Tag Archives: Jack Kirby

Desenhos Desanimados

Marvel-super-heroes

The Marvel Super Heroes era a adaptação dos gibis originais dos heróis da Casa de Ideias, em 1966. Foram produzidos 65 episódios com duração de 30 minutos (que mostrava três desenhos).

Eles ficaram amplamente conhecidos por aqui como desenhos desanimados, pois seus personagens não se movimentavam muito. O negócio eram tão tosco que durante seus “quase” movimentos nossos heróis vinham acompanhdos de onomatopéias tipo: “Pow! E Clash! Entre várias outras.

Grantray-Lawrence Animation foi a empresa que produziu as séries dos heróis: Hulk, Capitão América, Namor, Thor e Homem de Ferro. Como o orçamento era muito baixo tiveram a ideia de copiar as páginas das edições originais destes heróis.

A qualidade dos desenhos era horrível, mas tivemos aventuras tiradas com arte de Jack Kirby, Steve Ditko, Don Heck e Gene Colan.

Os desenhos foram exibidos pela primeira vez aqui no Brasil no ano seguinte. A empresa Shell em parceria com a editora EBAL  diante do sucesso do Clube da Marvel Shell na telinha. Distribuiram as edições dos heróis de graça pra quem abastecesse nos postos da empresa.

Foi a invasão dos heróis americanos em nosso país consolidando um mercado que existe há décadas. Nos anos 80 essas séries foram reprisadas e assim como este comentarista também tem muito marmanjão que se amarra nesta versão capenga e nostálgica deles.

Os temas de abertura eram realmente fantásticos, pois haviam feito versões brasileiras com gírias da época. Atualmente estão todas atreladas ao passado, mas pra mim é nostalgia purinha.

Steven_Rogers

Capitão América

Baseando-se nos gibis do herói que foram lançados na década de 40. E mostrando sua origem de rapaz franzino sendo rejeitado pra entrar pro Exército. Steve Rogers consegue sua chance ao entrar num programa militar experimental. Sendo que lá ganha seus poderes através da fórmula do super-soldado transformando-se no patriótico Capitão América.

Durante os episódios o Bandeiroso seguia combatendo seu pior inimigo o Crânio Vermelho (na verdade é o Caveira Vermelha, mas eu não sei por qual motivo mudaram).

A parte interessante é que temos diversas participações especiais de alguns Vingadores como: Vespa, Thor, Feiticeira Escarlate, Gavião Arqueiro entre outros.

A série animada reproduziu outro aspecto memorável que era sua parceria com o adolescente Bucky lutando na Europa no período da guerra.

Tivemos até a clássica queda do avião com Bucky morendo e Steve caindo no mar ficando congelado por décadas.

namor

O Príncipe Submarino

Na época, Namor era conhecido assim por aqui e ao longo das décadas essa foi a única série animada com o soberano dos mares.

Filho da princesa atlante Fen com o explorador Leonard McKenzie, Namor nasceu pertencente aos dois mundos. Dono de uma personalidade forte e irascível era visto como inimigo dos seres da superfície que poluíam os mares.

Atacando a humanidade por causa desses crimes, O Príncipe Submarino aos poucos foi mudando seu pensamento ao entender que nem todos eram malignos.

Durante a maioria dos episódios vemos nosso anti-herói combatendo seu arqui-inimigo Attuma no fundo mar. Quando queria, Namor andava pela superfície disfarçado, mas foi condenado a morte pelo assassinato de alguns policiais. Sendo salvo da condenação graças ao depoimento da policial Betty Dean.

Em Atlântida, Namor ficava no seu palácio em companhia da linda Lady Dorma. Um fato interessante é que não havia material suficiente nas edições para transpor suas aventuras na telinha.

Então a solução foi contratar uma equipe para fazê-la tivemos os artistas Alex Toth e Doug Wildey. A dupla é mais lembrada por causa de suas inesquecíveis criações Space Ghost e Jonny Quest.

Um fato marcante foi a primeira aparição dos X-Men num desenho animado. Aqui tínhamos a formação original dos Filhos do Átomo: Garota Marvel, Homem de Gelo, Ciclope, Fera e Anjo.

Hulk-1966-animated-series

O Incrível Hulk

Também seguindo o aspecto de origem. Aqui vemos o cientista Bruce Banner, um dos maiores pesquisadores da radiação gama. Durante o teste de uma bomba composta desta radiação. O adolescente Rick Jones entra naquela área e ao tentar salvá-lo, Bruce é atingido pela explosão.

Devido a isto, Bruce transforma-se no Incrível Hulk, um ser irracional dono de uma força imensurável. Sentindo culpa Rick passa a ajudar o doutor sempre quando necessário.

Nos episódios haviam um constante clima de Guerra Fria, mas enquanto o Grandão era sempre visto como uma  ameaça sendo caçado pelo General Ross. Por outro lado, Bruce era muito respeitado, sua namorada era Betty Ross e ainda tinha os vilões: Líder, Tyranus, Górgona, Bumerangue entre outros.

A parte mais legal era ver o Hulk usando sua força seja pulando grandes distâncias ou destruindo algo.

thor

O Poderoso Thor

O Deus do Trovão nasceu em Asgard, o Reino Dourado que era comandado pelo nobre Odin, seu Pai. Thor havia sido presenteado com Mjolnir, um martelo mágico que criava trovões, tempestades, raios, portões dimensionais encantamentos e ainda concedia-lhe poder de voo.

Seu maior inimigo era o terrível Loki, deus das mentiras e trapaças que vivia sempre arranjando alguma forma de matar o herói. Além de Asgard tínhamos a famosa Ponte do Arco-Íris que conduzia pra Midgard, nosso planeta a Terra.

Durante uma batalha que estava perseguindo um inimigo, Thor causou uma enorme destruição. Acabando com um tratado de paz e Odin para lhe ensinar a ter humildade puni-o retirando seus poderes e condenando-o numa forma fraca.

Ressurgindo como o mortal, Donald Blake sem suas memórias divinas e até ser digno de reavê-las. A parte interessante que o Loirinho se apaixonou por Jane Foster causando várias discussões com seu pai (isso ficou inesquecível pra mim).

Infelizmente esta também foi a única versão animada estrelada pelo Thor, porém depois ele fez participações especiais em outros desenhos.

ironman

O Invencível Homem de Ferro

Na guerra do Vietnã, o inventor Tony Stark acabou sendo ferido mortalmente quando acionou uma armadilha. Sendo ferido com estilhaços da bomba que se alojaram em seu coração. Para sobreviver decidiu criar uma armadura para mante-lo vivo e também sobrepujar seus inimigos.

Após isso, Tony criou várias versões de sua armadura para combater não só o crime, mas também seu pior inimigo o Mandarim.

Durante os episódios o milionário ainda tinha ajuda de seus amigos. Pimentinha (Pepper Potts), sua secretária e Felisberto (Happy Hogan), seu assistente.

Lembro que Tony colocava sua armadura pra recarregar na tomada.

Devido ao sucesso destas versões tivemos tivemos logo no ano seguinte o clássico desenho do Homem-Aranha e também dos Quatro Fantásticos, ambas veiculadas em 1967.

Se formos compararmos as versões atuais essas irão perder feio, mas fizeram a alegria de gerações de crianças por um longo tempo.

Finalizando mais uma jornada este é o último texto publicado aqui. Espero que tenham gostado da minha companhia neste tempo, pois estarei continuando no Além da Torre Z.

Ober un evezhiadenn

Filed under Desenhos Desanimados

Imagens

z-Pantera_Negra_por_Robert_Atkins

Pantera Negra

Ele é um dos membros mais clássicos dos Vingadores e surgiu numa época em que o preconceito racial ainda era muito grande. A parte interessante é que o herói faz parte de uma longa e sucessiva dinastia de reis wakandanos (praticamente igual ao Fantasma).

Black Panther foi criado por Stan Lee e Jack Kirby aparecendo pela primeira vez na edição Fantastic Four # 52, em 1966.

Dois anos depois, o Pantera Negra tornava-se membro dos Vingadores.

Dizem as lendas que o Pantera Negra é o primeiro super-herói negro na história dos gibis. Outro comentário diz que seu surgimento foi inspirado no Partido Panteras Negras, mas os artistas nunca confessaram isso.

Na história quando seu pai foi assassinado e seu trono usurpado por exploradores de Vibranium, T’Challa viajou pra estudar na Europa e também nos Estados Unidos. Tentando encontrar uma maneira de reaver sua herança, em Wakanda. Um país da África Central riquíssimo em quantidade do minério Vibranium.

Quando retornou teve ajuda do Quarteto Fantástico enfrentando Ulisses Claw que se tornou Garra Sônica. Aliás em Vingadores 2, Claw é interpretado por Andy Serkis famoso por sua atuação como Sméagol (franquia O Senhor dos Anéis).

Voltando, ao usar a erva do Deus Pantera, T’Challa ganha sentidos apurados, agilidade e  velocidade acima do normal. Além de ser um incrível caçador, ginasta e artista marcial soberbo, o Pantera Negra é um dos maiores cientistas do Universo Marvel estando no mesmo nível de Reed, Tony, Bruce e Hank.

Seu uniforme é feito de Vibranium protegendo-o de muitas coisas e contém garras e adagas feitas deste mesmo metal (que podem cortar qualquer coisa).

Quando esteve morando nos EUA, T’Challa adotou o nome de Luke Charles trabalhando como professor e namorou a cantora Monica Lynne que mais tarde tornou-se sua noiva. Infelizmente mesmo amando-a, T’Challa desfez o compromisso, mas não explicou porque.

Ele também já teve relacionamentos com Nikki Adams e Malaika.

O Pantera Negra ficou durante algum tempo casado com a  Ororo Munroe, mas eu não sei por qual motivo o relacionamento se desfez.

O herói é um membro fundador da sociedade secreta, Iluminatti. Um grupo composto também por: Namor, Reed Richards, Raio Negro, Charles Xavier, Homem de Ferro e Dr. Estranho.

Quando o Pantera Negra estava num estado de coma após ser atacado violentamente (pelo Doutor Destino). Sua irmã mais nova, Shuri assumiu por um curto período o manto de Pantera Negra e também tornou-se regente de Wakanda.

