Tag Archives: Mercenário

Musas de Tinta

z-raf marinetti

Sonja, a Guerreira

A heroína surgiu inicialmente como uma versão feminina do Cimério, mas com o passar dos anos ganhou aventuras fantásticas e mitologia própria.

Red Sonja foi inspirada num livro de Robert E. Howard, mesmo criador de Conan, O Bárbaro. A história “Red Sonya de Rogatino“, contida no conto “The Shadow of Vulture” (1934).

Um aspecto interessante é que a Red Sonya do conto viveu no séc. XVI enquanto nossa musa tinha suas aventuras há 10.000 anos A.C.

Red Sonja surgiu na Marvel pelas mãos do roteirista Roy Thomas e do artista Barry Windsor-Smith surgindo na edição Conan the Barbarian #23, em 1973.

A heroína é famosa por seus cabelos ruivos e seu provocante biquíni-armadura prateado, de argolas reluzentes. Como curiosidade na primeira história seu traje é uma blusa de malha e calças curtas de seda vermelhas. Porém o biquíni é o seu “uniforme” mais reconhecido e preferido entre os fãs.

Assim como o Cimério, Sonja também viveu na famosa Era Hiboriana e nasceu na Hirkânia. Seus pais moravam numa fazenda e sua família era bastante simples, mas seu pai já foi um mercenário.

Ele fazia questão de ensinar aos filhos homens como manejar uma espada, porém Sonja como menina podia apenas assistir aos ensinamentos. Ela ficava com raiva por não poder participar e durante a noite treinava escondida tudo que o pai ensinava aos irmãos.

Até que num dia, um grupo de mercenários veio convidar seu pai para uma missão, em Khitai. Ao recusar o convite foi assassinado pelos ex-companheiros e também por crueldade mataram sua esposa e filhos.

Nesta tragédia, infelizmente, Sonja foi violentada pelo líder do grupo e sua casa foi incendiada. Ela conseguiu se salvar de ser queimada enrolando-se num cobertor molhado. Quando saiu em disparada quase desmaiou e teve a visão de uma deusa que ao ouvir seu sofrimento apiedou-se dela e veio ao seu auxílio.

A deusa contou que lhe ofereceria força e coragem para tornar-se uma guerreira, mas teria que jurar não permitir que nenhum homem lhe tocasse. A menos que perdesse num combate, Soja aceitou a condição sendo tocada pela espada da deusa transformando-se em outra pessoa.

Caminhando pelo mundo, Sonja oferecia seus serviços como mercenária a quem lhe pagasse melhor.

Nos gibis antigos Conan e Sonja tiveram várias aventuras juntos. Sempre rolava um clima entre eles, mas Conan nunca chegou a derrota-la de verdade. Sonja demonstrava ter um interesse muito grande no Cimério.

A primeira atriz a interpretar Red Sonja foi Brigitte Nielsen, em Guerreiros de Fogo (1985).

Na história que segue “quase” fielmente a origem dos quadrinhos. A família de Sonja é praticamente exterminada a mando da rainha Gedren (Sandahl Bergman). A rainha deseja conseguir um talismã que lhe concederá poderes inimagináveis.

Em sua busca por vingança, Sonja encontra Kalidor que a ajuda e por quem acaba se apaixonando. O filme mostra estranhamente Swarza como Kalidor ao invés de Conan (eu nunca entendi a mudança drástica).

Guerreiros de Fogo é considerado um dos piores filmes já feitos servindo apenas pra assisti-lo como curiosidade, pois chega a ser bem inferior as antigas produções do Cimério.

Anos depois no seriado televisivo, Conan: O Aventureiro, estrelado por Ralf Moeller, a segunda atriz a interpretar Sonja foi Angelica Bridges.

Em 2009, estava rolando na web um boato que a atriz Rose McGowan iria interpretar nossa musa. Tivemos diversas imagens promocionais sendo mostradas, no entanto a produção não deu em nada.

Também tivemos outro boato de uma adaptação que iria pra telona em 2012, a atriz Amber Heard é quem interpretaria a heroína, porém a produção novamente naufragou.

Nos quadrinhos, Sonja esteve em parceira com o Homem-Aranha duas vezes. O primeiro crossover foi publicado em Marvel Team-Up 79, em 1979. Nesta aventura Mary Jane ao empunhar uma espada mágica transforma-se em Sonja que luta ao lado do Aracnídeo contra o feiticeiro Kulan Gath.

