Tag Archives: Capitão América

Desenhos Desanimados

Marvel-super-heroes

The Marvel Super Heroes era a adaptação dos gibis originais dos heróis da Casa de Ideias, em 1966. Foram produzidos 65 episódios com duração de 30 minutos (que mostrava três desenhos).

Eles ficaram amplamente conhecidos por aqui como desenhos desanimados, pois seus personagens não se movimentavam muito. O negócio eram tão tosco que durante seus “quase” movimentos nossos heróis vinham acompanhdos de onomatopéias tipo: “Pow! E Clash! Entre várias outras.

Grantray-Lawrence Animation foi a empresa que produziu as séries dos heróis: Hulk, Capitão América, Namor, Thor e Homem de Ferro. Como o orçamento era muito baixo tiveram a ideia de copiar as páginas das edições originais destes heróis.

A qualidade dos desenhos era horrível, mas tivemos aventuras tiradas com arte de Jack Kirby, Steve Ditko, Don Heck e Gene Colan.

Os desenhos foram exibidos pela primeira vez aqui no Brasil no ano seguinte. A empresa Shell em parceria com a editora EBAL  diante do sucesso do Clube da Marvel Shell na telinha. Distribuiram as edições dos heróis de graça pra quem abastecesse nos postos da empresa.

Foi a invasão dos heróis americanos em nosso país consolidando um mercado que existe há décadas. Nos anos 80 essas séries foram reprisadas e assim como este comentarista também tem muito marmanjão que se amarra nesta versão capenga e nostálgica deles.

Os temas de abertura eram realmente fantásticos, pois haviam feito versões brasileiras com gírias da época. Atualmente estão todas atreladas ao passado, mas pra mim é nostalgia purinha.

Steven_Rogers

Capitão América

Baseando-se nos gibis do herói que foram lançados na década de 40. E mostrando sua origem de rapaz franzino sendo rejeitado pra entrar pro Exército. Steve Rogers consegue sua chance ao entrar num programa militar experimental. Sendo que lá ganha seus poderes através da fórmula do super-soldado transformando-se no patriótico Capitão América.

Durante os episódios o Bandeiroso seguia combatendo seu pior inimigo o Crânio Vermelho (na verdade é o Caveira Vermelha, mas eu não sei por qual motivo mudaram).

A parte interessante é que temos diversas participações especiais de alguns Vingadores como: Vespa, Thor, Feiticeira Escarlate, Gavião Arqueiro entre outros.

A série animada reproduziu outro aspecto memorável que era sua parceria com o adolescente Bucky lutando na Europa no período da guerra.

Tivemos até a clássica queda do avião com Bucky morendo e Steve caindo no mar ficando congelado por décadas.

namor

O Príncipe Submarino

Na época, Namor era conhecido assim por aqui e ao longo das décadas essa foi a única série animada com o soberano dos mares.

Filho da princesa atlante Fen com o explorador Leonard McKenzie, Namor nasceu pertencente aos dois mundos. Dono de uma personalidade forte e irascível era visto como inimigo dos seres da superfície que poluíam os mares.

Atacando a humanidade por causa desses crimes, O Príncipe Submarino aos poucos foi mudando seu pensamento ao entender que nem todos eram malignos.

Durante a maioria dos episódios vemos nosso anti-herói combatendo seu arqui-inimigo Attuma no fundo mar. Quando queria, Namor andava pela superfície disfarçado, mas foi condenado a morte pelo assassinato de alguns policiais. Sendo salvo da condenação graças ao depoimento da policial Betty Dean.

Em Atlântida, Namor ficava no seu palácio em companhia da linda Lady Dorma. Um fato interessante é que não havia material suficiente nas edições para transpor suas aventuras na telinha.

Então a solução foi contratar uma equipe para fazê-la tivemos os artistas Alex Toth e Doug Wildey. A dupla é mais lembrada por causa de suas inesquecíveis criações Space Ghost e Jonny Quest.

Um fato marcante foi a primeira aparição dos X-Men num desenho animado. Aqui tínhamos a formação original dos Filhos do Átomo: Garota Marvel, Homem de Gelo, Ciclope, Fera e Anjo.

Hulk-1966-animated-series

O Incrível Hulk

Também seguindo o aspecto de origem. Aqui vemos o cientista Bruce Banner, um dos maiores pesquisadores da radiação gama. Durante o teste de uma bomba composta desta radiação. O adolescente Rick Jones entra naquela área e ao tentar salvá-lo, Bruce é atingido pela explosão.

Devido a isto, Bruce transforma-se no Incrível Hulk, um ser irracional dono de uma força imensurável. Sentindo culpa Rick passa a ajudar o doutor sempre quando necessário.

Nos episódios haviam um constante clima de Guerra Fria, mas enquanto o Grandão era sempre visto como uma  ameaça sendo caçado pelo General Ross. Por outro lado, Bruce era muito respeitado, sua namorada era Betty Ross e ainda tinha os vilões: Líder, Tyranus, Górgona, Bumerangue entre outros.

A parte mais legal era ver o Hulk usando sua força seja pulando grandes distâncias ou destruindo algo.

thor

O Poderoso Thor

O Deus do Trovão nasceu em Asgard, o Reino Dourado que era comandado pelo nobre Odin, seu Pai. Thor havia sido presenteado com Mjolnir, um martelo mágico que criava trovões, tempestades, raios, portões dimensionais encantamentos e ainda concedia-lhe poder de voo.

Seu maior inimigo era o terrível Loki, deus das mentiras e trapaças que vivia sempre arranjando alguma forma de matar o herói. Além de Asgard tínhamos a famosa Ponte do Arco-Íris que conduzia pra Midgard, nosso planeta a Terra.

Durante uma batalha que estava perseguindo um inimigo, Thor causou uma enorme destruição. Acabando com um tratado de paz e Odin para lhe ensinar a ter humildade puni-o retirando seus poderes e condenando-o numa forma fraca.

Ressurgindo como o mortal, Donald Blake sem suas memórias divinas e até ser digno de reavê-las. A parte interessante que o Loirinho se apaixonou por Jane Foster causando várias discussões com seu pai (isso ficou inesquecível pra mim).