No DVD, Os Supremos 2 a história do Pantera Negra é recontada. Nesta versão seu pai foi assassinado pelos Chitauri. O herói precisa lutar contra Herr Kleiser e procura ajuda do Capitão América que havia lutado contra o vilão durante a Segunda Guerra Mundial.

Os Supremos são enviados por Nick Fury para conter a ameaça alienígena. Sinceramente, eu gostei mais do primeiro DVD, pois infelizmente esta continuação não ficou legal. Apesar de manterem os poderes de T’Challa seu uniforme estava bastante estranho, porém vale assistir apenas como curiosidade.

Na séria animada Os Novos Vingadores: Heróis do Amanhã (2008), os Vingadores haviam sido derrotados e a humanidade dizimada (por Ultron). Sobreviveram apenas os heróis Hulk e Homem de Ferro que precisam levar adiante os ideais da equipe pros novatos.

Eles são filhos de alguns dos Vingadores: Azari, filho do Pantera Negra, James Rogers, filho do Capitão América, Torunn, filha do Thor, Francis Barton, filho do Gavião Arqueiro e Henry Pym, filho do Homem-Formiga.

Parece que Azari é filho da bela Tempestade, pois possui poderes elétricos. Só que também demonstra ter herdado habilidades de T’Challa.

Nos gibis, The Next Avengers participaram do evento A Era Heroica lutando contra Immortus.

No excelente, Os Vingadores: Os Super-Heróis mais Poderosos da Terra, a origem do herói é mostrada quase igual aos gibis, pois o Rei T’Chaka, seu pai é desafiado num combate sendo assassinado na frente de todos.

T’Challa corre pegando o traje e vai pros Estados Unidos pedir ajuda aos Vingadores.

No episódio O Ataque do Pantera, T’Challa retorna com os Vingadores pra Wakanda para enfrentar o Homem-Macaco e retomar posse de seu país.

O Pantera Negra estava tendo pesadelos com a destruição de Wakanda no futuro. Então para que esta tragédia não acontecesse, Bast, A Deusa Pantera concedeu a T’Challa o poder, a força e o conhecimento de cada Pantera Negra que o antecedeu.

Recentemente, o herói esteve enfrentando o vilão Killmonger e também tem que lhe dar com a volta do White Wolf, seu irmão mais velho.

Depois de vário boatos e uma longa espera ficamos sabendo que na telona teremos o tão aguardado filme do herói.

T’ Challa será interpretado por Chadwick Boseman mas o filme será lançado apenas, em 2017. Antes disso já está cogitada uma participação do herói em Capitão América 3, vamos esperar.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do herói Pantera Negra que garimpei na web

0-jack-kirby-black-panther 1.1black-panther-chadwick-boseman 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10-Monica_lynne 11-Storm_by_AdamHughes 12-black-panther

azari-next-avengers

13 14 15 16 17

john_buscema

heroes

18 19

20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 ant_man-julie-bell avengers-adi-granov avengers-jay anacleto futurama-x-men

esad ribic

inumanos Jack Kirby luke-cage falconmarvel heroes mercúrio paolo-rivera tropa-alfa vigia wallpaper 0-alex-ross wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper by john_romita wallpaper-fantastic-four wallpaper-galactus wallpaper-Motoqueiro_Fantasma wallpaper-thor

Ober un evezhiadenn

Filed under Imagens

Imagens

z

Grande Barda

Vinda de Nova Gênese nossa musa foi criada pelo mestre Jack Kirby quando estava trabalhando na Distinta Concorrente.

Dizem as lendas que o artista baseou-se no rosto da atriz e cantora Lainie Kazan para criar a heroína.

Big Barda surgiu pela primeira vez na edição Mister Miracle # 4, de 1971. Barda pertencia as Fúrias Femininas, uma unidade de combate de elite comandada pela perversa Vovó Bondade e fugiu de Apokolips junto de Scott Free com quem se casou.

Eles participaram da famosa Liga da Justiça cômica (ou Liga da Justiça Internacional).

Scott e Barda foram residir em Connecticut, mas sempre quando algum amigo precisa eles entram numa aventura.

Além de ser uma guerreira imortal, Barda possuiu um temperamento muito difícil, tem resistência, força e agilidade fora do comum, é uma ótima combatente e usa como arma um bastão.

Mega-Rod, seu bastão pode emitir diversas rajadas, concede-lhe voo e também pode abrir tubos de explosão. A parte mais estranha é que seres humanos comuns ficam sob o controle de Darkseid caso usem o bastão.

Nossa musa participou da série animada da Liga no episódio “Laços que Prendem” (durante a primeira temporada).

Após, Oberon ser raptado pela Vovó Bondade. Barda e o Senhor Milagre pedem auxílio da Liga. Sendo negado por Ajax, mas o Flash se junta a eles na missão. Nesta aventura o Senhor Milagre relembra dos tempos de tortura que sofreu em Apokolips.

É importante notar como Oberon, Barda e Scott agem como uma família.

Outra participação dela foi na animação Superman/Batman: Apocalypse que apresenta a Supergirl como prima do Azulão do universo animado da editora.

Darkseid querendo arranjar uma nova líder pras Fúrias Femininas sequestra e domina mentalmente, Kara. A pedido de Kal-El, Barda na companhia da Mulher-Maravilha e do Morcegão vão pra Apokolips resgatar a Supergirl.

A animação é sensacional demonstrando uma batalha brutal, feroz e emocionante de Diana e Barda contra suas ex-companheiras das Fúrias Femininas.

As Fúrias Femininas fizeram uma participação especial no episódio “Abandoned”, de Smallville. No entanto  além da terrível Vovó Bondade também tivemos a presença de Teri Hatcher como mãe de Lois Lane (Erica Durance).

 Nos gibis, ela também acompanhou Batman, Superman e Mulher-Maravilha no resgate a Supergirl das garras de Darkseid em Apokolips. Em seguida, aceitou um convite da Oráculo para tornar-se o peso-pesado das Aves de Rapina.

Atualmente, Barda foi assassinada pelo Homem-Infinito, mas tanto ela quanto o restante dos Novos Deuses foram ressuscitados no Quinto Mundo.

E só pra fechar no final dos anos 80, John Byrne fez uma polêmica envolvendo o Superman e a heroína. Grande Barda e o Azulão foram hipnotizados pelo vilão Sleez sendo obrigados a gravar um filme pornô. Quando, Oberon e Scott viram o vídeo foi uma catástrofe enorme.
Confira na galeria abaixo algumas imagens da belíssima Grande Barda que garimpei na web

Aqui temos: Supergirl, Batgirl,  Ravena, Bela Sonhadora, Charlotte Rivers, Miss America entre várias outras

0-felipemassafera 1 2 3 4 5.1-big_barda_by_drawerofdrawings-d4x1rue 5 6 7 8 9 10 11 12 13 15.1 16-bruce timm 17-steve rude 18-steve rude 19-steve rude 20-phil-noto 21-michael turner 22-michael-dooney 23-michael-dooney

big_barda_by_drawerofdrawings

24-chris-samnee 25-all-patt 26.1-big_barda 26.2

big_barda__final_draft__by_rhinoman1984big_barda_by_pascal_verhoef

big_barda_by_dlimaart_by_kenkira

26 27-nubia-wonderwoman 28 29 alice sombria argenta

back-canary-dave-hooverblack-canary-bruce-timm

black_canary_by_raffaelemarinetti black-canary-by-paulo-siqueira Cat_Grant Chloe-Sullivan  dc-bombshell (1) dc-bombshell (2) dc-bombshell (3) dc-bombshell (4) dc-bombshell (5) dc-bombshell (6) dc-bombshell (7) dc-bombshell (8) dc-bombshell (9) dc-bombshell (10) dc-bombshell (11) dc-bombshell (12) esad-ribic Fúria Gal_Gardner_by_morganagod goldstar gypsy ivan-reis Jayna_by_baumanji jessica-cruz-green-lantern lady-blackhawk liberty-belle Maxima_Smallville-charlotte-sullivan power-girl-tanya-spears raven_by_glenfx_small_by_axigan  talia traci-13_by_paulo-siqueira vicki-vale

0

4-mary-marvel-by-joshua-middleton 5-green-lantern-aya 6.1-John_Byrne 6-wonder_woman_by_aphrodite_ns 7.1-mike-deodato-jr. artemis

Artemis_Wonder_Woman

7-wondergirl-des-taylor 8-jose luis garcia lopez 9-marcio-takara 10

Supergirl-adam-hughes

11-supergirl 12.1-mario-chavez 13-Kara_Kent

superwoman-laurel-kentDana_Dearden

17-des-taylor18-last_daughter_of_earth_2_by_fredackerman

19-power_girl_2_0_by_aphrodite_ns

16.1-jose luiz garcia-lópez    23 24-nightshade 25 26 27   beautiful-dreamer  Bulleteer catwoman-bruce-timm Charlotte_Rivers cheetah Dawnstar-Gary-Frank Doctor_Fate_Inza Elias-Chatzoudis female furies GOODGIRLART jade_ebas lady-joker Lana_Lang-josé luiz garcia-lópez miss_america natasha-irons GE DIGITAL CAMERA raven_by_xplotter savage-hawkman Starfire_Earth-One_01

wallpaper 1

wallpaper-by-des-taylor

wallpaper-DC_Women_by_felipemassafera wallpaper-pin-up wallpaper-terry-dodson

wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper by josé luiz garcia lopez wallpaper by peter nguyen  wallpaper-jade wallpaper-super_woman

Ober un evezhiadenn

Filed under Imagens

Musas de Tinta

z

Feiticeira Escarlate

Ela é uma das heroínas mais poderosas do Universo Marvel, simplesmente por que possui o imenso poder de manipular a realidade.

Além disso é uma ótima estrategista, já foi líder dos Vingadores por um breve período e também é uma mestra no combate corpo-a-corpo.

A mutante Wanda Maximoff foi criada pelos mestres Stan Lee e Jack Kirby (Scarlet Witch surgiu pela primeira vez em Uncanny X-Men # 4, de 1964).