Após vários anos sendo publicada pela Casa de Ideias, Sonja mudou pra Dynamite Entertainment, aonde temos o segundo encontro com o Cabeça de Teia que foi publicado em duas partes com a dupla enfrentando mais uma vez Kulan Gath e Venom, em 2007.

A novidade é que recentemente suas aventuras são como rainha da Hirkhânia (Queen Sonja).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da  Sonja que garimpei na web

 0.1-red-sonja 0 1.0 1.1 1.2-red-sonja-brigitte-nielsen 1.3-red-sonja 1.4-red-sonja-brigitte-nielsen 2.1-red-sonja_angelica-bridges 2.2 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 15 17 18 19 20-red_sonja_by_agr1on 21 22 23 24 25 26 27-alex-ross 28 29 30-ed benes 31-arthur-adams 32-red_sonja_by_buchemi 33-ebas 34-marcio abreu 35-Red_Sonja_39_page_22_by_wgpencil 36-belit 37-elias_chatzoudis

elias-chatzoudis

38-J-Scott-Campbell 39-marcio-abreu 40 41 QueenSonja01:Layout 1 43Conan_RedSonja_2

esad-ribic

44 angela Aurora betty-swanson black-cat-by-j.-scott-campbell blackwidow_by_artgerm BURGOS___HAWKEYE_female_by_DeadDog2007  deathcry pepper-potts polaris red_she_hulk_by_genzoman Rikki_Barnes_by_rafaelalbuquerqueart sage

500

serpente-da-lua sharon-carter sheena-joseph michael lisner she-hulk-ed-benes silk Silverfox storm-by-dash-martin wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper by alex ross wallpaper by j. scott campbell wallpaper-red_sonja_by_felipemassafera

Ober un evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

z-joe-jusko

Conan, O Barbáro

Marcando o início do sub-gênero espada e feitiçaria este é sem sombra de dúvidas um dos personagens mais queridos das HQs.

Nascido da mente de Robert E. Howard, em 1932. Nosso herói foi publicado em livros de bolso chamados pulps surgindo pela primeira vez na edição Weird Tales com a aventura “The Phoenix on the Sword” (A Fênix na Espada).

Infelizmente o autor suicidou-se, mas deixou uma obra considerável escrita deste Cimério  e de outros personagens como o rei Kull (um antepassado do Conan nos tempos da antiga Atlândida), e Salomon Kane (outro personagem que também não curto).

Após a morte de Howard os autores L. Sprague de Camp e Lin Carter continuaram escrevendo contos sobre Conan.

A Marvel Comics adaptou o anti-herói para as HQs nos anos 70, tornando-o famoso na cultura pop. Este gibi clássico tinha arte do mestre Barry Windsor-Smith e roteiro do consagrado Roy Thomas.

As histórias de Conan acontecem durante a Era Hiboriana que “historicamente” falando situa-se entre a época que Atlântida afundou e antes da ascensão do Império Romano.

O que chamou minha atenção em suas aventuras é que Conan é tipo um andarilho vivendo em vários lugares diferentes: Aquilônia, Zíngara, Nemédia, Hiperbórea, Valúsia, Stygia, Coríntia entre outras cidades.

Em suas extensas viagens, Conan já foi ladrão, mercenário, pirata e por último rei. Sempre enfrentado tiranos, guerreiros, magos, bruxas e monstros se livrando de situações absurdas valendo-se de sua coragem, enorme força e habilidade com a espada. Se não me falha a memória seu lema é “se sangra pode morrer”.

Ou quando está com raiva exclama: “por Crom” ou “Crom me carregue”, um deus Cimério que as vezes é benevolente ou em outras sarcástico e cruel.

O Cimério tem temperamento forte, adora beber vinho e também curte uma briga quando é provocado. Conan é um amigo leal, mas tem um coração mole quando o assunto é mulher. Nesse quesito sua vida amorosa foi bastante movimentada, pois por onde ia encontrava sempre alguma bela mulher para lhe fazer companhia.

Posso citar: Jenna, Chabela, Olívia, Nzinga entre outras. E além dessas mulheres havia aquelas que foram mais marcantes em sua vida como: Sonja, Bêlit, Valéria e Zenóbia (sua esposa).

