 5 6 7-eagle_no_marine_ii_by_huramechi 8-eagle_no_marine_by_huramechi 9 10-seika 11-Shina-Cobra 12 13-June 14 15-Esmeralda 16-Shunrei 17-hilda-de-polaris 18-Tetis_sereia 19-rei-and-asuka-bydaikkenaurora 20-mai-shiranui-kof 21-nami-one_piece_by_resureccion 22-yoko-littner 23-Noir-Kirika-Yuumura-and-Mireille-Bouquet 24-Yukina-yu-yu-hakusho 25-Faye_Valentine-cowboy-bebop 26-korra 27-morrigan-darkstalkers Belldandy_oh-my-goddess bulla-by-dbz Carmen_99 cutie_honey_commission_by_drzexxck fasha-by-db felicia_by_harrybognot Fujiko_Mine_lupin gantz ginrei-giant-robo Gunsword Carmen Pillow kanu_unchou_ikkitousen lime-saber marionette j lum-urusei-yatsura_by_artgerm lunch-by-dbz Matsumoto.Rangiku-bleach Motoko-Kusanagi nico-robin-one-piece oh-my-goddess sakura_by_sakimichan shiba-kuukaku-bleach shimei-ryomou_ikkitousen slayers tatra e treta-rayearth tsunade-naruto_by_kaendd wallpaper 1 wallpaper 2-eagle_no_marine_ii_by_huramechi wallpaper 3-ophiuchus_no_shaina_by_huramechi wallpaper_neon_genesis_evangelion wallpaper-apple-zillion wallpaper-Dirty_Pair wallpaper-guerreiras-mágicas wallpaper-love_hina wallpaper-macross wallpaper-sailors

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

z-arterm

Elektra

A ninja assassina foi criada pelo lendário Frank Miller e surgiu na edição Daredevil # 168, de 1981.

Como curiosidade, Elektra teve suas feições e corpo baseados na fisiculturista Lisa Lyon.

A vilã usa um par de sai, uma arma japonesa que é parecida com espadas curtas (sua marca registrada). Só pra constar o Rafael, das Tartarugas Ninjas e a Gabriele, do seriado Xena: A Princesa Guerreira também usam este tipo de arma.

Outro fato importante é que o surgimento dela com sua personalidade sombria serviu de contra ponto para o forte senso de justiça do Demolidor.

Elektra é mestra em vários tipos de artes marciais, tem uma técnica de proteção mental contra telepatas, é uma acrobata inigualável, pode hipnotizar seus oponentes e tem o dom da premonição.

Elektra Natchios é filha de Hugo Natchios, um importante e rico embaixador grego. Quando completou 19 anos ela foi estudar na Universidade de Columbia, em Nova York. Lá Elektra conheceu Matt Murdock que chegou a ficar tão apaixonado que revelou seus poderes pra ela.

O romance foi por água abaixo, pois o campus foi invadido por extremistas gregos que mataram o pai dela. Mesmo, Matt tentando salvá-lo acabou sendo em vão.

O trauma foi tão grande que Elektra resolveu ir embora pro Japão para treinar artes marciais deixando, Matt arrasado.

Na Terra do Sol Nascente, Elektra entrou pro grupo os Virtuosos que eram liderados pelo Stick. Só que Stick reconheceu seu lado sombrio e a expulsou de lá, então ela ingressou na facção rival, o Tentáculo.

Alguns anos depois eles se reencontraram e, Matt estava agindo como Demolidor, porém ela já não era mais a mesma pessoa.

Devido a dor de sua perda, Elektra transformou-se numa ninja impiedosa e cruel. Ela havia sido contratada pelo Rei do Crime para ser sua assassina de aluguel particular, mas quem ocupava este cargo era o Mercenário (que havia sido preso pelo Demolidor).

Depois o Mercenário descobriu que estava com um tumor cerebral, mas se recuperou e para reaver seu antigo cargo matou Elektra impiedosamente com suas próprias armas (a famosa cena foi mostrada no filme de 2003).

Elektra fica mortalmente ferida e ensanguentada, mas se arrasta até ao apartamento de Matt morrendo em seus braços. Depois o Tentáculo queria seu corpo pra utilizar em seus objetivos nefastos, porém foi resgatado por Stick e com a ajuda dos Virtuosos ela retornou a vida.