A Feiticeira e seu irmão gêmeo Pietro nasceram em Wundagore, uma montanha que fica na Trânsia (Europa Oriental). A mãe deles havia fugido ao ver Magneto manifestar seus poderes e destruir uma população de uma cidade inteira (por causa da morte de sua filha Anya).

Os cidadãos estavam com medo dos poderes dele e pensavam em se tratar de um bruxo ateando fogo em sua casa (diante do trauma pela perda trágica surgiu o ódio dele pela humanidade).

Magda quando fugiu estava grávida deles, mas deixou seus filhos sob a proteção de Bova e pediu para escondê-los do pai. Bova viu que não podia criar as crianças e pediu pro seu mestre o Alto Evolucionário para ajudar. E então as crianças foram entregues a  Django e Marya Maximoff, um casal de ciganos (recebendo o sobrenome deles).

Pra quem não se lembra tanto Wanda como seu irmão Pietro participaram da Irmandade de Mutantes (que na época era liderada por Magneto).

Magneto salvou Wanda e Pietro da ira de uma multidão que viu Wanda manifestar seus poderes (só que nesta época Erik não sabia que estava junto com seus filhos).

Então eles entraram pra Irmandade como uma forma de gratidão por Magneto ter salvado suas vidas. A Irmandade era liderada por Magneto, mas também tinha o Mestre Mental e Groxo. Foi nessa época que Pietro e Wanda ganharam seus famosos codinomes (Mercúrio e Feiticeira Escarlate).

Nesse período a Irmandade era um inimigo constante dos X-Men nos gibis. Um detalhe importante é que mesmo fazendo o que Magneto mandava os irmãos discordavam de suas atitudes (e só não saiam por medo de represálias).

Pietro parecia estar sempre irritado e protegia sua irmã do Mestre Mental e também do Groxo, porque não gostava deles.

Voltando, depois que a primeira formação da equipe se dissolveu com o desaparecimento de Erik. Wanda e Pietro resolveram se regenerar e foram aceitos nos Vingadores (a equipe é famosa por abrigar ex-vilões).

Wanda demonstrava ser bastante recatada, mas ao ingressar nos Vingadores acabou se autoconhecendo, aprendendo a usar seus poderes e a ter alguns integrantes como amigos íntimos também.

A feiticeira Agatha Harkness foi a mentora que na arte de feitiçaria teve a capacidade de ensinar Wanda a controlar melhor seus poderes.

Nesse meio tempo ela havia se apaixonado pelo Visão que teimava em tentar se afastar dela, mas ao sentir que poderia realmente perde-la. O herói sintozóide decidiu investir em seus sentimentos e casou com Wanda. Wanda engravidou do Visão utilizando sua magia foi quando surgiram os gêmeos William e Thomas.

De maneira muito estranha as crianças tinham parte da alma de Mefisto que tratou de pegar de volta enviando o Mestre Pandemônio.

A perda ao mesmo tempo do marido e dos filhos desestabilizou mentalmente Wanda fazendo com que se unisse ao pai para atacar os Vingadores.

Durante a saga Vingadores: A Queda, Wanda havia perdido o controle de seus poderes novamente atacando os Vingadores e desta vez ela influenciou a Mulher-Hulk para se tornar incontrolável (igual ao Bruce).

Como consequência ela destruiu o Visão, mas pra piorar todos os Vingadores foram convocados para detê-la. Então descobriram que a culpa foi da Feiticeira que também havia matado o Homem-Formiga e o Gavião Arqueiro (isto acabou determinado o fim da equipe).

No final Wanda havia sido levada pra Genosha por seu pai para que fosse curada por Charles.

Isto tudo acabou gerando a Dinastia M, história na qual ela havia perdido totalmente a sanidade sendo confrontada pelos Vingadores e X-Men. Agindo sob influência de Pietro e gera uma nova realidade de utopia mutante (sob o comando de Magneto).

O fato de terem transformado Wanda numa maluca pra mim foi um fiasco absoluto. Acho que todo mundo passa por algum trauma na vida, mas aquilo foi péssimo pra mim. Lembro que no final da história ela esta desmemoriada e também sem poder algum (sacanagem, pois foi chato pra cacete!).

Depois tentaram consertar a besteira que fizeram fazendo Wicanno ajuda-la recuperar a memória, blarg!!!

Na versão Ultimate tanto Wanda quanto Pietro participam dos Supremos. Eles continuam sendo filhos de Magneto, mas mantém uma relação incestuosa.

Nesta realidade os Supremos são atacados e a heroína morre assassinada na rua. Tudo fazia parte de um plano do Doutor Destino que manipulou os Ultrons para provocarem uma guerra.

Como curiosidade a Valquíria liderou uma equipe feminina de Vingadoras. A equipe ficou conhecida como Libertadoras e nesta formação estavam: Wanda, Vespa, Medusa e Viúva Negra.

Na telinha nossa heroína apareceu no desenho do Homem de Ferro, nos anos 90. Modificaram bastante a origem do playboy milionário, pois foi o Mandarim que o raptou (deixando-o tetraplégico).

Tony Stark  comanda um grupo formado por alguns heróis conhecidos nossos. Na Força Tarefa temos: Mulher Aranha, Máquina de Combate, Gavião Arqueiro, Século e Feiticeira Escarlate.

Nesta versão Wanda está bastante diferente, pois usa cabelo curto e um maiô vermelho estranhíssimo (só gostei do decote).

Depois tivemos a péssima série animada Avengers: United They Stand, de 1999. Tanto a Feiticeira Escarlate quanto o Visão participavam da equipe. Se não me engano abordaram até aquele famoso triângulo amoroso que havia entre Visão, Wanda e Magnum (nos gibis).

Lembrando que Wanda também participa da série animada X-Men: Evolution. Ela demonstra ter um ódio enorme por Pietro, pois Magneto deixou-a de lado por causa de seus poderes incontroláveis. Nesta versão Agatha Harkness também parece para ajuda-la a controla-los.

Aqui temos a Irmandade formada por: Mística, Wanda, Groxo, Avalanche, Blob e Mercúrio.

Em Wolverine e os X-Men, Wanda vive com seu pai em Genosha e quase consegue viver uma linda história de amor com Noturno (pena que seu pai atrapalho tudo).

Na cena pós-credito do Capitão América 2, o Barão Strucker deseja adiantar os planos de destruição da H.ID.R.A. usando os “gêmeos” para isso.

Então vemos Pietro correndo na cela e ao seu lado Wanda manipulando cubos que são quebrados. É uma ligação óbvia com A Era de Ultron que irá pra telonas em 28 de abril de 2015.

Por último nesta sequência teremos a atriz Elizabeth Olsen interpretando a Feiticeira Escarlate (basta apenas controlar a ansiedade para não morrer antes do filme estrear).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Feiticeira Escarlate que consegui na web

 0-elizabeth-olsen 1.0-scarlet-witch-by-jack-kirby

1119

1.1-Frank Cho 1 2 3  5 6 7 8 9 10  12 13 14 15 16 17 18  20 21 22 23 24 27 28 29 30-ultimate-avengers 31 32 33 34 35 36 Adam_Hughes adi-granov

OLYMPUS DIGITAL CAMERA artgerm 2 arthur adams 1 arthur adams 2  bruce timm 0 bruce timm 1 bruce timm 2

ebas 1 ebas 2 ed benes ericalannelson  Irmandade iron-man-tv-series

avengers-1999

evolution

4-wolverine-and-x-men

libertadoras mark brooks paulo siqueira paulo-siqueira peter cotton Raddar scarletwitch_by_erulian shunya yamashita thony silas Wallpaper 1- by_AdamHughes wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4-by-joe-jusko wallpaper 5

Fonte da Pesquisa: Wikipedia, MSH, Planeta Heróis e Protocolos Marvel.

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

all-new-x-men

Os Fabulosos X-Men

“Os Filhos do Átomo”

A ideia de criar uma nova equipe foi do editor Martin Goodman e coube a Stan Lee o trabalho de realizar este intento.

Dizem as lendas que o primeiro nome da equipe que o Excelsior imaginou seria Os Mutantes, mas Goodman não gostou. Ele achava que ninguém saberia o que é um mutante.

Então Lee teve a brilhante ideia de usar o X tanto no Professor quanto pra sua equipe e assim surgiram Os X-Men. A arte é claro ficou nas mãos do mestre Jack Kirby e a equipe estreou em The X-Men #1, de 1963.

Os X-Men surgiram como uma metáfora bastante polêmica para o racismo, pois na época os conflitos raciais (estavam no auge). No gibi o Homo Superior é uma prova contundente da evolução humana e o ser humano comum por medo e desconfiança trata a todos de maneira hedionda.

Outro aspecto interessante é que os mutantes despertam seus poderes na adolescência, porque é na puberdade que nosso corpo sofre transformações.

E ainda temos o inesquecível bordão que os heróis são destinados a salvar um mundo que os odeia que define como é ser um X-Man.  Esse altruísmo idílico veio a partir da mente do Professor Charles Xavier que deseja a convivência pacífica entre humanos e mutantes.

O Professor X comanda secretamente em sua mansão em Nova York, o Instituto Xavier para Jovens Superdotados, no qual os mutantes aprendem a usar seus dons para que o sonho de Charles se concretize.

Só que a convivência é ameaçada por outro mutante muito poderoso Magneto (Erik Lehnsherr) que deseja com sua Irmandade de Mutantes provar que o Homo Superior deve subjugar a raça humana.

A primeira formação da equipe era composta por: Anjo (Warren Worthington III), Ciclope (Scott Summers), Garota Marvel (Jean Grey), Fera (Hank McCoy) e Homem de Gelo (Bob Drake). Um detalhe engraçado é que no início Bob usava botas parecendo um boneco de gelo como víamos nos desenhos animados antigos.

Por mais incrível que possa parecer as revistas dos X-Men não vendiam muito lá no inicio, pois os outros heróis tipo: Homem-Aranha, Hulk e Quarteto Fantástico. Tinham uma repercussão maior que a equipe mutante. O negócio ia tão mal que a editora estava parando de publicar histórias novas (e só republicava material antigo).