Quando estava mais velho, Conan matou o tirano Numedides assumindo o trono de Aquilônia. E depois de se casar com a bela Zenóbia se tornou pai de: Conn, seu herdeiro ao trono e também da princesa Radegund.

Seu principais inimigos são:  Toth-Amon, Thulsa Doom, Devorador de Almas e Príncipe Yezdigerd.

No filme Conan, O Bárbaro (1982), temos a origem do anti-herói, interpretado pelo fortão Arnold Schwarzenegger. Nesta aventura enfrenta o feiticeiro Thulsa Doom (James “Darth Vader” Earl Jones), pois o vilão havia assassinado seus pais quando era criança.

Anos depois procurando vingança, Conan ao lado de Valéria (Sandahl Bergman) e Subotai (Gerry Lopez) vão resgatar uma princesa que se aliou ao culto do feiticeiro.

O filme mostra a clássica cena do Conan crucificado tendo que comer abutres para sobreviver e uma feiticeira que não aguenta transar com o Cimério sumindo de repente. Demonstrando um ótimo nível de ação, esta adaptação foi a mais fiel possível sobre o herói dos gibis, alçando Schwar ao sucesso.

Depois tivemos Conan, o Destruidor (1984) devido a morte de Valéria, Conan faz um trato com a feiticeira Taramis (Sarah Douglas) para ressuscita-la. Resultando na perigosa missão de levar a princesa virgem Jehnna (Olivia d’Abo) recuperando o chifre mágico de Dagoth.

Só pra constar, Sarah Douglas é bastante conhecida nossa por causa da vilã Ursa, de Superman 2.

Lembrando também que temos a presença da modelo/cantora Grace Jones como a guerreira Zula. Depois ela interpretou May Day em 007 Na Mira dos Assassinos (1985).

Apesar da produção caprichada o filme não foi bem aceito pela crítica. Olivia d’Abo recebeu um prêmio framboesa por sua interpretação, mas pra quem assistiu quando era moleque na década de 80 é um filme marcante.

Nos anos 90 tivemos na telinha, Conan: Animated Series que mostrava as aventuras do Cimério num estilo mais suave. Totalmente fora do contexto do gibis, Conan estava atrás de Wrath-Amon que havia transformado seus pais em pedra.

A intenção do feiticeiro era trazer o deus Seth para nosso mundo e aniquilar tudo, mas Conan tinha amigos na luta contra o mal. Needle, uma fênix muito chatinha, Zula, um príncipe Wasai, Greywolf, o feiticeiro, a bela ladra Jezmine e o viking Snagg.

O desenho teve apenas uma temporada com 64 episódios, porém apesar de eu ter acompanhado não gostava da abordagem fraquíssima dada ao Cimério.

O seriado televisivo do guerreiro, Conan: O Aventureiro foi estrelado por Ralf Moeller, em 1997. A grande diferença é que essa versão foi inspirada no filme dos anos 80 sendo um pouco diferente do que lemos nos quadrinhos.

Após a morte de seus pais, Conan foge sendo presenteado com a espada mágica de Atlantis, pois precisa enfrentar o vilão Hissah Zuhl para no futuro tornar-se rei.

Os efeitos especiais são fracos, pois a produção não é lá uma grande coisa. A série foi exibida pela Rede Globo tendo um total de apenas 22 episódios.

Em 2011 foi a vez de Jason Momoa interpretar o Cimério, em Conan, O Bárbaro.

Com uma vasta mitologia Conan foi uma adaptação que foi mal falada por alguns críticos que pude ler na internet. Principalmente quanto a atuação de Jason Momoa, mas apesar dele não ser tão musculoso quanto aos atores anteriores (sinceramente gostei do filme).

Além das locações que são belíssimas Conan aparece simplesmente como Conan: seu tempo como ladrão, a citação da HQ clássica da “Torre do Elefante“, as cidades como Hirkânia entre outras, bom só por isso eu gostaria de assistir uma continuação pra saber o que o diretor Marcus Nispel nos traria de bom.

Jason Momoa foi uma grata surpresa em sua caracterização como Conan, porque ficou boa lembrando fielmente o personagem dos quadrinhos (a espada, o cordão e o jeito de ser). Se há elementos das novas HQs pela Dark Horse infelizmente não posso falar, porque há anos não acompanho novas aventuras, porém isto é o de menos.