Infelizmente esta também foi a única versão animada estrelada pelo Thor, porém depois ele fez participações especiais em outros desenhos.

ironman

O Invencível Homem de Ferro

Na guerra do Vietnã, o inventor Tony Stark acabou sendo ferido mortalmente quando acionou uma armadilha. Sendo ferido com estilhaços da bomba que se alojaram em seu coração. Para sobreviver decidiu criar uma armadura para mante-lo vivo e também sobrepujar seus inimigos.

Após isso, Tony criou várias versões de sua armadura para combater não só o crime, mas também seu pior inimigo o Mandarim.

Durante os episódios o milionário ainda tinha ajuda de seus amigos. Pimentinha (Pepper Potts), sua secretária e Felisberto (Happy Hogan), seu assistente.

Lembro que Tony colocava sua armadura pra recarregar na tomada.

Devido ao sucesso destas versões tivemos tivemos logo no ano seguinte o clássico desenho do Homem-Aranha e também dos Quatro Fantásticos, ambas veiculadas em 1967.

Se formos compararmos as versões atuais essas irão perder feio, mas fizeram a alegria de gerações de crianças por um longo tempo.

Finalizando mais uma jornada este é o último texto publicado aqui. Espero que tenham gostado da minha companhia neste tempo, pois estarei continuando no Além da Torre Z.

Ober un evezhiadenn

Filed under Desenhos Desanimados

Imagens

z-Pantera_Negra_por_Robert_Atkins

Pantera Negra

Ele é um dos membros mais clássicos dos Vingadores e surgiu numa época em que o preconceito racial ainda era muito grande. A parte interessante é que o herói faz parte de uma longa e sucessiva dinastia de reis wakandanos (praticamente igual ao Fantasma).

Black Panther foi criado por Stan Lee e Jack Kirby aparecendo pela primeira vez na edição Fantastic Four # 52, em 1966.

Dois anos depois, o Pantera Negra tornava-se membro dos Vingadores.

Dizem as lendas que o Pantera Negra é o primeiro super-herói negro na história dos gibis. Outro comentário diz que seu surgimento foi inspirado no Partido Panteras Negras, mas os artistas nunca confessaram isso.

Na história quando seu pai foi assassinado e seu trono usurpado por exploradores de Vibranium, T’Challa viajou pra estudar na Europa e também nos Estados Unidos. Tentando encontrar uma maneira de reaver sua herança, em Wakanda. Um país da África Central riquíssimo em quantidade do minério Vibranium.

Quando retornou teve ajuda do Quarteto Fantástico enfrentando Ulisses Claw que se tornou Garra Sônica. Aliás em Vingadores 2, Claw é interpretado por Andy Serkis famoso por sua atuação como Sméagol (franquia O Senhor dos Anéis).

Voltando, ao usar a erva do Deus Pantera, T’Challa ganha sentidos apurados, agilidade e  velocidade acima do normal. Além de ser um incrível caçador, ginasta e artista marcial soberbo, o Pantera Negra é um dos maiores cientistas do Universo Marvel estando no mesmo nível de Reed, Tony, Bruce e Hank.

Seu uniforme é feito de Vibranium protegendo-o de muitas coisas e contém garras e adagas feitas deste mesmo metal (que podem cortar qualquer coisa).

Quando esteve morando nos EUA, T’Challa adotou o nome de Luke Charles trabalhando como professor e namorou a cantora Monica Lynne que mais tarde tornou-se sua noiva. Infelizmente mesmo amando-a, T’Challa desfez o compromisso, mas não explicou porque.

Ele também já teve relacionamentos com Nikki Adams e Malaika.

O Pantera Negra ficou durante algum tempo casado com a  Ororo Munroe, mas eu não sei por qual motivo o relacionamento se desfez.

O herói é um membro fundador da sociedade secreta, Iluminatti. Um grupo composto também por: Namor, Reed Richards, Raio Negro, Charles Xavier, Homem de Ferro e Dr. Estranho.

Quando o Pantera Negra estava num estado de coma após ser atacado violentamente (pelo Doutor Destino). Sua irmã mais nova, Shuri assumiu por um curto período o manto de Pantera Negra e também tornou-se regente de Wakanda.

No DVD, Os Supremos 2 a história do Pantera Negra é recontada. Nesta versão seu pai foi assassinado pelos Chitauri. O herói precisa lutar contra Herr Kleiser e procura ajuda do Capitão América que havia lutado contra o vilão durante a Segunda Guerra Mundial.

Os Supremos são enviados por Nick Fury para conter a ameaça alienígena. Sinceramente, eu gostei mais do primeiro DVD, pois infelizmente esta continuação não ficou legal. Apesar de manterem os poderes de T’Challa seu uniforme estava bastante estranho, porém vale assistir apenas como curiosidade.

Na séria animada Os Novos Vingadores: Heróis do Amanhã (2008), os Vingadores haviam sido derrotados e a humanidade dizimada (por Ultron). Sobreviveram apenas os heróis Hulk e Homem de Ferro que precisam levar adiante os ideais da equipe pros novatos.

Eles são filhos de alguns dos Vingadores: Azari, filho do Pantera Negra, James Rogers, filho do Capitão América, Torunn, filha do Thor, Francis Barton, filho do Gavião Arqueiro e Henry Pym, filho do Homem-Formiga.

Parece que Azari é filho da bela Tempestade, pois possui poderes elétricos. Só que também demonstra ter herdado habilidades de T’Challa.

Nos gibis, The Next Avengers participaram do evento A Era Heroica lutando contra Immortus.

No excelente, Os Vingadores: Os Super-Heróis mais Poderosos da Terra, a origem do herói é mostrada quase igual aos gibis, pois o Rei T’Chaka, seu pai é desafiado num combate sendo assassinado na frente de todos.

T’Challa corre pegando o traje e vai pros Estados Unidos pedir ajuda aos Vingadores.

No episódio O Ataque do Pantera, T’Challa retorna com os Vingadores pra Wakanda para enfrentar o Homem-Macaco e retomar posse de seu país.