Quando, Elektra não estava sob a influência de seu lado maligno ela vestia um uniforme totalmente branco.

Frank Miller queria que a personagem tivesse realmente ficado morta, mas a Marvel viu seu potencial e reaproveitou-a (em novas aventuras).

Houve um período em que Logan havia regressado pra seu estado bestial e Elektra ajudou a treina-lo para que voltasse pra sua forma normal. Eles tornam-se companheiros vivendo algumas aventuras juntos.

A clássica minissérie Elektra Assassina foi lançada pela Editora Abril, em 1989. Aqui temos o excelente roteiro de Frank Miller e a arte inigualável de Bill Sienkiewicz.

Devido a insistência dos fãs o roteirista teve que trazê-la de volta e nesta edição temos algumas explicações sobre quem é Elektra.

Na trama, Elektra precisa matar Ken Wind, um candidato a presidência que infelizmente esta sendo controlado pelo Tentáculo. A intenção é iniciar uma catastrófica guerra nuclear.

Essa edição é uma daquelas raras ocasiões na qual a arte se equivale e também se sobressai ao roteiro. Sem sombra de dúvidas é uma HQ perfeita, pois Bill Sienkiewicz consegue sintetizar tudo que Frank Miller conseguiu escrever detonando várias situações intrigantes sobre o passado de Elektra (vale a pena ler).

Na telona foi interpretada duas vezes pela atriz Jennifer Garner. A primeira foi no infame Demolidor: O Homem Sem Medo, de 2003. E a segunda foi no péssimo Elektra, de 2005. É uma horrível produção água com açúcar de tão ruim (veja meu comentário aqui).

Durante o prelúdio da saga Invasão Secreta, Elektra havia sido substituída por um Skrull que estava liderando o Tentáculo, no Japão. A heroína Eco mata a falsa Elektra, os Novos Vingadores descobrem que era um alien (e percebem que algo estranho estava acontecendo).

Depois em Reinado Sombrio, Elektra retorna com outras pessoas que haviam sido abduzidas. Então ela foi perseguida e sequestrada por Norman Osborn e seus agentes da M.A.R.T.E.L.O. Quando conseguiu fugir, Osborn mandou o Mercenário mata-la, mas a ninja se desvencilha dele.

Ela estava pra ser morta, mas graças a intervenção de Wolverine que matou todos os agentes inimigos consegue sair livre. Logo após se junta ao Demolidor e seus Heróis de Aluguel no período que o herói cego estava dominando a Cozinha do Inferno.

Só pra fechar na versão Ultimate, Elektra está estudando na Universidade de Columbia e como fã de Bruce Lee (é uma exímia artista marcial).

Transformou-se numa vilã após a morte de seus pais algo que mudou totalmente sua personalidade. E virou braço direito do Rei do Crime antagonizando com o Homem-Aranha, Gata Negra e o Cavaleiro da Lua.

Elektra estava pra matar a Gata Negra e o Cavaleiro da Lua jogou uma de suas lâminas acertando-a na cabeça. Ela foi arremessada por uma janela caindo encima de um carro de polícia, mas sobreviveu.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da guerreira ninja Elektra e também de algumas musas da Casa de Ideias

0.1 0.2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15-bill-sienkiewicz

16-bruce timm 18-bruce timm17-bruce timm

elektra

19-ed benes 20-ed benes 21-Elektra_by_guisadong_gulay 22-elektra_by_kerong 23-iury padilha 24-j. scott campbell 25-j-estacado 26-Jim Lee 27-Joe Jusko 28-BILL SIENKIEWICZ 29-matt-cossin 30-matteoscalera 31-melanie schultz 32-mike-deodato-jr. 33-mike-mayhew 34-moebius 35-Paul Renaud 36-phil-noto

elektra

37-stephane-roux 38-synthetikxs

elektra_by_gelipe

39-thony-silas 40.1 40-ultimate 41-ultimate 42-karen_page 43-typhoid_mary 44-Eco

280

emma_frost_by_goodgirlart firestar_by_raheight Free_Spirit gambit_by_steevinlove gwen-stacy-by-adam-hughes jarella jessica-jones ladydeadpool_by_zamberz lince-negra LYJA_by_DeadDog2007 Mantis marvel girls-sara-pichelli msmarvel___wip_by_crisdelarastudio polaris Storm-Blue-Eyes terry dodsontigra

wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5

1 Evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

starfire_by_dandonfuga

Estelar

A princesa Koryander é uma das mulheres mais sensuais do UDC. Nossa musa foi criada pelo artista George Pérez e pelo roteirista Marv Wolfman. A princesa surgiu exclusivamente para a reformulação dos Novos Titãs (com Cyborg e Ravena também foi assim).