Durante este hiato a equipe recebeu dois novos integrantes: Destrutor (Alex Summers) irmão do Ciclope e Polaris (Lorna Dane). Esse período é marcado pela presença de Roy Thomas e Neal Adams que ajudaram a modificar o design dos personagens.

Somente nos anos 70 com a entrada de artistas como Len Wein e Dave Cockrum que o assunto estava começando a mudar de figura, mas mesmo assim a distribuição ainda era bimestral (eles trabalharam na clássica Giant-Size X-Men # 1, de 1975).

Esta fase é marcada pela estreia dos Novos X-Men, uma equipe mista com mutantes de vários países. Na história quando a equipe estava numa missão em Krakoa, a ilha viva alguns integrantes da formação original ficaram desaparecidos (então Charles convoca uma nova equipe para resgata-los).

A grande diferença é que todos os integrantes já eram adultos e não se davam bem de jeito nenhum (Scott teve problemas para comanda-los). Nesta formação dos Novos X-Men tinha: Tempestade (Ororo Munroe), Wolverine (Logan), Solaris (Shiro Yashida), Colossus (Piotr Rasputin), Pássaro Trovejante (John Proudstar), Noturno (Kurt Wagner) e Banshee (Sean Cassidy).

Nos anos 80 quando os artistas Chris Claremont e John Byrne assumiram os personagens tivemos uma das melhores fases dos X-Men de todos os tempos (como êxito a revista passou a ser vendida todo mês).

E foi com a dupla que lemos: A Saga da Fênix, Dias de Um Futuro Esquecido, a sinistra saga da Ninhada, na qual surgiu os Novos Mutantes e a contundente Deus Ama, O Homem Mata.

Chris Claremont conseguiu elevar a venda das edições mutantes que estavam para serem canceladas. Sua contribuição é tão marcante, porque ainda criou alguns dos personagens mais importantes da mitologia dos X-Men (como: Vampira, Psylocke, Os Novos Mutantes, Emma Frost, Lince Negra, Mística, Excalibur entre outros).

A parceria de Byrne e Claremont foi a que melhor contribuiu para a mítica dos X-Men, mas havia um enorme conflito de ideias deles que divergiam sobre quase tudo. No final quem ganhou fomos nós leitores com histórias surpreendentes que ficaram para sempre com nossos heróis.

Ainda nos anos 80 foram acrescentadas sagas muito impactantes ao Universo X: Massacre de Mutantes, na qual os Morlocks estavam sendo exterminados e Queda de Mutantes, aonde Forge foi acusado de matar os X-Men.

E Inferno, na qual Madelyne Pryor vira vilã. Ela havia sido casada com Scott que a deixou assim que Jean voltou da morte (após a saga da Fênix). Madelyne descobriu ser um clone de Jean (criada pelo Sr. Sinistro a fim de criar o mutante perfeito).

Na década seguinte tivemos a era do artista Jim Lee (amado por uns e odiado por outros).

Lee é considerado um dos maiores desenhistas do mundo, pois tratou de redefinir o estilo dos X-Men na década de 1990.

Na época seu estilo bastante detalhado tornou-se referência obrigatória pra qualquer pessoa que sonhava ingressar nesse meio. E como não deveria deixar de ser sua arte foi copiada a exaustão em tudo quanto é canto. A passagem do artista pela equipe mutante é marcada pelas capas com vários efeitos especiais.

Mais há também aqueles que criticam que naquele período a arte era mais valorizada do que o argumento em si. Porém a parte que realmente vale a pena lembrar foi a inclusão da moleca Jubileu e do ladrão Gambit.

Se não me falha a memória ainda tivemos a descoberta do passado de Logan (atuando ao lado do Capitão América).

Estas histórias aconteceram quando o veterano Chris Claremont voltou pra editora após um tempo afastado. Tivemos as sagas Atos de Vingança e Programa de Extermínio, mas depois de 15 anos trabalhando nos títulos mutantes Claremont sai da em empresa (e depois Leem também junto com outros artistas fundaram a Image Comics).

Outro ponto de destaque é que os X-Men se dividiram em duas equipes Azul e Dourada.

Na equipe Azul estavam: Ciclope, Jubileu, Wolverine, Fera, Gambit Vampira e Psylocke e na Dourada haviam: Tempestade, Forge, Banshee, Jean, Arcanjo, Colossus e Homem de Gelo.

Nos anos 90 tivemos uma explosão de diversas sagas que ajudaram a dar uma popularidade incrível pro Universo Mutante. Foram elas: A Saga da Ilha Muir, A Canção do Carrasco, Atração Fatal, Aliança Falange, A Era do Apocalipse, Massacre, Os Doze e Operação: Tolerância Zero.

Foi nesta época que tivemos Cable, Gambit, Deadpool, X-Man (Nate Grey), X-Factor (numa nova formação), X-Force e ainda a grande sensação Geração X.

No final da década surgiu a revista Mutant X, na qual Destrutor vivia algumas aventuras numa realidade alternativa.

Além de criação de heróis, diversas sagas, revistas com crossovers contendo vários desdobramentos (um dos seus títulos vendeu oito milhões de cópias). Os anos 90 ficaram marcados pra sempre como a época em que o Universo mutante virou uma incrível X-mania.

No início dos anos 2000, Chris Claremont retornou pra Casa de Ideias e trabalhou em X-Treme X-men. Nesta formação havia: Tempestade, Fera, Pássaro Trovejante III, Sábia, Bishop, Psylocke e Vampira.

Lembro que o Fera sofreu uma mutação secundária parecendo um felino (ficou muito estranho).

Depois vieram fases marcantes com Grant Morrison e Frank Quitely quando o título mudou para New X-Men.  Na equipe tinhamos: Charles, Scott, Logan, Jean e Emma. O detalhe curisoso era que os uniformes negros tiveram influência do filme de Brian Singer (enquanto Jean e Scott viveram uma crise conjugal).

Aonde tivemos E de Extinção e o surgimento da pior vilã que já vi Cassandra Nova (que exterminou a população de Genosha usando Sentinelas). Em Planeta X achávamos que Xorn era Magneto disfarçado e novamente há outra morte da Jean.

Em 2004 com a saida de Morrison para a Distinta Concorrente vieram John Cassaday e Joss Wedon (atual diretor dos Vingadores). Surpreendentes X-Men tinham em sua formação: Armadura, Ciclope, Emma Frost, Lince Negra, Wolverine e Fera (nesta época temos a volta de Colossus que todos imaginavam estar morto).

O destaque foi pro retorno dos uniformes tradicionais e também Ciclope estava querendo que a equipe fosse vista como heróis (diante da população).

Bem diferente da década anterior nos anos 2000 as sagas deram uma caída brusca, mas em contrapartida o roteiro ficou bastante consistente.

E então veio Dinastia M, saga que mudou tudo, pois ela reduziu drasticamente a população de mutantes e tornou minha querida Wanda numa maluca total.

Depois Complexo de Messias, aonde todos acreditavam que Hope salvaria o futuro dos mutantes. A minissérie cisma veio com a mesma intenção de Guerra Civil, pois assim como Steve e Tony dividiram os Vingadores em duas facções.

Aconteceu a mesma coisa entre Scott e Logan com ideias divergentes quanto ao rsto dos mutantes. A divisão culminou na saga Vingadores versus X-Men, tendo a Força Fênix em destaque (nunca vi nada render tanto assim).

Como trágica consequência Ciclope mata Charles numa cena que despertou a ira de muitos fãs do herói. No reboot da editora conhecido como Marvel Now, os X-Men agem em conjunto com outros heróis da editora.

E como fato inédito temos uma viagem no tempo aonde o X-Men originais viajam pra atualidade (os adolescentes precisam encarar fatos de sua vida que pra eles ainda irão acontecer).

É inegável que os X-Men são uma fonte inesgotável de histórias que nos estarrecem e agora com a franquia mutante bombando nas telonas o futuro nos reservará grandes novas histórias.

Confira na galeria abaixo algumas imagens dos X-Men que garimpei na web

 

 0 1 2 3 4 5 7 8-mike-deodato 9-moira-mactargget 10 11 12 13 14 15-Sentinels 16-morlocks 17-apocalypse 18-Sr_Sinistro_por_Robert_Atkins 19-clube-do-inferno 20-Cassandra_Nova 21-carrascos 22-rei-das-sombras 23-Carniceiros 24-X-Treme_X-Men 25-New-Mutants 26 27 28 29 30 alex ross 0 alex ross 1 alex-ross Artgerm arthur-adams 1 arthur-adams 2 bruce timm 0 cliff chiang dave-cockrum jim lee jim-lee Joe_Jusko john byrne julian-totino-tedesco marco-djurdjevic marvel-anime-x-men marvel-heroes paolo rivera ultimate-x-men wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 wallpaper-astonishing-x-men wallpaper-x-men

wallpaper-phoenix-five

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Herói

fantastic-four

Quarteto Fantástico

A famosa equipe foi criada pelos lendários Jack Kirby e Stan Lee durante o auge da corrida espacial e também da Guerra Fria, em 1960 (esse aspecto foi mostrado na excelente HQ Mitos Marvel).

O Quarteto Fantástico surgiu na edição The Fantastic Four #1 (Novembro de 1961). Sendo o primeiro grupo de heróis criado pela Casa de Ideias e surgiu como resposta a popularidade da Liga da Justiça.

Uma coisa interessante é que a equipe já foi chamada por aqui de Os Quatro Fantásticos e sua formação foi inspirada em outra equipe da Distinta Concorrente, Os Desafiadores do Desconhecido, na qual Kirby trabalhou como artista (é como diz o ditado nada se cria tudo se copia).

Bom, basicamente dá pra comparar os integrantes do grupo com os 4 elementos. O Senhor Fantástico é a água, o Coisa a terra, a linda Sue Storm simboliza o ar e o mimado do Johnny Storm simboliza o fogo.

Só por estas características os heróis compõe os elementos básicos da existência. Um fato interessante que “talvez” tenha sido feito de propósito.

O grande lance do Quarteto é aquela característica básica que a Marvel tem para compor seus personagens, pois apesar dos superpoderes eles ainda mantém todos os  problemas que nós pessoas comuns também temos.