O Pantera Negra estava tendo pesadelos com a destruição de Wakanda no futuro. Então para que esta tragédia não acontecesse, Bast, A Deusa Pantera concedeu a T’Challa o poder, a força e o conhecimento de cada Pantera Negra que o antecedeu.

Recentemente, o herói esteve enfrentando o vilão Killmonger e também tem que lhe dar com a volta do White Wolf, seu irmão mais velho.

Depois de vário boatos e uma longa espera ficamos sabendo que na telona teremos o tão aguardado filme do herói.

T’ Challa será interpretado por Chadwick Boseman mas o filme será lançado apenas, em 2017. Antes disso já está cogitada uma participação do herói em Capitão América 3, vamos esperar.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do herói Pantera Negra que garimpei na web

0-jack-kirby-black-panther 1.1black-panther-chadwick-boseman 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10-Monica_lynne 11-Storm_by_AdamHughes 12-black-panther

azari-next-avengers

13 14 15 16 17

john_buscema

heroes

18 19

20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 ant_man-julie-bell avengers-adi-granov avengers-jay anacleto futurama-x-men

esad ribic

inumanos Jack Kirby luke-cage falconmarvel heroes mercúrio paolo-rivera tropa-alfa vigia wallpaper 0-alex-ross wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper by john_romita wallpaper-fantastic-four wallpaper-galactus wallpaper-Motoqueiro_Fantasma wallpaper-thor

Ober un evezhiadenn

Filed under Imagens

Herói

z

Capitão Britânia

Brian Braddock é um herói que defende a Inglaterra, porque como havia o exemplo do Capitão América (queriam que existisse um herói que identificasse o país). Suas histórias originais foram somente publicadas pela Marvel UK, uma editora da Casa de Ideias que existia no Reino Unido.

O Capitão Britânia foi criado pelo consagrado roteirista Chris Claremont e também pelo artista Herb Trimpe. Ele surgiu pela primeira vez na edição Captain Britain Weekly # 1, de 1976.

Brian é irmão gêmeo da heroína Psylocke (Betsy Braddock) que pertence ao famoso grupo mutante X-Men e também de Jamie Braddock (que tem o poder de manipular a realidade).

Durante um certo período o herói tinha apenas aventuras em seu país e não havia nenhuma ligação com o restante do Universo Marvel. Mais, em 1978, Chris Claremont mudou os rumos do Capitão Bretanha fazendo uma parceria dele com o Homem-Aranha (com a revista Super Spider-Man & Captain Britain).

Essa mudança simples fez com que o herói compartilhasse o mesmo universo que o resto dos personagens da editora. Quando a revista acima foi cancelada o herói migrou pra revista do Hulk e depois teve relançamento na antologia Marvel Superheroes.

Essa edição também tinha republicação de histórias do Quarteto Fantástico e do Nick Fury.

Nesta época a edição contava com a arte de Alan Davis que redesenhou o traje do Capitão e roteiro de Dave Thorpe (que depois foi substituído por Alan Moore).

Brian Braddock era um jovem que gostava de ler e estudar. Ele dedicou boa parte de sua juventude estudando física. Quando adulto recebeu incríveis poderes do Mago Merlin e decidiu se tornar um herói (assumindo o codinome de Capitão Britânia).

Seus poderes incluem força, voo, invulnerabilidade e velocidade fora do comum. Uma coisa bastante interessante é quando demonstra coragem e determinação, porque fica mais poderoso ainda (é que seus poderes estão ligados intimamente com suas emoções).

Houve uma época em que as histórias do Capitão estavam ligadas com os X-Men, pois ele conheceu Charles aceitando ingressar na equipe mutante. Pouco tempo depois, Brian uniu-se ao Noturno, Rachel Summers, Meggan, Lince Negra e formaram o grupo Excalibur.

As histórias do Excalibur pra mim eram ótimas, porque eles viajavam por diversas realidades alternativas diferentes (isto bem antes de existir Os Exilados).

Brian teve um namoro conturbado Courtney Ross de quem gostava muito, mas acabou terminando com ela. Algum tempo depois começou a se interessar imensamente por Meggan e o relacionamento culminou num casamento.

Numa dessas viagens, Brian e Meggan chegam ao centro do Multiverso e conhecem Saturyne ajudando-a a proteger as várias realidades que existem. Quando descobriram que a Feiticeira Escarlate alterou a realidade da Terra-616 (criando a Dinastia M).

Brian e Meggan foram designados a salvar nosso planeta, pois Saturyne iria usar o Nulificador para destruir nosso planeta que estava ameaçando acabar com todas as outras realidades do Multiverso.

Mais assim que chegaram aqui eles acabaram esquecendo de sua missão. Durante a Dinastia M, Brian era o rei do Reino Unido e mantinha os poderes de resistência física e voo. Estava casado com a metamorfa Meggan  e continuava irmão de Betsy Braddock.

Como sempre gostou de leitura desde cedo fora escolhido para reinar, pois sua irmã não quis o trono e seu irmão mais velho Jamie fora considerado insano para governar.

Com o passar do tempo, Brian conseguiu recuperar a memória e para salvar a Terra. Tinha que tampar o buraco dimensional, mas infelizmente sua esposa se sacrificou para que isso pudesse acontecer (algo que o deixou arrasado).

O herói participou da nova formação do Excalibur que foi convocada a pedido de Pete Wisdow para combater os X-Men Sombrios.

Nesta formação temos: Nocturna, Fanático, Sábia, Cristal e Pete.

O Capitão Britânia também participou dos Vingadores Secretos, mas ficou puto quando descobriu que o Gavião Arqueiro seria o líder ao invés dele.

Como curiosidade há uma Corporação dos Capitães Britânia uma equipe que reúne várias versões dimensionais do herói. E outra curiosidade é que o Capitão Britânia já teve um ajudante era Jackdaw, o Elfo (que infelizmente morreu em combate).

O Capitão Britânia deveria aparecer mais vezes em séries animadas da editora, pois eu conheço apenas uma participação sua no Esquadrão de Heróis (The Super Hero Squad Show).