Kori nasceu no distante planeta Tamaran, um mundo governado pelas emoções (que pertence ao Sistema Vega). A princesa é uma exímia combatente que foi treinada pelos mestres guerreiros de Okaara. Infelizmente Koryand’r havia sido entregue como escrava pra raça Cidadela por imposição de Komander, sua irmã mais velha (em troca eles não invadiriam Tamaran).

Komander não possuía o poder de voar, então ela não ascenderia ao trono e esta foi a causa da inveja por Kori. A Cidadela só conseguiu invadir Tamaran, porque, Komander deu todas as informações pra eles.

Voltando, depois de algum tempo como prisioneira, Kori foge numa nave, mas estava sendo perseguida por seus algozes. Ela consegue chegar até a Terra sendo capturada novamente, porém é salva graças a intervenção do Robin (Dick Grayson) que liderava a equipe.

Depois de uma enorme batalha contra os guerreiros da Cidadela que não foram destruídos debandaram de nosso planeta.

Kori decidiu ficar aqui e passou a integrar os Novos Titãs usando o codinome de Estelar (Starfire, no original).

Kori devido a sua natureza demonstrava intensamente suas emoções tipo amor, ódio e alegria, mas Dick era muito contido em todos os sentidos. Ela se apaixonou perdidamente pelo Robin desde que o viu pela primeira vez, mas ele demorou bastante a corresponder aos seus sentimentos.

Aliás a personalidade dela é algo muito interessante, pois na maioria do tempo agia com gentileza, mas durante a batalha tornava-se totalmente feroz.

Como curiosidade, Kori pode aprender qualquer idioma pelo contato labial. Isto é dando apenas um beijo (eu quero ensinar português pra ela).

Bom, Estelar teve uma carreira de modelo por um curto período de tempo e foi casada duas vezes com tamaranianos que morreram (e quase casou a terceira com Dick).

Os poderes da Estelar são fantásticos, pois além de poder voar, ainda consegue emitir potentes rajadas solares dos olhos e também das mãos (eu ficava impressionado quando via isso nos gibis).

Sua irmã Estrela Negra mantém um ódio mortal dela desde que eram crianças.  Só que Komander não tem os mesmos poderes que Kori, mas consegue projetar energia.

Ryander é seu irmão mais novo que possui os mesmos poderes que Kori. Ele é um integrante dos Omega Men e adotou o codinome de Darkfire.

Antes da saga Crise Infinita, Estelar estava integrando a equipe Renegados e depois de Ponto de Ignição está nos Fora da Lei.

Nos, Novos 52 modificaram pouca coisa em sua origem (ela continua sendo tamaraniana). E infelizmente seus pais estão mortos após a invasão de seu planeta natal, mas na versão original não estavam.

Novamente foi feita de escrava pela Cidadela sendo sua irmã coroada rainha de Tamaran. Sofreu experiências genéticas pelos Psions quando era criança e mata um soldado para poder ficar livre (usando seus poderes).

Após ser recapturada, os Psions tentam saber como funciona seus poderes, porém ela não manifesta nada. Como castigo é drogada por uma substância que faz seus poderes diminuírem até praticamente desaparecer.

Ela é obrigada a subir na nave S.S. Estelar aonde conhece, Orn, um albino que foi vendido como escravo por trair seus mestres. Ele alimenta, Kori e também ensina a combater junto com seu amigo Depalo.

Kori torna-se uma eximia combatente de vários tipos de luta corpo a corpo, manejo de espada e também é uma ótima estrategista. Com a ajuda de seus novos amigos consegue limpar seu corpo da droga que inibe seus poderes e descobre que pode voar.

