Category Archives: O Novo Quarteto Fantástico

O Novo Quarteto Fantástico

arthur-adams

No episódio “A Guerra Particular do Doutor Destino“, os Vingadores e o Quarteto Fantástico foram atacados por robôs de Victor.

Ambas as equipes salvam Nova York da iminente destruição, mas descobrem que Sue e Vespa foram sequestradas. Então eles se unem partindo para a Latvéria a fim de salva-las, no entanto após toda confusão o ataque de Victor parece ter sido totalmente aleatório e sem proposito algum.

Só que Victor esculacha Reed dizendo que a verdade está na sua frente e ele não consegue enxergar. Destino estava falando que Sue era uma agente Skrull disfarçada e se não me engano o Capitão América também já havia sido abduzido.

No final ficamos sabendo que o vilão tinha razão e isto também me fez lembrar desta edição que comento, pois havia uma Sue skrull disfarçada na equipe.

A edição de Grandes Heróis Marvel n° 45, de 1994, contava com a arte excelente de Arthur Adams e o roteiro de Walter Simonson.

Só pra lembrar as edições do gibi GHM foram importantes, porque tinham arcos de histórias fechadas. E também lançaram diversas sagas marcantes pra nós fãs como: Arma X, A Saga de Korvac, A Morte da Fênix, Wolverine vs Conan, Surfista Prateado vs Thor, Homem de Ferro vs Doutor Destino, Vingadores da Costa Oeste entre várias outras.

Bom, chega de enrolação e vamos ao que interessa. A edição do Novo Quarteto Fantástico se divide em três partes na primeira temos a história Muita Encrenca pra Pouco Planeta.

Onde a aventura já começa no espaço com uma nave avariada vindo em direção ao nosso planeta. Uma mulher a qual não sabemos quem é, porque seu rosto não aparece (sai da nave que logo depois explode e ela jura vingança).

A narrativa nos mostra a vida do Quarteto com Sue e Reed brincando com Franklin, Johnny tendo problemas no casamento com Alicia. O palito de fósforo durante uma viagem no tempo se apaixonou pela Nebulosa e estava com receio de contar isso pra Alicia.

Em outra parte vemos a Mulher-Coisa (Sharon Ventura) preocupada por ter retornado a sua forma rochosa (dispensando o convite do Ben pra sair). Então uma enorme nave da frota Skrull surge procurando uma renegada chamada Delila

Tudo começa complicar quando uma bela mulher chega na entrada do prédio deixando o atendente embasbacado, mas de repente enquanto ele interfona ela some.

Então cada um dos integrantes da equipe  é dominado Johnny por Nebula, Ben por Alicia, Sue por Namor e infelizmente a coitada da Alicia leva um tapão. Enquanto a Mulher-Coisa toma um forte sedativo, no laboratório Sue engana Reed que demora pra desmaiar (trata-se de uma skrull que se disfarçou para distrai-los).

A nave Skrull pousa Ilha Monstro e controla todas as bestas-feras pra usar em sua busca deixando o Toupeira (um antigo inimigo do Quarteto) irritado. É quando vemos a falsa Sue procurando um novo Quarteto no computador para ajuda-la.

A chegada do Homem-Aranha, Hulk Cinza, Logan e Motoqueiro Fantasma é totalmente doida. O Motoqueiro sobe direto, o Hulk pula pro alto do prédio, o Aranha joga sua teia e só o Wolverine sobe de elevador (a cena é muito engraçada).

A falsa Sue mostra o restante do grupo aparentemente todos “mortos” incitando a nova equipe a vinga-los.

Na parte dois temos, O Covil dos Monstros quando a nova equipe parte pra Ilha Monstro. O Aranha reclama do voo pedindo calma, mas o Hulk esculacha falando pra ele ir a pé.

A parte interessante é ver como o inusitado grupo interage, porque temos as constante discussões entre o Logan e o Hulk sempre com ânimos exaltados. O Motoqueiro querendo apenas vingança (e também as piadas do Cabeça de Teia).

Na ilha o Toupeira domina a tropa Skrull e fica sabendo do poderoso artefato que repousava em seus domínios querendo domina-lo.

Só que a chegada do Hulk, Wolverine, Motoqueiro e o Aranha causam uma grande confusão. Delila disfarçada de Sue controla a mente de Reed fazendo-o encontrar a arma na Ilha Monstro.

Enquanto isso o novo Quarteto descobre sobre a verdadeira intenção da falsa Sue causando um possível confronto entre Reed e o Hulk Cinza.

É quando vemos a terceira parte Vovô viu o Ovo! …Ou o Amor a Tudo Vence! Delila mostra sua forma real e comanda mentalmente que todos matem o esquadrão Skrull.

O Motoqueiro intervém retirando a influência mental dela, enquanto eles acordam Delila foge com Reed adentrando ainda mais no mundo subterrâneo.

Na sede do Quarteto o restante da equipe salva por Franklin Richards, pois Reed ao sair deixa um recado para Roberta (a secretária robô deles) falando sobre o Barão de Munchausen que ficou famoso, porque mentia demais.

Delila havia escolhido bem na hora quem seriam os heróis que substituíram o Quarteto, pois cada um dels desempenhou uma importante função pra destravar a arma que tanto procurava.

E pra complicar as coisas o restante da equipe chega no exato momento em que o Toupeira também queria conquistar a arma pra si junto com sua legião de asseclas. Foi muito engraçado notar que a arma assimilou o monstro que tomava conta dele (frustrando os planos de conquista do Skrulls).

No finalzinho quando o Justiceiro partia de helicóptero querendo destruir tudo viu a reunião de heróis que estava lá e partiu pra outro lugar.

A história não tem muita pancadaria ou cenas extravagantes, mas a arte de Arthur Adams nos envolve ao demonstrar leveza na aventura nos conectando ao roteiro de forma magistral.

Enquanto o roteiro de Walter Simonson em si não é surpreendente, mas vale pelo aspecto de termos heróis muito diferentes como o inusitado Quarteto formado Logan e cia. (sendo mostrados de forma hilária).

Nossa diversão fica garantida, porque mostra eles se unindo numa aventura muito maluca envolvendo monstros, alienígena e uma conspiração para tentar vingar a suposta “morte” da equipe original.

 

Advertisements

Ober un evezhiadenn

Filed under O Novo Quarteto Fantástico