O desenho foi inspirado numa linha de brinquedos produzida pela Hasbro sendo claramente voltado ao público infantil. E servindo como iniciação ao Universo Marvel, pois tanto heróis como vilões tinham um aparência bastante desproporcional (mostrando cabeça pequena e pés grandes).

O tom era voltado totalmente pra comédia em situações tão ridículas que eu me divertia pra caramba ao asssitir.

Nesta versão o Thor é muito convencido, o Hulk age como criança ficando com raiva por qualquer besteira, o Surfista Prateado age como um surfista entre outras características muito divertidas.

Houve um episódio em que o Wolverine resolveu abandonar a equipe. Sendo depois convidado pelo Steve a se unir ao Esquadrão de Capitães tornado-se o Capitão Canadá. Nesta aventura temos a presença do Capitão Britânia e também da engraçada Capitã Brasil que adora beijar e luta capoeira.

Atualmente a última coisa que eu soube sobre ele é que morreu novamente durante A Era de Ultron, mas a principal pergunta é quanto tempo ficará no limbo?

Fora isso na web teve uma notícia que “talvez” teríamos um filme do Capitão Britânia algo que eu duvido muito, pois o herói não é tão popular assim.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do Capitão Britânia que consegui na web

0 1-captain_britain_by_finch 2 3 4-meggan 5-courtney-ross 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17-joe-jusko 18.1 18-excalibur 19-excalibur 20 21 22 23-excalibur_alan-davis 24 25 27-captain_britain_by_greenelantern 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37-Ultimate-Captain-Britain 38 deadpool-j. scott campbell Dr__Doom_by_JoeJusko Earth-X FF_Hulk Gladiator-paul renaud invaders iron-man Kermit Thor máquina-de-combate marvel x dc motoqueiro-fantasma new-mutants-alex ross oliver coipel Os Campeões punho de ferro wallpaper 2 wallpaper 3-marvel heroes wallpaper_Falcon_Bust_by_Thuddleston

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Herói

fantastic-four

Quarteto Fantástico

A famosa equipe foi criada pelos lendários Jack Kirby e Stan Lee durante o auge da corrida espacial e também da Guerra Fria, em 1960 (esse aspecto foi mostrado na excelente HQ Mitos Marvel).

O Quarteto Fantástico surgiu na edição The Fantastic Four #1 (Novembro de 1961). Sendo o primeiro grupo de heróis criado pela Casa de Ideias e surgiu como resposta a popularidade da Liga da Justiça.

Uma coisa interessante é que a equipe já foi chamada por aqui de Os Quatro Fantásticos e sua formação foi inspirada em outra equipe da Distinta Concorrente, Os Desafiadores do Desconhecido, na qual Kirby trabalhou como artista (é como diz o ditado nada se cria tudo se copia).

Bom, basicamente dá pra comparar os integrantes do grupo com os 4 elementos. O Senhor Fantástico é a água, o Coisa a terra, a linda Sue Storm simboliza o ar e o mimado do Johnny Storm simboliza o fogo.

Só por estas características os heróis compõe os elementos básicos da existência. Um fato interessante que “talvez” tenha sido feito de propósito.

O grande lance do Quarteto é aquela característica básica que a Marvel tem para compor seus personagens, pois apesar dos superpoderes eles ainda mantém todos os  problemas que nós pessoas comuns também temos.

Vendo por este lado quem mais saiu perdendo foi o Coisa. De quem eu sempre gostei, pois todos os integrantes continuaram com aspecto normal menos ele (fatalmente preso num horrível corpo de pedra). Eu ficava irritado por conta das brincadeiras sem graça do Tocha Humana (e apenas por conta disso nunca fui com a cara do foguinho).

O Coisa também teve um desenho da Hanna-Barbera aonde um magrelo Ben Grimm juntava um anel partido e gritava: “anéis mágicos entrem em ação.” E se transformava no ser pedregoso para salvar uma encrenqueira turma de adolescentes. Eu infelizmente via esta versão tosca e ainda brincava dizendo a famosa frase (que vergonha).

Reed Richards é sem sombra de dúvidas a mente mais inteligente do Universo Marvel. Há outros personagens igualmente inteligentes, mas que sejam equivalentes ao seu nível creio que não tenha.

O Tocha Humana não é o primeiro herói a usar este nome, pois nós  temos o Tocha Humana original um ser humano sintético criado pelo Professor Phineas Thomas Horton.

Temos uma pequena amostra deste que também é um dos primeiros heróis da Casa de Ideias na excelente HQ Marvels e no filme do Capitão América: O Primeiro Vingador na exposição da Feira de Ciências aonde aparece igual na referida HQ.

Jessica Alba estava lindíssima no papel de Sue Storm pra mim  ficou muito engraçado no filme ela ter que tirar a roupa pra ficar totalmente invisível.

É interessante notar que  Sue era marcada como um dos integrantes com os poderes mais fracos do Quarteto, mas mesmo assim fazia muito sucesso tornando-se um símbolo para as mulheres da época (década de 60). No entanto com o passar dos anos Sue foi demonstrando seu valor como componente do grupo.

O filme conseguiu pegar toda a essência das HQs do grupo e retratá-los de forma autêntica a inteligência do Reed, o sofrimento de Bem por causa de sua aparência, a inveja do Victor Voon Doom e principalmente Johnny Storm voando para formar o símbolo do grupo no céu. O longa é um prato cheio pra nós fãs pena que não conseguiram arrecadar uma boa bilheteria.

A continuação que deveria ter sido melhor acabou naufragando a franquia. A sequência cometeu dois erros gravíssimos. Um erro que não me agradou foi ter dito que o poder do Surfista Prateado estava em sua prancha, blargh!!!

E o segundo que ficou pior foi que poderiam ter ousado um pouco e mostrado o vilão espacial Galactus, mas ficaram em efeitos especiais capengas frustrando nossa alegria.  Ficou muito subjetivo sabíamos que Galactus estava lá mais não dava pra vê-lo.

Durante os anos 90 tivemos uma adaptação trash dirigida por John Corben.  Dizem as lendas que virou cult e artigo de colecionador, mas eu nunca vi nada dele (apenas algumas imagens na web).