Apesar do filme ter ficado razoável dentro do possível ainda mais pela presença ameaçadora do vilão Khalar Zym (Stephen Lang). E também pela beleza de Rachel Nichols que quase me fez perder a atenção na história, porém ela atuou como uma verdadeira personagem das HQs do bárbaro feminina, forte e sensual na medida certa.

Infelizmente faltou mais daquela violência pungente que é uma característica crucial dos quadrinhos que lemos.

Nos gibis eu lembro quando o personagem era comparado a Amra, o leão e viajava pelos mares ao lado da lindíssima Bêlit, a rainha da Costa Negra (singrando pelos setes mares no navio Tigresa).

Uma fase inesquecível pra mim, pois eu ficava viajando como se participasse da aventura e isto sempre foi o que mais gostei na narrativa do personagem a gente parece estar vivendo cada passagem da HQ.

Confira na galeria abaixo algumas imagens de Conan que garimpei na web

0-arnold 2-ralf-moeller 3-jason-moma 4.1-conan-animated-series 4 5 6 7 8 9-Conan_triumphant_by_RubusTheBarbarian 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34-alex-ross 35-valeria-Sandahl Bergman 36-conan-e-olivia 37-Roy Thomas 38-Joe-Jusko 39-jmlisner 40-bill-sienkiewicz 41-conan_by_buchemi

belit

42-belit_joe_juskovaleria

43 arthur-adams avengers-marvel Avengers-NOW Avengers-World fantastic-four john byrne justiceiro manto-adaga paolo-rivera spider man wallpaper 1 Wallpaper 2 wallpaper wallpaper-conan-by-frank-cho wallpaper-frank-frazetta-the-destroyer wallpaper-high_adventures_by_nebezial wallpaper-marvel-comics

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói

Musas de Tinta

z-arterm

Elektra

A ninja assassina foi criada pelo lendário Frank Miller e surgiu na edição Daredevil # 168, de 1981.

Como curiosidade, Elektra teve suas feições e corpo baseados na fisiculturista Lisa Lyon.

A vilã usa um par de sai, uma arma japonesa que é parecida com espadas curtas (sua marca registrada). Só pra constar o Rafael, das Tartarugas Ninjas e a Gabriele, do seriado Xena: A Princesa Guerreira também usam este tipo de arma.

Outro fato importante é que o surgimento dela com sua personalidade sombria serviu de contra ponto para o forte senso de justiça do Demolidor.

Elektra é mestra em vários tipos de artes marciais, tem uma técnica de proteção mental contra telepatas, é uma acrobata inigualável, pode hipnotizar seus oponentes e tem o dom da premonição.

Elektra Natchios é filha de Hugo Natchios, um importante e rico embaixador grego. Quando completou 19 anos ela foi estudar na Universidade de Columbia, em Nova York. Lá Elektra conheceu Matt Murdock que chegou a ficar tão apaixonado que revelou seus poderes pra ela.

O romance foi por água abaixo, pois o campus foi invadido por extremistas gregos que mataram o pai dela. Mesmo, Matt tentando salvá-lo acabou sendo em vão.

O trauma foi tão grande que Elektra resolveu ir embora pro Japão para treinar artes marciais deixando, Matt arrasado.

Na Terra do Sol Nascente, Elektra entrou pro grupo os Virtuosos que eram liderados pelo Stick. Só que Stick reconheceu seu lado sombrio e a expulsou de lá, então ela ingressou na facção rival, o Tentáculo.

Alguns anos depois eles se reencontraram e, Matt estava agindo como Demolidor, porém ela já não era mais a mesma pessoa.

Devido a dor de sua perda, Elektra transformou-se numa ninja impiedosa e cruel. Ela havia sido contratada pelo Rei do Crime para ser sua assassina de aluguel particular, mas quem ocupava este cargo era o Mercenário (que havia sido preso pelo Demolidor).

Depois o Mercenário descobriu que estava com um tumor cerebral, mas se recuperou e para reaver seu antigo cargo matou Elektra impiedosamente com suas próprias armas (a famosa cena foi mostrada no filme de 2003).