Vendo por este lado quem mais saiu perdendo foi o Coisa. De quem eu sempre gostei, pois todos os integrantes continuaram com aspecto normal menos ele (fatalmente preso num horrível corpo de pedra). Eu ficava irritado por conta das brincadeiras sem graça do Tocha Humana (e apenas por conta disso nunca fui com a cara do foguinho).

O Coisa também teve um desenho da Hanna-Barbera aonde um magrelo Ben Grimm juntava um anel partido e gritava: “anéis mágicos entrem em ação.” E se transformava no ser pedregoso para salvar uma encrenqueira turma de adolescentes. Eu infelizmente via esta versão tosca e ainda brincava dizendo a famosa frase (que vergonha).

Reed Richards é sem sombra de dúvidas a mente mais inteligente do Universo Marvel. Há outros personagens igualmente inteligentes, mas que sejam equivalentes ao seu nível creio que não tenha.

O Tocha Humana não é o primeiro herói a usar este nome, pois nós  temos o Tocha Humana original um ser humano sintético criado pelo Professor Phineas Thomas Horton.

Temos uma pequena amostra deste que também é um dos primeiros heróis da Casa de Ideias na excelente HQ Marvels e no filme do Capitão América: O Primeiro Vingador na exposição da Feira de Ciências aonde aparece igual na referida HQ.

Jessica Alba estava lindíssima no papel de Sue Storm pra mim  ficou muito engraçado no filme ela ter que tirar a roupa pra ficar totalmente invisível.

É interessante notar que  Sue era marcada como um dos integrantes com os poderes mais fracos do Quarteto, mas mesmo assim fazia muito sucesso tornando-se um símbolo para as mulheres da época (década de 60). No entanto com o passar dos anos Sue foi demonstrando seu valor como componente do grupo.

O filme conseguiu pegar toda a essência das HQs do grupo e retratá-los de forma autêntica a inteligência do Reed, o sofrimento de Bem por causa de sua aparência, a inveja do Victor Voon Doom e principalmente Johnny Storm voando para formar o símbolo do grupo no céu. O longa é um prato cheio pra nós fãs pena que não conseguiram arrecadar uma boa bilheteria.

A continuação que deveria ter sido melhor acabou naufragando a franquia. A sequência cometeu dois erros gravíssimos. Um erro que não me agradou foi ter dito que o poder do Surfista Prateado estava em sua prancha, blargh!!!

E o segundo que ficou pior foi que poderiam ter ousado um pouco e mostrado o vilão espacial Galactus, mas ficaram em efeitos especiais capengas frustrando nossa alegria.  Ficou muito subjetivo sabíamos que Galactus estava lá mais não dava pra vê-lo.

Durante os anos 90 tivemos uma adaptação trash dirigida por John Corben.  Dizem as lendas que virou cult e artigo de colecionador, mas eu nunca vi nada dele (apenas algumas imagens na web).

No primeiro desenho produzido pela Hanna-Barbera eles eram chamados de Os Quatro Fantásticos. Um erro recorrente em nosso país, porque os tradutores nunca pesquisam antes sobre o assunto.

A origem seguia tudo aquilo que havia nos gibis, pois a equipe ganhou seus poderes após um acidente numa missão espacial.

Uma coisa interessante é que algum tempo depois substituíram o Tocha pelo robô Herbie que foi criado exclusivamente pro desenho. A verdade é que os produtores tiveram medo que as crianças ateassem fogo em si mesmas (e alguns anos depois Herbie migrou pros gibis).

Um fato interessante é que tivemos nestes desenhos aparições dos vilões Doutor Destino, Galactus e também do Surfista Prateado. O renomado artista Alex Toth foi quem criou o  design dos personagens.

O desenho foi ao ar pela rede ABC e contava com apenas 20 episódios, de mais ou menos 22 minutos, lançados em 1967.

O desenho de 1994 teve a narração de Stan Lee dizendo como criou cada personagem. E também tinha diversas participações especiais como: Homem de Ferro, Demolidor, Gavião Arqueiro, Hulk, Mulher-Aranha (Julie Carpenter), Feiticeira Escarlate, Mulher-Hulk  entre outros.

O desenho tentou recriar histórias importantes da equipe dos anos 60 como a Trilogia de Galactus e incluiu o Doutor Destino como o vilão principal.

Só que seu maior erro foi tentar manter um clima de comédia e também tivemos uma péssima caracterização dos heróis (um fato que não agradou a nenhum fã causando seu cancelamento).

Fantastic Four: World’s Greatest Heroes é a melhor versão da equipe que surgiu, em 2006. O destaque fica pro estilo mais arrojado baseado no anime e ainda misturaram recursos de 2D com 3D.

Fora isso as características pessoais foram bastante definidas tipo a inteligência do Reed, Sue age com bom senso e bem centrada, o Johnny mantendo-se engraçadinho e é claro o Coisa sempre mal humorado.

Desta vez temos mais características que nos ligam aos quadrinhos como a incursão pela Zona Negativa e como diferencial o Quarteto tem uma certa popularidade em Nova York (algo aproveitado no primeiro filme).

É muito engraçado notar que os outros moradores do Edifício Baxter reclamam da presença dos heróis arranjando sempre alguma forma para despeja-los de qualquer jeito.

E ainda temos diversas participações de outros heróis como: Homem de Ferro, Namor, Hulk, Homem-Formiga e também de alguns vilões como: Doutor Destino, Terminus, Ronan, os Skrulls, Mestre dos Bonecos, Diablo, Homem Impossível e Quarteto Terrível.

Quando a Marvel reformulou seus títulos trazendo os personagens com novas releituras pro séc. XXI. Tivemos a versão Ultimate do Quarteto Fantástico feita com roteiros de Brian Michael Bendis e Mark Millar e arte de Adam Kubert, em 2004.

Nesta fase eles inovaram o conceito do Quarteto transformando-os em adolescentes com QI acima do nível normal. Enquanto a família tradicional tinha aquele foco de pessoas com personalidade diferentes que lutavam contra situações espetaculares.

Outro fato importante é que a origem foi modificada, pois no universo tradicional seus poderes foram adquiridos no espaço. Enquanto na versão Ultimate foi aqui mesmo na Terra, porque  Reed, Ben, Sue e Johnny ganharam seus poderes após um experimento de teletransporte que deu defeito.

O que tornou esta versão interessante é que mantiveram a narrativa focando no desenvolvimento dos heróis (deixando as aventuras em segundo plano).

Durante a infame Guerra Civil a equipe se dividiu, pois Sue e Johnny deram apoio ao Capitão América. Enquanto Ben partiu pra França causando confusão na cidade luz e Reed aliou-se a Tony Stark na intenção de registrar todos os heróis pro governo.

Depois da “morte” do palito de fósforos e a inclusão do Homem-Aranha na equipe (um pedido do próprio Johnny). Reed cria a Fundação Futuro com a intensão de juntar as mentes mais criativas do mundo para ajudar na evolução da humanidade.

A parte interessante é a mudança drástica que fizeram nos uniformes que perderam o azul para tornarem-se brancos. Pra completar o tradicional “4” ser substituído por um hexágono (se vai valer a pena somente o tempo irá confirmar).

No futuro distante de 2099 temos o Quarteto atuando após voltar de uma incursão na Zona Negativa. Quando a equipe saiu notou que seus uniformes estavam diferentes e foram logo caçados pela SHIELD, pois pensavam que fossem clones dos originais.

O Quarteto até tentou provar serem os verdadeiros contando com a ajuda do Homem-Aranha (Miguel O’Hara) daquele período, mas o dados foram inconclusivos (fazendo com que a dúvida sobre eles continuasse).

Mesmo com grande desconfiança parecia que tudo não iria ficar pior, mas as coisas se complicaram quando a Terra daquela realidade estava pra ser destruída devido a rota de colisão de um planetoide (a equipe une-se com o Victor do futuro pra tentar deter esta ameaça terrível pra toda humanidade).

A primeira família da Marvel é uma das melhores equipes de super-heróis já criadas, mas é somente de tempos em tempos que temos uma aventura eletrizante sobre ela.

Só pra fechar pipocaram comentários sobre a presença do ator Michael B. Jordan para ser o novo Johnny Storm e sinceramente é catastrófico (será que os produtores não notam que não tem nada a ver com o loirinho). Como irão explicar ele ser irmão de uma loira, talvez simplesmente vão falar que foi adotado (ou será que veio até de uma outra dimensão?).

Brincadeiras a parte, acho louvável esta ideia de termos mais heróis negros nos gibis, pois já está na hora de haver mudanças significativas pra isso acontecer.

Infelizmente a franquia anterior naufragou naquele segundo filme ruim e pelo andar da carruagem “talvez” teremos mais uma bomba pra reclamar (eu gostaria de estar errado, mas esta descaracterização está terrível).

Eu quero assistir uma aventura da equipe em que suas viagens pela Zona Negativa, universo microscópico ou salvando o universo da ameaça de Galactus sejam bem mostradas, pois a Marvel já demonstrou que não está brincando nas telonas (e será que vão deixar um absurdo destes acontecer?).

Bom, algo que vale a pena lembrar é que a equipe já teve diversos heróis como membros temporários (algo que comentei aqui).

Veja na galeria abaixo algumas imagens do Quarteto Fantástico que garimpei na web

0-alex_ross

fantastic-four

1.1 1.2 1 2 3-Alex-Ross

ff-1

5-Jack Kirby 1 6-Jack Kirby 2 7 8 9 10 11 12-ultimate 13 14 15-Future-Foundation-with-Spider-Man

2 arthur adams john-byrne thomas frisano

alan davis 2 douglas-shuler Fantastic_Four_2099 Fantastic_Four_by_statman71 Fantastic-Four-by-Alex-Ross GABRIELE DELL'OTTO gene ha george_perez graham nolan hildebrant joe jusko john byrne john cassaday john romita jr john-byrne 1 john-byrne julian-totino-tedesco marvel_dc_by_byrne quarteto fantástico-1967 quarteto fantástico-1994 quarteto fantástico-2006

movie-1994

skottie young steve rude superman_vs_fantastic_four_by_namorsubmariner terry dodson wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 Wallpaper 7 wallpaper 8 wallpaper 9 wallpaper by john byrne

wallpaper-by-arthur-adams

wallpaper-terry-dodson

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Imagens

z

Surfista Prateado

“A mim, minha prancha!”