No primeiro desenho produzido pela Hanna-Barbera eles eram chamados de Os Quatro Fantásticos. Um erro recorrente em nosso país, porque os tradutores nunca pesquisam antes sobre o assunto.

A origem seguia tudo aquilo que havia nos gibis, pois a equipe ganhou seus poderes após um acidente numa missão espacial.

Uma coisa interessante é que algum tempo depois substituíram o Tocha pelo robô Herbie que foi criado exclusivamente pro desenho. A verdade é que os produtores tiveram medo que as crianças ateassem fogo em si mesmas (e alguns anos depois Herbie migrou pros gibis).

Um fato interessante é que tivemos nestes desenhos aparições dos vilões Doutor Destino, Galactus e também do Surfista Prateado. O renomado artista Alex Toth foi quem criou o  design dos personagens.

O desenho foi ao ar pela rede ABC e contava com apenas 20 episódios, de mais ou menos 22 minutos, lançados em 1967.

O desenho de 1994 teve a narração de Stan Lee dizendo como criou cada personagem. E também tinha diversas participações especiais como: Homem de Ferro, Demolidor, Gavião Arqueiro, Hulk, Mulher-Aranha (Julie Carpenter), Feiticeira Escarlate, Mulher-Hulk  entre outros.

O desenho tentou recriar histórias importantes da equipe dos anos 60 como a Trilogia de Galactus e incluiu o Doutor Destino como o vilão principal.

Só que seu maior erro foi tentar manter um clima de comédia e também tivemos uma péssima caracterização dos heróis (um fato que não agradou a nenhum fã causando seu cancelamento).

Fantastic Four: World’s Greatest Heroes é a melhor versão da equipe que surgiu, em 2006. O destaque fica pro estilo mais arrojado baseado no anime e ainda misturaram recursos de 2D com 3D.

Fora isso as características pessoais foram bastante definidas tipo a inteligência do Reed, Sue age com bom senso e bem centrada, o Johnny mantendo-se engraçadinho e é claro o Coisa sempre mal humorado.

Desta vez temos mais características que nos ligam aos quadrinhos como a incursão pela Zona Negativa e como diferencial o Quarteto tem uma certa popularidade em Nova York (algo aproveitado no primeiro filme).

É muito engraçado notar que os outros moradores do Edifício Baxter reclamam da presença dos heróis arranjando sempre alguma forma para despeja-los de qualquer jeito.

E ainda temos diversas participações de outros heróis como: Homem de Ferro, Namor, Hulk, Homem-Formiga e também de alguns vilões como: Doutor Destino, Terminus, Ronan, os Skrulls, Mestre dos Bonecos, Diablo, Homem Impossível e Quarteto Terrível.

Quando a Marvel reformulou seus títulos trazendo os personagens com novas releituras pro séc. XXI. Tivemos a versão Ultimate do Quarteto Fantástico feita com roteiros de Brian Michael Bendis e Mark Millar e arte de Adam Kubert, em 2004.

Nesta fase eles inovaram o conceito do Quarteto transformando-os em adolescentes com QI acima do nível normal. Enquanto a família tradicional tinha aquele foco de pessoas com personalidade diferentes que lutavam contra situações espetaculares.

Outro fato importante é que a origem foi modificada, pois no universo tradicional seus poderes foram adquiridos no espaço. Enquanto na versão Ultimate foi aqui mesmo na Terra, porque  Reed, Ben, Sue e Johnny ganharam seus poderes após um experimento de teletransporte que deu defeito.

O que tornou esta versão interessante é que mantiveram a narrativa focando no desenvolvimento dos heróis (deixando as aventuras em segundo plano).

Durante a infame Guerra Civil a equipe se dividiu, pois Sue e Johnny deram apoio ao Capitão América. Enquanto Ben partiu pra França causando confusão na cidade luz e Reed aliou-se a Tony Stark na intenção de registrar todos os heróis pro governo.

Depois da “morte” do palito de fósforos e a inclusão do Homem-Aranha na equipe (um pedido do próprio Johnny). Reed cria a Fundação Futuro com a intensão de juntar as mentes mais criativas do mundo para ajudar na evolução da humanidade.

A parte interessante é a mudança drástica que fizeram nos uniformes que perderam o azul para tornarem-se brancos. Pra completar o tradicional “4” ser substituído por um hexágono (se vai valer a pena somente o tempo irá confirmar).

No futuro distante de 2099 temos o Quarteto atuando após voltar de uma incursão na Zona Negativa. Quando a equipe saiu notou que seus uniformes estavam diferentes e foram logo caçados pela SHIELD, pois pensavam que fossem clones dos originais.

O Quarteto até tentou provar serem os verdadeiros contando com a ajuda do Homem-Aranha (Miguel O’Hara) daquele período, mas o dados foram inconclusivos (fazendo com que a dúvida sobre eles continuasse).

Mesmo com grande desconfiança parecia que tudo não iria ficar pior, mas as coisas se complicaram quando a Terra daquela realidade estava pra ser destruída devido a rota de colisão de um planetoide (a equipe une-se com o Victor do futuro pra tentar deter esta ameaça terrível pra toda humanidade).

A primeira família da Marvel é uma das melhores equipes de super-heróis já criadas, mas é somente de tempos em tempos que temos uma aventura eletrizante sobre ela.

Só pra fechar pipocaram comentários sobre a presença do ator Michael B. Jordan para ser o novo Johnny Storm e sinceramente é catastrófico (será que os produtores não notam que não tem nada a ver com o loirinho). Como irão explicar ele ser irmão de uma loira, talvez simplesmente vão falar que foi adotado (ou será que veio até de uma outra dimensão?).

Brincadeiras a parte, acho louvável esta ideia de termos mais heróis negros nos gibis, pois já está na hora de haver mudanças significativas pra isso acontecer.

Infelizmente a franquia anterior naufragou naquele segundo filme ruim e pelo andar da carruagem “talvez” teremos mais uma bomba pra reclamar (eu gostaria de estar errado, mas esta descaracterização está terrível).