Elektra fica mortalmente ferida e ensanguentada, mas se arrasta até ao apartamento de Matt morrendo em seus braços. Depois o Tentáculo queria seu corpo pra utilizar em seus objetivos nefastos, porém foi resgatado por Stick e com a ajuda dos Virtuosos ela retornou a vida.

Quando, Elektra não estava sob a influência de seu lado maligno ela vestia um uniforme totalmente branco.

Frank Miller queria que a personagem tivesse realmente ficado morta, mas a Marvel viu seu potencial e reaproveitou-a (em novas aventuras).

Houve um período em que Logan havia regressado pra seu estado bestial e Elektra ajudou a treina-lo para que voltasse pra sua forma normal. Eles tornam-se companheiros vivendo algumas aventuras juntos.

A clássica minissérie Elektra Assassina foi lançada pela Editora Abril, em 1989. Aqui temos o excelente roteiro de Frank Miller e a arte inigualável de Bill Sienkiewicz.

Devido a insistência dos fãs o roteirista teve que trazê-la de volta e nesta edição temos algumas explicações sobre quem é Elektra.

Na trama, Elektra precisa matar Ken Wind, um candidato a presidência que infelizmente esta sendo controlado pelo Tentáculo. A intenção é iniciar uma catastrófica guerra nuclear.

Essa edição é uma daquelas raras ocasiões na qual a arte se equivale e também se sobressai ao roteiro. Sem sombra de dúvidas é uma HQ perfeita, pois Bill Sienkiewicz consegue sintetizar tudo que Frank Miller conseguiu escrever detonando várias situações intrigantes sobre o passado de Elektra (vale a pena ler).

Na telona foi interpretada duas vezes pela atriz Jennifer Garner. A primeira foi no infame Demolidor: O Homem Sem Medo, de 2003. E a segunda foi no péssimo Elektra, de 2005. É uma horrível produção água com açúcar de tão ruim (veja meu comentário aqui).

Durante o prelúdio da saga Invasão Secreta, Elektra havia sido substituída por um Skrull que estava liderando o Tentáculo, no Japão. A heroína Eco mata a falsa Elektra, os Novos Vingadores descobrem que era um alien (e percebem que algo estranho estava acontecendo).

Depois em Reinado Sombrio, Elektra retorna com outras pessoas que haviam sido abduzidas. Então ela foi perseguida e sequestrada por Norman Osborn e seus agentes da M.A.R.T.E.L.O. Quando conseguiu fugir, Osborn mandou o Mercenário mata-la, mas a ninja se desvencilha dele.

Ela estava pra ser morta, mas graças a intervenção de Wolverine que matou todos os agentes inimigos consegue sair livre. Logo após se junta ao Demolidor e seus Heróis de Aluguel no período que o herói cego estava dominando a Cozinha do Inferno.

Só pra fechar na versão Ultimate, Elektra está estudando na Universidade de Columbia e como fã de Bruce Lee (é uma exímia artista marcial).

Transformou-se numa vilã após a morte de seus pais algo que mudou totalmente sua personalidade. E virou braço direito do Rei do Crime antagonizando com o Homem-Aranha, Gata Negra e o Cavaleiro da Lua.

Elektra estava pra matar a Gata Negra e o Cavaleiro da Lua jogou uma de suas lâminas acertando-a na cabeça. Ela foi arremessada por uma janela caindo encima de um carro de polícia, mas sobreviveu.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da guerreira ninja Elektra e também de algumas musas da Casa de Ideias

0.1 0.2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15-bill-sienkiewicz

16-bruce timm 18-bruce timm17-bruce timm

elektra

19-ed benes 20-ed benes 21-Elektra_by_guisadong_gulay 22-elektra_by_kerong 23-iury padilha 24-j. scott campbell 25-j-estacado 26-Jim Lee 27-Joe Jusko 28-BILL SIENKIEWICZ 29-matt-cossin 30-matteoscalera 31-melanie schultz 32-mike-deodato-jr. 33-mike-mayhew 34-moebius 35-Paul Renaud 36-phil-noto

elektra

37-stephane-roux 38-synthetikxs

elektra_by_gelipe

39-thony-silas 40.1 40-ultimate 41-ultimate 42-karen_page 43-typhoid_mary 44-Eco

280

emma_frost_by_goodgirlart firestar_by_raheight Free_Spirit gambit_by_steevinlove gwen-stacy-by-adam-hughes jarella jessica-jones ladydeadpool_by_zamberz lince-negra LYJA_by_DeadDog2007 Mantis marvel girls-sara-pichelli msmarvel___wip_by_crisdelarastudio polaris Storm-Blue-Eyes terry dodsontigra

wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5

1 Evezhiadenn

Filed under Musas de Tinta

Herói

z-neal-adams

Demolidor – O Homem Sem Medo

O herói cego nunca foi top de linha da Marvel Comics. E durante as décadas sempre ficou jogado em segundo plano, mas mesmo assim possui uma enorme legião de fãs fiéis.