Norrin Radd foi criado pelas lendas Jack Kirby e Stan Lee sendo um dos heróis espaciais mais queridos no mundo nerd do Universo Marvel 616.

Silver Surfer surgiu pela primeira vez como um vilão na edição Fantastic Four # 48, em 1966.

Como curiosidade Norrin já foi chamado aqui no Brasil de Acrobata do Cosmo (não sei explicar por qual motivo).

Dizem as lendas que Stan Lee imprimiu no personagem um modo de agir filosófico e introspectivo transmitindo tudo aquilo que pensava sobre si e o mundo.

Em sua origem, Norrin Radd era um nobre que vivia no distante planeta de Zenn-La. Só que num fatídico dia, Galactus chegou para consumir seu planeta e desesperado para salvar Shalla Bal, seu grande amor (e todos os habitantes).

Norrin resolve barganhar sua vida para servir humildemente ao gigante desde que poupasse o planeta. Galactus concordou iradiando uma pequena fração do seu poder e transfomando-o em seu arauto o Surfista Prateado.

O Surfista possuiu diversos poderes como invulnerabilidade, velocidade e força sobre humana, visão espectral, absorção de energia, manipulação da gravidade, telecinesia e telepatia, comanda sua prancha telepaticamente (entre vários outros).

A parte que sempre me interessou é o seu imenso poder cósmico, pois pode viajar pelo espaço sideral e até atravessar barreiras dimensionais. Tal poder lhe concede a vantagem de manipular todos os tipos de energia, sobreviver em qualquer ambiente inóspito e também a viajar no tempo (sem a necessidade de se alimentar).

O herói estreou na famosa e clássica aventura, “A Trilogia de Galactus”, na época foi dividida em três edições e mostrava a chegada do Devorador de Mundos em nosso planeta.

A função do herói era vagar pelo cosmo para encontrar planetas que pudessem ser devorados pelo seu mestre. Inicialmente, o Surfista procurava mundos nos quais não houvesse vida inteligente para serem aniquiladas.

Só que Galactus removeu essa intenção da personalidade de seu arauto. E desde então planetas com seres inteligentes também eram consumidos pelo gigante.

Mesmo o Vigia tentando esconder a Terra de algumas formas não teve jeito e Galactus enfrentou o Quarteto Fantástico. Foi graças a intervenção de Alicia Masters que o Surfista mudou de lado se opondo ao seu mestre.

Devido a sua traição Galactus criou uma barreira protetora que impedia nosso herói de singrar o cosmo.

Somente depois de um longo tempo é que Reed Richards conseguiu uma forma do herói atravessar a barreira energética podendo singrar novamente pelo cosmo.

Seus principais inimigos são: Dr. Destino, Thanos, Mefisto e Uni-Lord.

Em suas aventuras por nosso planeta o Surfista Prateado já se aliou inúmeras vezes ao Quarteto Fantástico e ao Homem-Aranha. Mais também já participou da formação clássica do grupo conhecido como Os Defensores agindo em parceira com Namor, Hulk e Dr. Estranho combatendo ameaças cósmicas.

Durante a segunda formação da equipe tivemos os heróis: Valquíria, Gavião Arqueiro e Falcão Noturno. Na formação mais recente termos: Nick Fury, Homem-Formiga (Scott Lang), Dr. Estranho, Namor, Mulher-Hulk Vermelha e também o Surfista.

Na série animada da primeira família, Os Quatro Fantásticos que foi pra telinha, em 1967. O Surfista Prateado surge no episódio,” Galactus, O Saqueador”.

No final da década de 90, o Surfista estreou sua própria série de desenhos com animação computadorizada. Essa versão foi baseada na arte de Jack Kirby, mas somente Norrin aparecia em suas aventuras (não tendo nenhum contanto com qualquer outro super-herói).

Mesmo sendo visualmente incrível esta série durou apenas 13 episódios inseridos numa única temporada.

Na telona o ator Doug Jones, interpretou nosso herói no fraquíssimo Quarteto Fantástico 2 (2007), sendo dublado no original por Laurence Fishburne. Foi uma versão bastante ruim da Trilogia de Galactus, pois o gigante  nem aparece na telona. Aquela explicação que o poder vinha de sua prancha foi uma porcaria horrível.

E por último no engraçadíssimo, Esquadrão de Heróis o Surfista participa da equipe que tem ainda: Wolverine, Homem de Ferro, Hulk, Falcão e Réptil enfrentando o Dr. Destino com seus aliados: Dr. Octopus, Abominável, M.O.D.O.K, Mística e alguns outros vilões.

A parte interessante é que temos a participação de alguns personagens do Universo Marvel como: Tempestade, Vespa, Miss Marvel, Feiticeira Escarlate, Capitão América entre outros.

O Surfista Prateado é um dos mais hilários de todos, pois age como um peixe fora d’água, sempre fascinado pelos nosso costumes. Se sente bem ao participar da equipe como se estivesse em casa.

E só pra fechar no filme A Força do Amor estrelado por Richard Gere seu personagem Jesse Lujack. Esta sendo procurado por assassinar um policial e se refugia na casa da namorada aonde fica lendo revistas do Surfista Prateado (fato que transformou nosso Oscar espacial num herói cult).

Contemple na galeria abaixo algumas imagens do Surfista Prateado que garimpei na web

1.0-jack kirby 1.2-jack kirby 1.3-jack kirby 1.4-jack kirby 1.5-jack-kirby

esad-ribic

2.1 2.2 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 14 15 15 16 17 18 19 20 22 23 24 25 26 27 28 30 31 32-bruce-timm 33-joe jusko 34-paolo-rivera 35-moebius 36-john buscema 37-steve rude 38-rafael-albuquerque 39-marvel-heroes-by-jack-kirby 40 avengers_classic avengers-by-alex-ross bruce-timm esquadrão-supremo eternity exilados ff Gladiator Marvel_NOW! os-defensores-arthur adams

defenders_by_byrne

thor tropa-alfa-by-john-byrne wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper-arthur adams

Ober un evezhiadenn

Filed under Imagens

Musas de Tinta

z

Vespa

Janet Van Dyne foi criada também por Stan Lee e Jack Kirby. Surgindo pela primeira vez no gibi Tales to Astonish #44, de 1963 (e seu nome de heroína é Wasp, no original).

Jan é uma famosa socialite, filha do renomado cientista Vernon Van Dyne, que infelizmente fora assassinado. Quando este fatídico momento aconteceu Jan foi pedir ajuda ao amigo de seu pai, o Doutor Hank Pym. Sem ela saber o doutor tinha uma vida heroica secreta agindo como o Homem-Formiga.

Devido a forma como Jan se expressava sua dor e pelo seu comportamento moral (e sensibilizado, porque também havia perdido sua esposa). Hank decidiu revelar sua identidade secreta e convidou-a punir os criminosos.

Criando então a partir de suas pesquisas biomoleculares algo similar com o que já usava. Jan pode encolher ficando do tamanho de um inseto e seu corpo ganha asas quando fica assim. Além disso ganha força sobre-humana e consegue ferroar seus adversários quando deseja disparando raios energéticos de suas mãos.

Após vingar a morte de seu pai, Jan gostou da vida heroica e passou então a fazer dupla com Hank. A amizade entre eles foi se transformando em amor e eles se casaram.

O casamento da Vespa foi publicado na edição The Avengers # 60, de 1969. Contando com a arte de John Buscema e roteiro de Roy Thomas.

O herói era o Jaqueta Amarela e o restante da equipe estava totalmente aborrecido por causa de sua decisão (que tinha um motivo que só ela compreendia).

Eles desconfiavam que Hank Pym havia sido deixado pra morrer por culpa do Jaqueta Amarela, mas todos sabemos que o Jaqueta foi criado por um distúrbio na personalidade de Hank. E também outro motivo seria o interesse dele na fortuna de Jan, pois todos desconfiavam que o Jaqueta estava interessado apenas nisso.

Pra tornar tudo mais doido o casório foi invadido pela equipe de vilões do Mestre do Picadeiro e seu Circo do Crime (atualmente vilões de quinta categoria da editora).

Sem saber de nada Jan recebia ajuda pros preparativos de Sue Storm e Crystal pra chamar a atenção dos leitores havia convidados ilustres como: Nick Fury, Homem-Aranha, X-Men, Quarteto Fantástico, Doutor Estranho, Demolidor entre outros.

A confusão começou quando a equipe de vilões começou a perturbar tudo mantendo Jan sob custódia, então Hank fica desvairado mostrando ser o Golias, pra mim é a mesma coisa que o Gigante (o herói teve mais de uma identidade heroica ao longo dos anos).

Quando acabou a confusão e os vilões foram derrotados,  Jan já desconfiava do ataque esquizofrênico de Hank e sabia que o Jaqueta era ele o tempo todo (uma história meio complicada, mas muito maneira e com aquele famoso final feliz daqueles tempos).

Bom, a popularidade das histórias da dupla foi o principal motivo para torna-los membros fundadores dos Vingadores. Foi Jan quem teve a ideia de nomear a equipe e nos gibis antigos ela era mostrada usando diversos uniformes.

Dai então aproveitaram que por Jan ser uma estilista vivia trocando constantemente de roupa.

A Vespa teve duas aparições nos desenhos da Marvel a primeira foi no desenho de 1999 que é ruim pra caramba e depois na aclamada versão Os Vingadores: Os Heróis Mais Poderosos da Terra.

Sua personalidade é muito envolvente demonstrando ser além de simpática, uma aventureira nata e adora implicar com Hank por quem nutre uma paixão (que mostrava ser aparentemente não correspondida).

Recentemente a heroína retornou dos mortos, pois durante a saga Invasão Secreta tinha ido pro além após ser enganada por um falso Hank Pym.

Na versão Ultimate Jan ficou meio diferente, pois tornou uma descendente asiática nascida com poderes mutantes. Além disso é uma bióloga molecular e mantiveram seu relacionamento com Hank Pym.