Liderando uma rebelião, Kori mata o comandante da nave assumindo seu posto e tornando-se conhecida pelo nome de Estelar.

Durante este reboot houve uma enorme polêmica com a heroína, pois Roy estava olhando pro seu corpo. Então, Kori perguntou se ele queria transar com ela. Deixando-o totalmente sem graça mais ele respondeu que sim (o detalhe é que ela estava namorando com, Jason Todd).

Isso deixou alguns fãs irritados com o que fizeram com nossa musa, mas pra ser sincero pra mim isso é uma besteira total. Deixem, Kori ser livre e fazer o que bem entender de sua vida. A DC fez isso apenas pra chamar a atenção dos leitores pra personagem e realmente conseguiu o efeito desejado.

Na série animada dos Jovens Titãs (Teen Titans, 2004) que foi feita num estilo anime. Vale a pena lembrar que esta versão foi baseada nos Novos Titãs dos gibis. O detalhe é que transformaram nossos heróis em pré-adolescentes.

Estelar mantém sua personalidade gentil alternando com momentos de extrema agressividade contra seus inimigos.  Mais geralmente ela é curiosa, vive fazendo muita gafe e encarando algumas situações engraçadas.

Sua irmã, Estrela Negra faz algumas participações especiais demonstrando levemente uma inveja por ela. Seus sentimentos por Dick são mantidos em segredo, mas podemos perceber quando ela demonstra seu ciúme quando outras garotas tentam se aproximar dele.

Somente, no final do DVD, Jovens Titãs: Missão Tóquio (Teen Titans: Trouble in Tokyo) que é considerado o último episódio da série animada. Vemos realmente acontecer o relacionamento com Robin, pois ambos admitem seus sentimentos e formam um casal.

Depois temos Teen Titans Go! Que mostra várias situações absurdas envolvendo somente a vida dos heróis. Alguns episódios são muito engraçados enquanto outros são uma verdadeira viajem na maionese.

A personalidade de Estelar foi mantida como na versão anterior.

Só pra fechar na clássica O Reino do Amanhã que demonstra um futuro apocalíptico pros heróis da Distinta Concorrente.

Dick e Estelar tem uma filha conhecida como Nightstar possuindo os mesmos poderes que sua mãe. Se eu não me engano ela mantém um suposto relacionamento com Ibn al Xu’ffasch, filho do Bruce com Talia (e também participa de uma versão futura dos Titãs).

A grande novidade é que nossa heroína irá ganhar uma nova revista só dela pra brilhar e a equipe criativa será com Amanda Conner, Jimmy Palmiotti e Emanuela Lupacchino.

Confira na galeria abaixo imagens da  Estelar que garimpei na web

0

amanda-conner

z

elias-chatzoudis

45

1.1 1 2 3

4.1

   6 7 8

9 10 11 12 13 14-teen-titans 15.1-teen-titans-go 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 27 28 30 31 32 adam hughes 1 adam hughes 2 artgerm bruce timm Dave_Hoover ed benes estrela-negra garrett-blair joseph michael linsner 0 joseph michael linsner 1 michael turner Nightstar peter cotton 0 peter cotton 1 peter cotton 2 peter cotton 3 rubio starfire 1 starfire 2 starfire_bikini_by_missbutterfly11 teen_titans_starfire_by_jmascia wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Gwen Tennyson

Gwendolyn é neta de Max Tennyson e também prima de Ben Tennyson. Durante a primeira versão animada de Ben 10, Gwen aparentava ter 10 anos possuindo uma personalidade muito madura, bastante inteligente (e um pouco mal-humorada).

Gwen estava viajando durante suas férias de verão ao lado do avô e do Ben quando ele encontrou o Omnitrix. No início ela apenas auxiliava com algumas coisas, mas se destacava com sua técnica de Karatê e também por sua incrível agilidade atlética.

Com o avanço dos episódios graças ao livro de magias que conseguiu da Encantrix, Gwen aprende a usar seus poderes mágicos. E seu eu não me engano a Encantrix é praticamente sua maior arqui-inimiga.

Ela e Ben ficavam sempre implicando, mas infelizmente Gwen sofria por causa das brincadeiras dele (geralmente ela servia como consciência do primo).