Seu nome original é Daredevil que pra nós seria algo parecido como “demônio desafiador”.

Matt Murdock surgiu pela primeira vez em Daredevil # 1, de 1964 pouco tempo depois do Quarteto Fantástico e dos Vingadores (como curiosidade houve antes dele outro herói usando o mesmo codinome).

O primeiro Daredevil surgiu durante a famosa Era de Ouro e foi criado por Jack Binder e Jack Cole, em 1940 (sendo publicado pela Lev Gleason Publications). Bart Hill surgiu pela primeira vez no gibi Silver Streak # 6 usando um uniforme azul e vermelho e como arma utilizava um bumerangue.

Outra curiosidade é que o Demolidor é o segundo herói cego dos quadrinhos, pois o primeiro foi o Doutor Meia-Noite.

Voltando, no inicio Matt usava um estranho uniforme amarelo e vermelho muito espalhafatoso (pra mim o atual é mais intimidador).

Matt era um ótimo aluno e também um atleta admirável, mas seu pai queria que se dedicasse somente aos estudos (sua intenção era que o filho não se tornasse um boxeador igual a ele).

Quando tentou salvar um senhor que iria ser atropelado por um caminhão com material radioativo. Ele perdeu a visão, mas todos os seus outros sentidos foram inacreditavelmente ampliados.

O mais incrível deles foi a audição que virou uma espécie de radar (ficando igual a um morcego). Matt teve que aprender braile para continuar seus estudos. Foi quando conheceu Elektra na faculdade que ele viveu um grande amor. Ela era filha de um embaixador grego e de tão impressionado acabou revelando seus poderes.

Após a morte do pai, Elektra não conseguiu mais estudar e voltou pra casa abandonando, Matt.

Jack Murdock era um boxeador conhecido como “O Batalhador”, mas estava decadente. Então lhe arranjaram uma luta pra ele perder, porém Jack se recusou a entregar por causa da presença do filho (e sua morte foi decretada).

Matt assumiu o nome de Demolidor (que era um apelido antigo). Com a intenção de vingar a morte do seu pai e foi atrás dos malfeitores. Ao encontrar o mandante que ordenou a morte do seu pai, ele morreu de ataque cardíaco.

Matt se divide numa vida dupla, pois durante o dia trabalha como advogado (defendendo casos no tribunal). E quando a lei não agia de noite protegia os cidadãos como Demolidor na Cozinha do Inferno (Hell’s Kitchen), em Nova York.

Inicialmente nos anos 60 suas histórias tinha um tom mais sóbrio, porém depois ficou reprisando o clima mais leve das aventuras do Homem-Aranha.

Seus vilões eram ridículos e nesse período Foggy Nelson e Karen Page estavam desconfiando que Matt era o Demolidor. Então ele criou uma nova identidade, Mike Murdock seu irmão gêmeo que possuía uma personalidade totalmente diferente dele (mais essa mentira não se sustentou por muito tempo).

Durante os anos 70, o Demolidor estava combatendo o crime em São Francisco na companhia da bela Viúva Negra que se tornou sua namorada. A parte interessante é que de tempos em tempos ao se reencontrarem rola sempre uma faísca muito intensa (entre Matt e Natasha).

Matt Murdock é um importante advogado criminalista que trabalha num escritório com Foggy Nelson (seu melhor amigo). A linda Karen Page surgiu como secretária no escritório de advocacia de Nelson & Murdock.

Ela acabou despertando o interesse dos dois, mas seu coração ficou com Matt. Infelizmente seu relacionamento não durou muito devido há vários problemas (e eles terminaram). Desde então, Karen havia sumido da vida do herói urbano.