Eu quero assistir uma aventura da equipe em que suas viagens pela Zona Negativa, universo microscópico ou salvando o universo da ameaça de Galactus sejam bem mostradas, pois a Marvel já demonstrou que não está brincando nas telonas (e será que vão deixar um absurdo destes acontecer?).

Bom, algo que vale a pena lembrar é que a equipe já teve diversos heróis como membros temporários (algo que comentei aqui).

Veja na galeria abaixo algumas imagens do Quarteto Fantástico que garimpei na web

0-alex_ross

fantastic-four

1.1 1.2 1 2 3-Alex-Ross

ff-1

5-Jack Kirby 1 6-Jack Kirby 2 7 8 9 10 11 12-ultimate 13 14 15-Future-Foundation-with-Spider-Man

2 arthur adams john-byrne thomas frisano

alan davis 2 douglas-shuler Fantastic_Four_2099 Fantastic_Four_by_statman71 Fantastic-Four-by-Alex-Ross GABRIELE DELL'OTTO gene ha george_perez graham nolan hildebrant joe jusko john byrne john cassaday john romita jr john-byrne 1 john-byrne julian-totino-tedesco marvel_dc_by_byrne quarteto fantástico-1967 quarteto fantástico-1994 quarteto fantástico-2006

movie-1994

skottie young steve rude superman_vs_fantastic_four_by_namorsubmariner terry dodson wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 Wallpaper 7 wallpaper 8 wallpaper 9 wallpaper by john byrne

wallpaper-by-arthur-adams

wallpaper-terry-dodson

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Herói

avengers 1

Os Poderosos Vingadores

Os Heróis mais Poderosos da Terra

“Avante, Vingadores!”

É a equipe da Marvel tão popular nos gibis quanto a Liga da Justiça. Os Vingadores foram criados pelas lendas o roteirista Stan Lee e pelo artista Jack Kirby. Surgindo em sua própria revista The Avengers # 1, em 1963.

Dizem as lendas que Os Vingadores foram criados para combater o sucesso que era a Liga da Justiça, da Distinta Concorrente. A abordagem teve aquele contexto batido no qual deveriam se unir para combater uma ameaça que nenhum deles conseguiria enfrentar sozinho (algo que tanto a Sociedade quanto a Liga já usavam há algum tempo).

A primeira formação da equipe reuniu: Hulk, Thor, Homem de Ferro, Vespa e Homem-Formiga (que eram os heróis da editora mais populares daquele período). A união da equipe é culpa do Loki que através de seu ódio irracional por Thor e por meio de suas manipulações enfurece o Gigante Esmeralda.

Assim um pedido de socorro é enviado que atrai a atenção do Deus do Trovão (forçando um confronto). No entanto o pedido de socorro também chama a atenção inesperada do restante de heróis (depois eles descobrem a trapaça de Loki).

E acabam se juntando para derrota-lo formando a equipe. A entrada do Capitão América na equipe aconteceu logo depois que o Grandão saiu. Na verdade Stan Lee queria retirar Steve do limbo e inseriu aquela clássica aventura aonde ele é resgatado do gelo (fato aproveitado no desenho de 2011).

Bom, pouco tempo depois que Steve entrou pra equipe logo acabou virando líder, porque sua grande experiência como estrategista e combatente de Guerra (tornou-o uma escolha lógica). Sem sombra de dúvidas o Capitão está pros Vingadores assim como o Caçador de Marte está pra Liga, pois ambos são os heróis que mais ficaram em suas equipes nos gibis.

Os Vingadores contam com diversas formações variando ao longo das décadas com vários heróis: Feiticeira Escarlate que durante algum tempo virou uma maluca muito poderosa (durante a ótima Dinastia M), o velocista Mercúrio ambos participaram da primeira formação da Irmandade de Mutantes (que na época era comandada por Magneto).

O Pantera Negra, vulgo T’Challa e também rei de Wakanda é um dos personagens mais fascinantes pra mim na equipe. Justamente por causa de sua aparição no desenho, porque conseguiram dar relevância ao seu aspecto de cientista renomado e inteligente. Colocando-o no mesmo patamar que Reed Richards, Hank Pym, Bruce Banner e Tony Stark (as mentes mais brilhantes da Marvel).

Outro que me surpreendeu foi o Gavião Arqueiro, pois foi somente por causa da atuação perspicaz de Jeremy Renner no filme (que passei a gostar do herói). Eu não conhecia nada sobre ele, então pesquisei mais na web e também curti sua participação engraçadíssima na série animada, de 2011.

Logo de primeira os heróis não eram amigos e agiam separados em lugares diferentes. Então somos apresentados a cada um deles com episódios centrados no Homem de Ferro, Thor em Asgard, Hulk numa transformação igual ao antigo seriado televisivo, Capitão América numa aventura durante a Segunda Guerra Mundial aonde temos a participação de um certo “mutante canadense” como integrante do Comando Selvagem (sendo chamado aqui de forma errada de Comando Vermelho).

Além do Homem-Formiga que apesar de muito inteligente é um pacifista relutante em usar seus conhecimentos para ser um herói e a Vespa uma adorável socialite que curte essa aventura toda como heroína.

Vemos de maneira bem impressionante as características pessoais dos heróis serem mostradas. Eu sempre achei a fala empolada do Thor uma das coisas mais interessantes que já vi e neste desenho mantiveram isso, mas no filme não sei por qual motivo tiraram e ficou como se estivesse faltando algo especial do meu ponto de vista.

Além disso temos a participação de vários vilões como: Kang, Barão Von Strucker, a bela Encantor, o Homem Absorvente , IMA, Abominável, os Mestres do Terror entre outros que eu nem lembrava mais (e Loki desempenha novamente  o papel de reunir mesmo sem querer a equipe).

Os Vingadores também consegue ter momentos antológicos como o Homem de Ferro voando igual a adaptação cinematográfica, Steve Rogers ensinando Tony Stark a lutar com o Hulk e o Gavião rindo da situação, o Thor em sua divergência com Odin, o Gavião Arqueiro contando piadas a todo momento.