É justamente neste ponto que acentuaram o que já havia acontecido no universo tradicional, porque aproveitaram o período da instabilidade emocional de Hank e usaram para transforma-lo num safado que bate nela.

Bom, não me lembro em qual edição foi, mas teve uma dessas brigas na qual Jan foi hospitalizada bastante ferida e Steve foi tirar satisfação com Hank. Só pra encurtar mesmo Pym se transformando em Gigante o Capitão desce a porrada nele (tirou onda e foi muito sinistro).

Neste mesmo universo Ultimate teve uma cena de sexo protagonizada por Hank e Jan, na qual ele proporcionava prazer a ela em sua forma diminuta e depois escalava seu corpo que causou um certo rebuliço.

Outro cena também polêmica foi o Tufão, um vilão de quinta (que vimos no desenho), aparece batendo impiedosamente numa garota de programa vestida como a heroína (e depois o maluco ainda confessa que sente desejo por Jan, vai entender?).

Pra fechar teve um boato na web que a atriz brasileira Morena Baccarin estava cotada pra viver a heroína no filme dos Vingadores, mas ficou apenas nisso.

Pra mim já estava na hora de trazer Jan pras telonas se ousaram colocar a Viúva Negra que ficou muito bem interpretada e imortalizada pela bela Scarlett Johansson, porque não trazer a principal heroína da equipe?

Confira na galeria abaixo algumas imagens da lindíssima Vespa que pesquei na web

0-ant-man-and-wasp-1963 0-don-heck 01 1.0 1.1 1

asp

2 3 4 5 6 7 8 9.1 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 20 21 22 24 25 26.1 26 26-ultimate 27 28 29 30 31 32 33-wasp_black_dress_by_blackangel014 35-ultimate-wasp adam-hughes avengers-alan-davis avengers-arthur adams avengers-arthur-adams avengers-cliff-chiang avengers-Salvador_Larroca commission__the_wasp_corps_by_johnbecaro garret blair garret blair-ultimate_wasp garrett-blair greg_land j. scott campbell john byrne mario-chavez mike-choi mitch-foust morena-baccarin paulo-siqueira phil noto wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

avengers 1

Os Poderosos Vingadores

Os Heróis mais Poderosos da Terra

“Avante, Vingadores!”

É a equipe da Marvel tão popular nos gibis quanto a Liga da Justiça. Os Vingadores foram criados pelas lendas o roteirista Stan Lee e pelo artista Jack Kirby. Surgindo em sua própria revista The Avengers # 1, em 1963.

Dizem as lendas que Os Vingadores foram criados para combater o sucesso que era a Liga da Justiça, da Distinta Concorrente. A abordagem teve aquele contexto batido no qual deveriam se unir para combater uma ameaça que nenhum deles conseguiria enfrentar sozinho (algo que tanto a Sociedade quanto a Liga já usavam há algum tempo).

A primeira formação da equipe reuniu: Hulk, Thor, Homem de Ferro, Vespa e Homem-Formiga (que eram os heróis da editora mais populares daquele período). A união da equipe é culpa do Loki que através de seu ódio irracional por Thor e por meio de suas manipulações enfurece o Gigante Esmeralda.

Assim um pedido de socorro é enviado que atrai a atenção do Deus do Trovão (forçando um confronto). No entanto o pedido de socorro também chama a atenção inesperada do restante de heróis (depois eles descobrem a trapaça de Loki).

E acabam se juntando para derrota-lo formando a equipe. A entrada do Capitão América na equipe aconteceu logo depois que o Grandão saiu. Na verdade Stan Lee queria retirar Steve do limbo e inseriu aquela clássica aventura aonde ele é resgatado do gelo (fato aproveitado no desenho de 2011).

Bom, pouco tempo depois que Steve entrou pra equipe logo acabou virando líder, porque sua grande experiência como estrategista e combatente de Guerra (tornou-o uma escolha lógica). Sem sombra de dúvidas o Capitão está pros Vingadores assim como o Caçador de Marte está pra Liga, pois ambos são os heróis que mais ficaram em suas equipes nos gibis.

Os Vingadores contam com diversas formações variando ao longo das décadas com vários heróis: Feiticeira Escarlate que durante algum tempo virou uma maluca muito poderosa (durante a ótima Dinastia M), o velocista Mercúrio ambos participaram da primeira formação da Irmandade de Mutantes (que na época era comandada por Magneto).

O Pantera Negra, vulgo T’Challa e também rei de Wakanda é um dos personagens mais fascinantes pra mim na equipe. Justamente por causa de sua aparição no desenho, porque conseguiram dar relevância ao seu aspecto de cientista renomado e inteligente. Colocando-o no mesmo patamar que Reed Richards, Hank Pym, Bruce Banner e Tony Stark (as mentes mais brilhantes da Marvel).

Outro que me surpreendeu foi o Gavião Arqueiro, pois foi somente por causa da atuação perspicaz de Jeremy Renner no filme (que passei a gostar do herói). Eu não conhecia nada sobre ele, então pesquisei mais na web e também curti sua participação engraçadíssima na série animada, de 2011.

Logo de primeira os heróis não eram amigos e agiam separados em lugares diferentes. Então somos apresentados a cada um deles com episódios centrados no Homem de Ferro, Thor em Asgard, Hulk numa transformação igual ao antigo seriado televisivo, Capitão América numa aventura durante a Segunda Guerra Mundial aonde temos a participação de um certo “mutante canadense” como integrante do Comando Selvagem (sendo chamado aqui de forma errada de Comando Vermelho).

Além do Homem-Formiga que apesar de muito inteligente é um pacifista relutante em usar seus conhecimentos para ser um herói e a Vespa uma adorável socialite que curte essa aventura toda como heroína.

Vemos de maneira bem impressionante as características pessoais dos heróis serem mostradas. Eu sempre achei a fala empolada do Thor uma das coisas mais interessantes que já vi e neste desenho mantiveram isso, mas no filme não sei por qual motivo tiraram e ficou como se estivesse faltando algo especial do meu ponto de vista.

Além disso temos a participação de vários vilões como: Kang, Barão Von Strucker, a bela Encantor, o Homem Absorvente , IMA, Abominável, os Mestres do Terror entre outros que eu nem lembrava mais (e Loki desempenha novamente  o papel de reunir mesmo sem querer a equipe).

Os Vingadores também consegue ter momentos antológicos como o Homem de Ferro voando igual a adaptação cinematográfica, Steve Rogers ensinando Tony Stark a lutar com o Hulk e o Gavião rindo da situação, o Thor em sua divergência com Odin, o Gavião Arqueiro contando piadas a todo momento.

Tivemos até participações especiais do Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Guardiões das Galáxias, Luke Cage, Punho de Ferro e até do Soldado Invernal. Contando com situações engraçadas, boas cenas de ação e um desenvolvimento impecável na personalidade dos heróis.

A Casa de Ideias acertou em cheio nos brindando com um desenho de alta qualidade. A série prima por excelência em mesclar elementos de várias passagens das HQs do supergrupo ao longo dos anos.

É uma das poucas vezes em que a Marvel conseguiu emplacar um desenho de bom nível, pois a DC sempre ganhou de lavada neste quesito. Apesar de que tudo que é bom dura pouco, por causa do estrondoso sucesso da adaptação pra telona. Cancelaram a série animada para minha total infelicidade e acredito que de milhares de fãs também.

Antes desta versão emplacar na telinha tivemos Avengers: United They Stand, de 1999. Foi uma porcaria sem precedentes principalmente, porque não tinha participação de nenhum dos três grandes Steve, o Loirinho e o Cara de Lata.

Eu não sei quem teve a grande ideia de colocar a equipe baseada nos Vingadores da Costa Oeste, um grupo que fez pouquíssimo alarde nos gibis dos anos 80. A equipe era composta por: Feiticeira Escarlate, Magnum, Vespa, Gavião Arqueiro, Tigresa, Falcão e Visão.

Tínhamos o Homem-Formiga na liderança. Esse desenho era ruim pra cacete, pois os heróis usavam um tipo de armadura tecnológica (uma invenção da produtora apenas pra vender brinquedos, blargh!).

O resultado foi um fracasso total resultando num total de apenas treze episódios com algumas participações especiais do Capitas e do Vingador Dourado. Nos gibis Os Vingadores tem diversos arcos de histórias relevantes, mas não vou me aprofundar sobre isso, pois cada fã tem seu momento preferido.

A famosa equipe ganhou novamente relevância quando o roteirista Mark Millar e o artista Bryan Hitch remodelaram suas origens pro séc. XXI, surgindo assim as aventuras na versão de Ultimate Avengers, no Brasil foram chamados de Os Supremos.

Todos os heróis principais foram readaptados ganhando versões mais radicais e até puxando para um lado mais plausível numa possível realidade pros tempos atuais (fato histórico na editora). O sucesso resultou no DVD Os Supremos – O Filme, de 2006 que consegue nos conectar com todo aquele ambiente que havia descrito nos gibis.

Os Supremos enfrentam a ameaça dos Chitauri com a vantagem que o Grandão estava ajudando, mas depois surge sua fúria desenfreada (e só pra constar o Hulk está assustador). E então tivemos uma continuação Os Supremos 2, no qual envolvem os Chitauri no assassinato do pai de T’Challa (então ele assume o manto de Pantera Negra e aventura começa).

Esse ficou bem fraquinho ainda mais, porque modificaram a origem do Pantera e deixaram o Hulk e o Thor de fora desta vez.

Pra fechar o filme de 2012 foi um sucesso absoluto, pois as adaptações anteriores prepararam o caminho pro seu lançamento (deixando a nós fãs mais loucos e ansiosos do que eu nunca havia visto antes).