Durante a fase de Ben 10: Força Alienígena, Gwen virou uma bela adolescente que pensa muito rápido e de forma analítica. Seus poderes aumentaram exponencialmente tornando-se variados incluindo habilidade de telepatia, clarividência, poder de voo e manipulação de energia em vários níveis.

Antes pensávamos que Gwen utilizava magia, mas sua avó Verdona revelou que ela pertencia a uma raça alienígena chamada Anodita. Essa raça pode controlar uma força de energia conhecida como mana.

O que me interessou nela é sua força de vontade que demonstra por ser muito disciplinada. Outra qualidade importante é a de se preocupar com o bem-estar de todos ao seu redor e eu adoro quando usa seu sarcasmo em determinadas ocasiões.

Ela mantém um relacionamento com Kevin Levin e tem até algumas D.R. com ele durante os episódios.

Na terceira fase de Ben 10: Supremacia Alienígena, Gwen está com dezesseis anos. Sua principal característica é ser a cabeça do grupo e continua aperfeiçoando tanto seus poderes quanto suas habilidades (ela também está namorando Kevin).

Em Ben 10: Omniverse, Gwen ingressou na faculdade deixando a vida de heroína e partindo de Bellwood. Nesta versão ela não é uma das personagens principais fazendo algumas participações ocasionalmente (Kevin também está com ela no campus).

No episódio Ben 10.000, Gwen é sequestrada por uma mulher misteriosa de capuz que está usando os Amuletos de Bezel (e a leva através de um portal dimensional). Ela é transportada pra 20 anos no futuro tendo a difícil missão de ajudar tanto sua versão futura quanto a do seu primo de derrotar Vilgax e o Dr. Animal.

Além de se encantar com Bellwood que está muito diferente Gwen ainda arranja um tempo para comemorar o aniversário do vô Max que está celebrando seus 80 anos.

Nesta época, Gwen está com 30 anos e demonstra ter um controle maior de seus poderes.

Tivemos duas aparições de nossa heroína em live-actions. No primeiro filme Ben 10: A Corrida contra o Tempo (Ben 10: Race Against Time, de 2008), Gwen foi interpretada pela atriz Haley Ramm.

No segundo Ben 10: Invasão Alienígena (Ben 10: Alien Swarm,  de 2009) foi a vez da atriz Galadriel Stineman.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da linda Gwen Tennyson que garimpei na web. E também de algumas outras personagens dos desenhos e dos jogos

0 1.0-gwen-galadriel-stineman 1.1-gwen-haley-ramm 1.2 1-gwen_tennyson_by_bbobsan 2-i_am_lucky_girl_by_erohd-d50nfia Ben 10 Fuerza Alienigena - Episodio 26 - La guerra de los mundos. Parte 2. By Villi08 [www.clan-supremo.in] 023 4.1-Gwen_Future_Gwen_and_Stinkfly 5 6 7 8-Gwen_Anodita 9-anodite_gwen_tennyson_by_fitzoblong 10.1-gwen_tennyson_by_bbobsan 10.2-gwen_lucky_girl_by_idelacio 10-Happy_Gwen_by_HvonD 11-artwork___gwen_tennyson_re_done_by_jadenkaiba 12_Gwen_Tennyson_by_OracleX7 13-Don__t_bother_me_by_erohd

14.1-gwen_bunnygirl_by_idelacio

14

13-gwen_tennyson_by_bbobsan  15-gwen_tennyson_by_cartoongirls  16.1-gwen-tennyson_by_goton15 16-College_Gwen_Tennyson_covering_by_bikeguydrafter 18 19-julie_yamamoto_by_bbobsan 20-julie_yamamoto_by_bbobsan 21-Encantriz 22-sunny 23-sunny_by_bbobsan 24-eunice 25-mazuma 26-attea 26-calhoun 27-merida_by_elias_chatzoudis androide-18-by-dbz arcee_by_baumanji britney_britney_booty_by_blackangel cheska_cleavage_by_idelacio-d4t65r6 cyblade and shi daphne Electra___Teen_Force_beauty_by_Furyian frankie_foster_colors_by_hvond heather_by_qmargot