Tivemos até participações especiais do Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Guardiões das Galáxias, Luke Cage, Punho de Ferro e até do Soldado Invernal. Contando com situações engraçadas, boas cenas de ação e um desenvolvimento impecável na personalidade dos heróis.

A Casa de Ideias acertou em cheio nos brindando com um desenho de alta qualidade. A série prima por excelência em mesclar elementos de várias passagens das HQs do supergrupo ao longo dos anos.

É uma das poucas vezes em que a Marvel conseguiu emplacar um desenho de bom nível, pois a DC sempre ganhou de lavada neste quesito. Apesar de que tudo que é bom dura pouco, por causa do estrondoso sucesso da adaptação pra telona. Cancelaram a série animada para minha total infelicidade e acredito que de milhares de fãs também.

Antes desta versão emplacar na telinha tivemos Avengers: United They Stand, de 1999. Foi uma porcaria sem precedentes principalmente, porque não tinha participação de nenhum dos três grandes Steve, o Loirinho e o Cara de Lata.

Eu não sei quem teve a grande ideia de colocar a equipe baseada nos Vingadores da Costa Oeste, um grupo que fez pouquíssimo alarde nos gibis dos anos 80. A equipe era composta por: Feiticeira Escarlate, Magnum, Vespa, Gavião Arqueiro, Tigresa, Falcão e Visão.

Tínhamos o Homem-Formiga na liderança. Esse desenho era ruim pra cacete, pois os heróis usavam um tipo de armadura tecnológica (uma invenção da produtora apenas pra vender brinquedos, blargh!).

O resultado foi um fracasso total resultando num total de apenas treze episódios com algumas participações especiais do Capitas e do Vingador Dourado. Nos gibis Os Vingadores tem diversos arcos de histórias relevantes, mas não vou me aprofundar sobre isso, pois cada fã tem seu momento preferido.

A famosa equipe ganhou novamente relevância quando o roteirista Mark Millar e o artista Bryan Hitch remodelaram suas origens pro séc. XXI, surgindo assim as aventuras na versão de Ultimate Avengers, no Brasil foram chamados de Os Supremos.

Todos os heróis principais foram readaptados ganhando versões mais radicais e até puxando para um lado mais plausível numa possível realidade pros tempos atuais (fato histórico na editora). O sucesso resultou no DVD Os Supremos – O Filme, de 2006 que consegue nos conectar com todo aquele ambiente que havia descrito nos gibis.

Os Supremos enfrentam a ameaça dos Chitauri com a vantagem que o Grandão estava ajudando, mas depois surge sua fúria desenfreada (e só pra constar o Hulk está assustador). E então tivemos uma continuação Os Supremos 2, no qual envolvem os Chitauri no assassinato do pai de T’Challa (então ele assume o manto de Pantera Negra e aventura começa).

Esse ficou bem fraquinho ainda mais, porque modificaram a origem do Pantera e deixaram o Hulk e o Thor de fora desta vez.

Pra fechar o filme de 2012 foi um sucesso absoluto, pois as adaptações anteriores prepararam o caminho pro seu lançamento (deixando a nós fãs mais loucos e ansiosos do que eu nunca havia visto antes).

Agora temos que esperar A Era de Ultron pra podermos continuar curtindo a epopeia cinematográfica da Marvel. Confira na galeria abaixo imagens de alguns heróis que pertenceram a equipe dos Vingadores que garimpei na web

0-the-avengers-1963 1.0 1 2 3 4 5 7-Pantera_Negra_por_Robert_Atkins 8-Gavião_Arqueiro_por_Clint_Langley 9 agente-americano ares-marte arraia asas de fogo capitã-marvel 1 Capitã-Marvel-by-Terry-Dodson capitão_mar_vell capitã-universo cavaleiro-da-lua cavaleiro-negro Coração de Leão - Kelsey Leigh crystalis deathcry Dr__Strange_by_tsudaduda edwin-jarvis espadachim Falcão falcão-de-aço feiticeira-escarlate felina-by-Stuart_Immonen Fera_por_Robert_Atkins Flama_by_West_by_Mythical_Mommy garota-esquilo garra-de-prata gigante gladiador golias-negro hank-pym Harpia - Bobbi Morse Hercules Homem Maquina homem-aranha homem-formiga-scott lang Hulk_Vermelho jaqueta-amarela jocasta Justiça luke-cage magdalene magnum mantis marrina mercúrio mulher-aranha 1 mulher-aranha 2 Namor punho de ferro Rick_Jones she-hulk tigresa tocha-humana 1 triatlo Trovejante-by-joe-jusko valete-de-copas visão-by-kevin-nowlan viúva-negra-phil noto wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper-marcio-takara

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

As Armas Mais Poderosas da Ficção – Parte Final

camelot

Pra ser sincero é fascinante como a nossa imaginação é tão fértil, pois ao longo das décadas surgidas nos livros, gibis ou na telona há diversas armas que se tornaram extremamente populares na cultura pop (veja neste artigo mais algumas que eu conheço).

excalibur

Excalibur

É a espada mística mais famosa da ficção sendo que verdade veio  do mito de Arthur e a Távola Redonda.  Isto é algo tão fascinante que já tivemos algumas adaptações pros quadrinhos, filmes, peças de teatro e até um desenho da Disney contando sobre as famosas lendas arturianas.

Dizem as lendas que Excalibur foi guardada por Viviane, uma fada e também uma importante sacerdotisa de Avalon, mais conhecida como a Dama do Lago.

Ainda nestas histórias a espada foi empunhada  pelo Rei Uther Pendragon, pai de Arthur e líder dos bretões.

Depois de uma batalha em que Uther encontrava-se bastante ferido. A última coisa que fez antes de morrer foi cravar Excalibur numa pedra para que nenhum de seus inimigos a pegasse. Então Merlin colocou um feitiço para que somente aquele que fosse valoroso o suficiente poderia retira-la da pedra (algo que nos conecta a Mjonir, o martelo do Thor).

Depois disso vários guerreiros tentaram retirar a espada e não conseguiram, pois estava destinada ao jovem Arthur que ainda adolescente conseguiu pegar a espada.