Agora temos que esperar A Era de Ultron pra podermos continuar curtindo a epopeia cinematográfica da Marvel. Confira na galeria abaixo imagens de alguns heróis que pertenceram a equipe dos Vingadores que garimpei na web

0-the-avengers-1963 1.0 1 2 3 4 5 7-Pantera_Negra_por_Robert_Atkins 8-Gavião_Arqueiro_por_Clint_Langley 9 agente-americano ares-marte arraia asas de fogo capitã-marvel 1 Capitã-Marvel-by-Terry-Dodson capitão_mar_vell capitã-universo cavaleiro-da-lua cavaleiro-negro Coração de Leão - Kelsey Leigh crystalis deathcry Dr__Strange_by_tsudaduda edwin-jarvis espadachim Falcão falcão-de-aço feiticeira-escarlate felina-by-Stuart_Immonen Fera_por_Robert_Atkins Flama_by_West_by_Mythical_Mommy garota-esquilo garra-de-prata gigante gladiador golias-negro hank-pym Harpia - Bobbi Morse Hercules Homem Maquina homem-aranha homem-formiga-scott lang Hulk_Vermelho jaqueta-amarela jocasta Justiça luke-cage magdalene magnum mantis marrina mercúrio mulher-aranha 1 mulher-aranha 2 Namor punho de ferro Rick_Jones she-hulk tigresa tocha-humana 1 triatlo Trovejante-by-joe-jusko valete-de-copas visão-by-kevin-nowlan viúva-negra-phil noto wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper-marcio-takara

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Herói

z

O Incrível Hulk

O Gigante Esmeralda foi criado pela genialidade da dupla Stan Lee e Jack Kirby. A clássica The Incredible Hulk #1 marca a estreia do Grandão nos quadrinhos, em 1962.

O Golias Esmeralda é um dos membros fundadores da famosa equipe dos Vingadores que se uniram graças a intervenção do chato de galocha do Loki.

O Hulk é um dos personagens mais trágicos da Marvel (devido aos problemas que causa). Eu nunca gostei do Rick Jones, o parceiro-mirim de alguns heróis da Marvel, mas sem ele não teríamos o Grandão. Porque foi justamente para salvar o jovem que Banner foi exposto a bomba gama. Acarretando para si a sina de se transformar no monstro mais temido da Terra.

O grande rastro de destruição causado por sua passagem em determinado local é comparada a uma força da natureza. “Hulk”, em inglês, significa coisa ou pessoa pesada, desajeitada, informe ou maciça.

Quanto a cor do herói dizem as lendas que Stan Lee escolheu o cinza pro Hulk a fim de torna-lo bastante assustador, mas por causa de um erro gráfico foi substituído pelo verde. Então como a cor lhe agradou decidiu a partir da segunda edição adota-la como oficial.

Em “Mitos Marvel” (2006), o roteirista Paul Jenkins e o artista Paolo Rivera recontaram os fatos e acontecimentos sobre as origens de alguns personagens mais importantes da Marvel sob uma ótica mais atual. Uma linda HQ com uma arte impressionante sem ser um reboot.

Transformando-a numa leitura obrigatória pra quem gosta do Hulk, Homem-Aranha, X-Men entre outros.

O que desperta minha atenção no Hulk é seu aspecto psicológico, pois Banner sofre desde criança por causa dos abusos de seu pai. Um homem bastante violento que batia tanto na mãe quanto nele (transformando-o num adolescente reprimido e também num adulto totalmente instável).

E mesmo assim apesar dos contras Bruce encontrou o amor ao lado de Betty Ross. E também é considerado um dos cientistas mais inteligentes do Universo Marvel sendo bastante respeitado por seu trabalho.

É normal mostra-lo com uma dupla personalidade conflitante, mas será que Banner é mesmo bipolar?

Sinceramente eu acho que não, pois pra mim  o Hulk é todo sentimento reprimido  que Banner interioriza ou guarda em silencio no seu subconsciente. Não podemos esquecer que a ira é um dos grandes males do mundo moderno. E mesmo apesar do seu incrível intelecto ele não consegue lhe dar com certos aspectos dos relacionamentos. Então juntamos os abusos, as constantes brigas dos pais tudo isso minando sua autoconfiança.

O amargurado Bruce Banner ao interiorizar seus maiores temores liberta toda sua fúria e frustração quando se transforma no Hulk.  Temos todas aquelas magoas e ressentimentos misturados com uma raiva pura e destrutiva.

Isto dá pra ver claramente no filme Hulk, de Ang Lee, em 2003. Quando ele salta pela primeira vez e há um sentimento de êxtase e liberdade no rosto do Verdão.

Alguns críticos falam mal desta adaptação, mas eu acho muito fiel aos quadrinhos (sendo um filme forte, denso e psicológico).

Outro fato interessante é que tanto  Hulk quanto Banner lutam pra ser a personalidade dominante do Grandão.  Desde a versão original que era um pouco menor, tinha pouca inteligência e um comportamento bem instável.

Quando John Byrne esteve trabalhando com o herói decidiu separar Banner do Hulk e isto deixou Bruce muito feliz, porque até se casou com Betty (só que durou pouco, pois como consequência estava morrendo).

Enquanto isso o grandão tornou-se uma fera mais irracional e destrutiva do que nunca havíamos visto antes. Com muito custo o Dr. Samson reuniu os dois novamente. E essa versão voltou a ser cinza quando terminou a fase em  que o artista canadense desenhou suas aventuras, um clássico!

Essa outra versão cinza também foi bastante marcante pra mim com o Senhor Tira-Teima. Nesta fase de Peter David ele se transformava somente a noite e trabalhou como guarda-costas num cassino em Las Vegas ao lado de belas mulheres.

O famoso seriado televisivo foi inesquecível pra todos que tiveram a oportunidade de vê-lo. Os efeitos especiais da transformação de Banner (Bill Bixby) para Hulk (Lou Ferrigno) foi adotado na maioria das adaptações posteriores tornando-se a forma oficial de vermos algo tão impactante.

Na saga Planeta Hulk os Illuminatti iludiram o verdão, mas o melhor nisso tudo fi vê-lo como um gladiador espacial detonando tudo em Sakaar. Após derrotar o Rei Vermelho e se casar com Caiera parecia que tudo estava tranquilo, mas anve queo levou até ao planeta explodiu matando a todos. E o Golias volta enfurecido de ódio e buscando vingança causando uma confusão fenomenal.

Eu me lembrei que lá nos anos 80 o Dr. Estranho havia feito algo semelhante. Se não me engano ele mandou o Hulk pro limbo. Numa encruzilhada, porém quando a Tropa Alfa estava tentando resgatar seu integrante Sasquatch. O Hulk volta pra nossa realidade e como gratidão baixa a porrada em todos eles.

Bom, ao longo das décadas o Grandão teve alguns desenhos para brilhar sozinho e participou de outros.

O programa Marvel Super Hero Show foi feito pelo estúdio Grantray-Laurence Animation que produziu além do Incrível Hulk outros conhecidos nossos como: Thor, Capitão América e Namor, em 1966.

O famoso desenho desanimado foi a primeira versão pra telinha feita com o herói. E reproduzia de maneira fiel as aventuras do Gigante Esmeralda feitas por seus criadores. Há alguns anos atrás estes desenhos eram criticados demais pela sua total falta de animação, mas atualmente são cultuados como clássicos (que eu gostaria de ter todos).

A segunda versão que é a minha preferida também tinha o nome de Incrível Hulk e foi transmitida pela rede americana NBC, em 1982 (por aqui nós assistimos pela Rede Globo).  A parte legal é que os episódios eram narrados pelo Stan Lee e como curiosidade a música de abertura é a mesma de outro clássico da época a Caverna do Dragão.

As aventuras giravam em torno do Dr. Banner que procurava uma cura pra suas transformações enquanto era perseguido pelo exército e pelo caminho combatia alguns inimigos.

Nesta terceira versão a dublagem do Grandão ficou com o ator Lou Ferrigno que novamente tinha o nome de Incrível Hulk esteve na telinha, em 1996.

Aqui mais uma vez temos Banner tentando se livrar de sua fera interior. Eu gosto muito da abertura que ficou mais sinistra do que a anterior já mostrando o Grandão em fuga e destruindo tudo. É interessante notar que Betty Ross está loira e também a presença da linda Mulher-Hulk que já havia aparecido no desenho de 1982.

O herói ainda conta com Rick Jones e o Dr. Samson, mas a melhor parte é que viaja pelos Estados Unidos perseguido de maneira inclemente pelo General Ross.

No desenho dos Vingadores a personalidade de Banner é suprimida e vemos o Hulk constantemente atuando na equipe.  Há momentos antológicos com o Verdão quando luta contra Graviton, pois durante a batalha por mais que o Hulk caia ainda continua se levantando para desespero do vilão que controla a gravidade. E depois de vencer o Golias Esmeralda pergunta: “- Quem é o mais forte?”

Temos um momento engraçadíssimo aonde Gavião Arqueiro diz: “E aí Grandão, tudo bem?” E o Golias furioso responde: “-Você deixou Hulk na piscina ela congelou.” A Vespa participando da conversa: “- Ah! É esqueci que estava lá.” E  O Gavião ri da cara do Hulk.

E o melhor de todos quando o Capitão América diz: “- Eu tenho te observado Hulk não importa o quanto as pessoas tenham medo de você. Não importa o quanto o persigam você sempre faz a coisa certa. E isto faz de você um herói pra mim.”

Estas palavras foram simplesmente inacreditáveis. Steve prestou atenção nas atitudes do Verdão e o respeita por causa disso. É Uma das melhores atitudes que já vi em relação ao Hulk, pois na maioria das vezes ele é apenas perseguido pelo exército americano, diga-se “General Ross”.

Os Vingadores: Os Super-Heróis Mais Poderosos da Terra foi a melhor versão dos heróis que a Marvel já fez pra telinha, pois há muitos anos vinha perdendo terreno amargamente pra DC neste quesito.

Pena que cancelaram um desenho que conseguiu adaptar tão bem diversos arcos de histórias dos personagens para lançar Avengers Assemble uma versão conectada com o filme de 2012.

Bom, não vou comentar sobre os filmes do Gigante Esmeralda, pois já fiz uma postagem aqui.

O Hulk é um dos personagens mais fascinantes da Marvel, porque a história trágica de Banner nos envolve. E mesmo procurando uma cura pro seu mal, sendo um monstro perseguido pelo General Ross e incompreendido pela população segue fazendo o bem.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do Incrível Hulk

0 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

z

19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 alamoscout6 alex ross arthur adams bruce timm 0 bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm 3 bruce timm 4 frank cho