Durante a impactante “A Queda de Murdock”, Karen havia retornado como uma atriz pornô e viciada em drogas. Para arranjar alguma dose ela havia revelado a identidade secreta de Matt (pra um traficante)t.

Esse traficante usando tal informação revendeu pro Rei do Crime que destruiu a vida do herói. A passagem de Frank Miller (roteiro) e David Mazzuchelli (arte) transformou o personagem dando uma característica mais adulta e realista em suas histórias.

Somente por causa da passagem de Frank Miller pelas páginas do herói evitou o cancelamento de sua revista (marcando para sempre o estilo que injetou no herói como uma referência a ser seguida).

A minissérie Demolidor: Fim dos Dias (End of Days) é a saga que mostra como o herói  cego irá morrer.  Eu sinceramente não me interessei em ler, pois pra mim esse negócio de morte nos quadrinhos já virou um pé no saco.

Um detalhe interessante é que o Demolidor não gosta de interagir com outros heróis, mas mesmo assim já atuou em algumas equipes como: Defensores, S.H.I.E.L.D., Paladinos Marvel e Tentáculo.

Seus relacionamentos mais famosos foram com a Viúva Negra, Elektra e Karen Page. Mais sua lista amorosa é enorme e também conta com: Heather Glenn, Mary Tyfoid (história muito doida), Glorianna O’Breen, Nyla Skin, Número Nove, Eco e Milla Donovan (foi casado com ela).

Como curiosidade nos anos 70, Angela Bowie, ex-mulher do cantor David Bowie tinha recebido os direitos televisivos pra criar uma série televisiva. Black Widow and Daredevil só não foi ao ar devido ao custo e também os recursos pra efeitos especiais. Mais na web podemos ver algumas fotos dela vestida como a heroína que pra mim ficou muito fraquinha (sorte a nossa, pois seria um fiasco total).

Em 1989 tivemos o estranhíssimo filme, O Julgamento do Incrível Hulk, com o ator Rex Smith. O advogado cego usava um traje ninja preto e tinha o nome de Audacioso que seria a introdução de Matt pra uma série somente sua (chega já comentei sobre isso aqui).

O último foi Demolidor – O Homem Sem Medo com Ben Affleck, em 2003 (eu também já comentei aqui).

Atualmente o Demolidor irá ganhar uma nova série pela Netflix.  O ator Charlie Fox irá interpretar Matt Murdock, Karen Page (Deborah Ann Woll), Foggy Nelson (Elden Henson) e Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio).

A série do Demolidor só irá estrear em abril, mas a expectativa para que seja um grande sucesso já começa agora. Li comentários que o Demolidor estará na série Os Defensores e também irá participar dos filmes Vingadores: Guerra Infinita – Parte I e II (é só aguardar pra assistir).

Só pra fechar, Matt tem como principais aliados: Luke Cage e Punho de Ferro, Homem-Aranha (ambos conhecem suas identidades secretas), Mulher-Hulk com quem troca conselhos e Justiceiro (Frank Castle – que oscila entre inimigo e parceiro).

Seus principais inimigos são: o Rei do Crime (Kingpin – Wilson Fisk), o Mercenário (Bullseye) e o Tentáculo. Mais também temos alguns vilões como: Homem-Púrpura, Arauto da Morte, Coruja, Bazuca, Guerrilheiro, Entidade Infernal, HIDRA, Senhor Hyde entre outros.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do incomparável Demolidor que garimpei na web

 0 1.1 1.2 1

boris_vallejo_daredevili

2.1 2 3 4 5 6 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22-Daredevil_End_of_Days 23-Alex-Ross 24-alex ross 25-bruce timm 26-bruce-timm 27-chris samnee 28-dave stokes 29-greg-land 30-julian-totino-tedesco 31-mike deodato jr. 32-New_Avengers_mike-deodato-jr. 33-Paolo-Rivera 4302325-daredevil_by_davedevries-d5b4yht adi-granov alex-ross-Marvel Heroes and Villains Asgard avengers-kit avengers-mark texeira bruce timm captain-america Conan-jmlisner Deadpool Defenders dr estranho-by-alan-davis greg-horn moony__by_spidermanfan2099 motoqueiro-fantasma Punisher-joe jusko skottie-young todd nauck wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper-by-tim-sale

Ober un evezhiadenn

Filed under Herói