Esta versão foi mostrada no desenho A Espada era a Lei da Disney, uma aventura muito engraçada e divertida também.

Houve até um episódio na série antiga dos Thundercats em que Mumm-Ra usa Excalibur para pegar a Espada Justiceira. De repente as duas espadas começam a lutar sozinhas em pleno ar, e termina com a Excalibur perfurando o Olho de Thundera, e assim derrota a Espada Justiceira (foi espetacular).

shield_of_captain_america

Escudo do Capitão América

É uma arma letal nas mãos de Steve Rogers, pois além de se defender dos tiros de seus inimigos. Ele pode armar os mais variados contra ataques (retornando as suas mãos tipo um bumerangue).

O escudo que o Sentinela da Liberdade usava inicialmente era triangular e acho que não havia nenhum metal importante no seu material. Esse primeiro escudo se eu não estiver enganado foi destruído durante a guerra Kree e Skrull.

Só que o escudo circular é o mais famoso sendo produzido pelo Dr. Myron MacLain, um metalúrgico que foi contratado pelo ex-presidente Franklyn Roosevelt.

Esse escudo é feito de uma liga composta de Adamantium (o mesmo das garras do Logan) e Vibranium tornando-o capaz de absorver grandes impactos e também grandes rajadas de energia.

Lembrando que o Vibranium é um metal existente no país de Wakanda, lar do vingador Pantera Negra.

O escudo de Steve é indestrutível? Bom, geralmente as lendas apontam que sim mais algumas vezes já foi quebrado. E também restaurado ou por forças místicas ou por alguma loucura do roteirista.

Teve até um período em que o escudo caiu no mar e o Namor ficou procurando, mas foi em vão. Então ele foi substituído por um feito de energia que podia variar de forma (que foi mostrado na série animada dos Vingadores usado pelo Capitão falso).

O escudo do Capitão América é um daqueles itens que todo fã gostaria de ter num lugar de destaque na estante.

greyskull

Espada do Poder

He-Man foi um dos melhores desenhos da década de 80 que misturava no planeta Eternia magia, tecnologia futurista e também um estilo medieval.

Naquela época eu já estranhava que Adam e He-Man não diferenciavam em nada somente na cor da pele e ninguém notava a diferença entre os dois (são coisas que só acontecem nos desenhos, vai entender!)

O príncipe Adam recebeu da bela Feiticeira a Espada do Poder, com a qual poderia usar as energias místicas do Castelo de Grayskull gritando:  “Pelos Poderes de Grayskull!, Eu Tenho o Força!” e se transformava em He-Man, o homem mais poderoso do universo.

Após isso He-Man usava sua espada para transformar o Pacato, uma versão felina do Scooby-Doo, no terrível Gato Guerreiro (que auxiliava nas batalhas e servia de montaria pro herói).

Como curiosidade houve um crossover entre o Super-Homem vs He-Man, nos gibis em 1982. Essa história surgiu durante o auge do loirinho e teve arte do renomado Curt Swan, o maior desenhista do Azulão que trabalhou com ele durante anos e roteiro de Paul Kupperberg.

Foi mostrada em DC Comics presentes #47 e fica apenas como fato verídico que ambos possuem o mesmo nível de poder, pois fora isso o enredo é tão tosco que não vale a pena comentar mais nada.

garras

Garras de Adamantium

Pelo que eu pude entender Wolverine manifestou seus poderes ainda jovem, pois suas garras ainda eram feitas de ossos. E devido ao seu famoso fator de cura, Logan envelhece de maneira bastante lenta e “talvez” sua idade ou até suas memórias não sejam reais.

Presumo isso pelo que aconteceu no Projeto Arma X, quando sofreu a infusão de Adamantium, num processo tão doloroso que libertou seu instinto animalesco.

Logan é considerado o melhor naquilo que faz e não é pra menos, pois durante o projeto foi treinado para tornar-se uma máquina mortífera pra assassinar seu alvo friamente (sua recuperação é tão espantosa que conseguiu superar os implantes mentais que utilizaram nele).

Conseguindo realmente melhorar graças a intervenção do herói Guardião e sua esposa Weather que ajudaram-no a recuperar sua humanidade. Fora isso o que eu mais gosto é que suas garras são mortíferas podendo cortar qualquer tipo de metal (fazendo aquela onomatopéia: snikt!).

O Senhor Dos Anéis

Anel de Sauron

Isto é algo complicado e magnífico, porque foram forjados vários anéis do poder por Sauron que entregou  distribuiu entre os povos. Então três ficaram com os elfos, sete para os anões e nove com os homens.

Só que Sauron achou que os povos teriam um poder maior que o seu e confeccionou o Anel Um, para que pudesse dominar todos os outros e subjugar todas as raças.

O Anel da escuridão foi forjado com o próprio poder de Sauron sendo similar a sua magia negra. Esse anel possui vontade própria sendo  capaz de deixar invisível quem o utiliza, mas também mudar completamente a personalidade do seu portador.

Tornando-o capaz de matar para readquiri-lo, podemos nota pela personalidade conflitante de Sméagol. Nitidamente é uma arma muito poderosa, porém eu não a usaria mesmo que minha vida dependesse disso (“ talvez” pensaria no assunto por alguns segundos).

Só pra fechar esta nova trilogia do Hobbit que é spin-off de O Senhor dos Anéis está fantástica, pois o dragão Smaug é simplesmente magnífico.

Eu nunca iria imaginar aquela mágica conseguida por Peter Jackson poderia vir a tona novamente e acabei me surpreendendo com os resultados.

A dinâmica entre Bilbo Bolseiro e o anão Thorin Escudo de Carvalho também chamou mina atenção, porque Thorin é chato pra cacete aquele seu ar de soberba. Estou na expectativa pra ver o último filme e pelo que aconteceu na Desolação de Smaug promete ser incrível.

Bom, essas foram as armas da ficção que eu conheço se você tiver mais alguma que se enquadre nesta lista deixe um comentário (até a próxima postagem).

Ober un evezhiadenn

Filed under As Armas Mais Poderosas da Ficção - Parte Final